A Time Out na sua caixa de entrada

NEXT Savoy Signature
© Gabriell VieiraNEXT Savoy Signature

Os melhores hotéis na Madeira

Para ficar no coração da cidade ou entrar numa experiência de imersão na natureza, damos-lhe as coordenadas dos melhores hotéis na Madeira.

Escrito por
Nelma Viana
Publicidade

Estar, ficar, sentir. E relaxar. A oferta hoteleira da Madeira tem andado a par e passo com as novas tendências turísticas e traz boas novas para 2022. Dos incontornáveis com décadas de história aos clássicos do costume, passando pelos mais modestos, pelo luxo exacerbado, e ainda por dois novatos a dar cartas na ilha – um tecnológico e pensado para agradar millennials inquietos e outro para quem procura sossego  –, não faltam sítios onde se instalar.

Recomendado: Qual é a melhor altura para visitar a Madeira?

Os melhores hotéis na Madeira

  • Hotéis
  • Hotéis com spa

O NEXT Savoy Signature, em complemento aos hotéis mais velhos do grupo, aparece como novidade não só na arquitectura e interiores – de estilo moderno e industrial, com mobiliário de design e decoração minimalista, dotada de todos os confortos que se esperam de um cinco estrelas –, mas também no conforto que só um óptimo suporte tecnológico é capaz de oferecer. Os check-ins e outs podem ser feitos numa máquina à entrada, através de um cartão que serve de chave mestra a todos os espaços de lazer do hotel. Lá em baixo, com os olhos postos na linha de horizonte e o mar a perder de vista, é no Recharge Bar que o chef Carlos Gonçalves cruza a cozinha de inspiração havaiana com a riqueza dos ingredientes locais, resultando num menu assumidamente leve e saudável e que casa na perfeição com as propostas exóticas (e coloridas) da carta de bar.

Nos quartos, será difícil escolher onde vai querer ficar: dentro de portas, a ver a vista de mar pela janela, ou num dos sofás da varanda, perfeitos para absorver os últimos raios de sol. Tudo isto, claro, na companhia da sua playlist favorita a tocar no sistema de som interior, ao qual pode ligar todos os gadgets que trouxer na mala. A conectividade é, aliás, uma das missões do NEXT, que não foge da intenção de se afirmar como poiso de eleição para nómadas digitais, trabalhadores independentes e todos os que dependam apenas de wifi rápido e fiável para se manterem ligados 24 horas. No caso de precisar de algum recanto para um zoom de última hora, o lobby do NEXT também funciona como espaço de co-work, servido por um bar de bebidas e snacks que nunca fecha.

Quer isto dizer que o hotel favorece os espaços de trabalho? Não necessariamente. A proposta é exactamente oferecer condições para que trabalho e lazer possam acontecer em simultâneo, sem que haja invasões de parte a parte e que, nesse processo, tanto um como outro sejam o mais serenos e confortáveis possível. Prova disso é o Refresh SPA, com tratamentos de beleza e bem-estar e aulas privadas, em parceria com o ginásio do hotel, onde pode marcar uma sessão particular de yoga ou pilates em local à escolha, entre o quarto, a piscina ou até numa das florestas que cerca o Funchal. Também há aulas de stand-up paddle, aulas virtuais de fitness e uma sala de exercício livre com equipamento de última geração.

O NEXT está de portas abertas desde meados de Julho e pretende ser a nova casa fora de casa para quem chama casa aos sítios onde encontra felicidade e qualidade de vida.

  • Hotéis
  • Hotéis com spa

Tem 352 quartos, cinco restaurantes e um dos maiores spas do país. O novo Savoy Palace excede tudo o que se pode esperar de um hotel de luxo. Em plena Avenida do Infante, a escassos metros a pé do centro e da marina do Funchal, é impossível ficar indiferente à sua grandeza, espelhada no gigante edifício de vidro, na flora tropical que cerca a zona da piscina e na exuberância da decoração. Em todos os detalhes, mesmo nos que parecem contrariar as leis da discrição, há uma preocupação por não chocar, um cuidado por, de alguma forma, contribuir para o bem da ilha, seja estando de portas abertas aos residentes mais curiosos, seja em jeito de homenagem à história da Madeira. Foi, de resto, aqui que durante muito tempo esteve o Savoy Classic, construído em 1912 e procurado durante décadas pela aristocracia internacional. Desses tempos, restaram alguns objectos e mobiliário que Nini Andrade Silva, responsável pelo design de interiores do hotel, fez questão de manter. O Savoy Palace quer, apesar da proximidade óbvia ao segmento de luxo, ser a escolha dos que procuram um hotel moderno e contemporâneo, mais descontraído do que formal. E isso percebe-se logo no serviço, atencioso mas sem exageros.

A surpresa maior, diga-se, é a vista da varanda dos quartos, com o mar ali tão estupidamente perto, que quase faz esquecer a enorme piscina exterior. Quase. Pintada em tons dourados e atravessada por uma ponte, dispõe de camas de sol e espreguiçadeiras, dentro e fora de água, a partir das quais pode usufruir do serviço de bar estacionado ao lado de um bar com refeições leves e rápidas e um carrinho de gelados artesanais feitos no hotel.

O mais difícil vai ser conseguir sair do hotel, que tem ainda mais duas piscinas infinitas (uma para hóspedes premium e outra aberta a todos) e um rooftop com um dos restaurantes que o grupo espera que se venha a afirmar como referência gastronómica da ilha. Além da vista surpreendente de quase 360 graus, o Galáxia Skyfood, também sob o comando do chef Carlos Gonçalves, serve à mesa uma constelação de sabores de toda a parte do globo, mas em especial da Madeira. Potencial candidato a uma estrela Michelin? “Nunca se sabe, mas é para esse patamar de excelência que trabalhamos”, diz Carlos Gonçalves.

Não deixe de passar pelo Laurea Spa (em homenagem à floresta Laurissilva), que entra provavelmente para a lista dos maiores do país, com 3100 metros quadrados dedicados à beleza e bem-estar, cuja “gruta” de acesso às 12 salas de tratamento é uma clara referência à geologia da ilha.

Publicidade
  • Hotéis
  • Hotéis com spa

Há sempre quem não consiga decidir quando confrontado com a escolha “mar ou montanha” e, para esses, o destino certo é a vila da Calheta, onde ambos os cenários se encontram para receber este cinco estrelas com assinatura Savoy. Situado num pequeno abrigo natural na costa sudoeste da ilha, apresenta-se como um refúgio de serenidade e bem-estar naturais, suficientemente afastado do centro da cidade, mas perto que chegue para não se sentir deslocado.

A decoração contemporânea e cosmopolita ganha pontos extra com a vista alargada para o oceano Atlântico, as plantações de cana-de-açúcar, as vinhas e as bananeiras, e fica completa com um serviço cuidado e atencioso, tal e qual se espera de um hotel desta cadeia. Tem dois restaurantes, o Alambique, direccionado para o fine dining através de uma carta de sabores do mundo, e o Engenho, com dois buffets diários, ao pequeno-almoço e jantar, e ambiente mais descontraído. Nos dias mais frios, quando os fins de tarde pedem conforto, junte-se ao Chá da Tarde, uma novidade servida diariamente entre as 15.00 e as 18.00, com scones, pastelaria fresca e infusões aromáticas.

  • Hotéis
  • Hotéis com spa

A esplanada do terraço do Castanheiro Boutique Hotel, instalado no coração do centro histórico do Funchal, oferece uma das melhores panorâmicas da cidade. Durante o dia, vale a pena passar pela piscina exterior aquecida que parece fundir-se com o mar e aproveitar a pausa para adoçar o dia com um copo de vinho Madeira. À noite, as luzes da cidade dão vida ao terraço, que pelo pôr-do-sol se enche de gente à procura de um espaço arejado para uma noite entre amigos. Este hotel resulta de uma obra de restauro de um edifício com três séculos situado no centro histórico e guarda dentro de portas 81 quartos amplos e modernos e um bar com carta de snacks e bebidas.

Publicidade
  • Hotéis
  • Hotéis com spa

Construída em 1801 como pavilhão de caça e casa de Verão de um conde, há quase 30 anos transformou-se numa estalagem de luxo e fez valer a flora tropical envolvente para oferecer uma das paisagens mais “uau” da Madeira, não só pela variedade de plantas como pela raridade de alguns exemplares, plantados a partir de uma coleção de plantas exóticas oferecidas por D. João VI e pelos navegadores que ancoravam no porto do Funchal. As árvores entretanto cresceram e constituem os famosos Jardins do Palheiro, um dos jardins botânicos mais ricos e impressionantes do mundo. O hotel, fixado a 500 metros acima do nível do mar, tem 32 quartos e cinco suítes, cada uma com um decoração e personalidade diferentes, respeitando a traça clássica da casa. A estalagem dispõe de um restaurante com jantares à luz das velas e menu essencialmente local, um jardim de Inverno que também é sala de pequenos-almoços, um spa com piscina aquecida, banho turco e sauna e um simpático campo de golfe com 18 buracos. Passe pela recepção e informe-se sobre os passeios de barco e excursões de pesca em alto mar disponíveis por marcação na embarcação privada do hotel.

  • Hotéis
  • Hotéis de luxo

O edifício é um monumento com quase 127 anos de história. Ergue-se no lugar antes conhecido por Salto do Cavalo, uma falésia rochosa onde William Reid sonhou construí-lo. É por esta altura, ainda antes de entrar no hotel, que se começa a trautear baixinho o genérico de James Bond, personagem ficcional que, com certeza, teria escolhido o pontão do Reid’s para ancorar a lancha rápida que o levaria à próxima missão de vida ou morte. Adiante. O resto é uma história feita de realeza, políticos notáveis e outras celebridades que ao longo de décadas escolheram o hotel como refúgio pontual ou recorrente, e que habitam hoje o extenso memorial que decora paredes e estantes do Reid’s a preto e branco. À cabeça, Winston Churchill, que aqui se retirou uma temporada para pintar e escrever as suas memórias, e que, a par do escritor George Bernard Shaw, outro hóspede ilustre, merece a honra de dar nome a uma das duas suites presidenciais.

O hotel que dispensa apresentações poderia ser apresentado assim. Restaria dizer que há mais 156 quartos, incluindo outras 33 suites, todos com terraço ou varanda escancarados de frente para o mar e de esguelha para o Funchal – ou vice-versa. Lá dentro há lençóis frescos e bordados, casas de banho em mármore e cadeiras em vime. Há um vinho da Madeira à espera para um brinde à chegada e a garantia de que, daquele momento em diante, nada vai faltar se o serviço for pedido. A entrada faz-se por um renovado átrio que comunica directamente para aquela varanda icónica sobre o mar onde se serve o famoso chá da tarde, um festival de infusões, scones e outras delicatéssen. São 30€ por cabeça que garantem uma das experiências obrigatórias em qualquer roteiro do visitante no Funchal – fazem-se dois turnos por dia e recomenda-se a marcação. Uns pisos acima, no The Dinning Room, sala de candelabros de vidro murano e decoração eduardina, o jantar exige que se vista a rigor - aos domingos, há um Champanhe Gala Buffet. A oferta gastronómica conta ainda com William, restaurante com uma estrela Michelin sob a condução do chef Luís Pestana, e com o Villa Cipriani, um italiano informal apoiado na falésia vizinha do Reid’s.

Publicidade
  • Hotéis

A Praia do Porto do Seixal, na costa norte da Madeira, continua a ser um dos locais mais resguardados da ilha e só há pouco tempo começou a aparecer nos roteiros turísticos. Ideal para fugir às enchentes da zona oeste, procurada por famílias e surfistas, oferece além de um expectável mar cálido, uma vista ininterrupta para a costa norte e o ambiente necessário a quem procura descanso e paz de espírito. A poucos minutos de carro desta praia rochosa, subindo e serpenteando estradas que parece que não vão dar a lado nenhum, de repente está-se… no Douro vinhateiro? Não. Estamos na Madeira e é precisamente num dos socalcos da Calheta que se encontra esta farmhouse sustentável que convida os hóspedes a interromperem uma tarde na piscina por uma das muitas actividades vínicas e gastronómicas que organiza. Da cozinha aberta para a sala de jantar envidraçada sobre o mar e de onde se destaca a impecável curadoria de arte que decora o interior, o restaurante A Razão especializa-se numa cozinha sazonal, com ingredientes de origem local e trabalhados com o cuidado de quem respeita, acima de tudo, a matéria. O peixe fresco chega diariamente da lota e é sempre uma aposta segura. Aproveite a envolvente inspiradora para se deixar levar pelos aromas da casa, cujo terreno guardou espaço para uma zona agrícola, com produção biológica, e um antigo lagar de vinho, onde agora acontecem provas acompanhadas por marcação.

Dentro de portas conte, ainda, com oito casas premium independentes e dois quartos standard com vista de mar. A ocupação é variável e encaixa até 6 pessoas sem atropelos.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade