Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Coronavírus: últimas notícias e boas práticas

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Coronavirus
Angelina Bambina/Shutterstock

Coronavírus: últimas notícias e boas práticas

Fique a par das últimas notícias sobre o Coronavírus e desenvolvimentos em todo o mundo

Publicidade

Se tem acompanhado as notícias, provavelmente já se questionou sobre o impacto do coronavírus no seu dia-a-dia. Acha que poderá estar infectado? Preocupado com seu animal de estimação? Não sabe se deve cancelar as suas férias? Para o ajudar reunimos informações e respostas às perguntas mais frequentes.

Neste momento, há quase dez mil casos confirmados de infecção em Portugal, com o estado de emergência renovado até 17 de Abril. Não deve entrar em pânico nem andar ou permanecer na via pública, salvo por “razões ponderosas”. É ainda imperativo respeitar as boas práticas recomendadas e as medidas de distanciamento social implementadas para conter a propagação do coronavírus, conforme detalhado abaixo.

O que é o coronavírus?

Os coronavírus são uma família de vírus capazes de causar infecções nas pessoas, afectando nomeadamente o sistema respiratório. O novo coronavírus, designado SARS-CoV-2, foi identificado pela primeira vez em Dezembro de 2019 em Wuhan, na China. Sob investigação está ainda a via de transmissão, mas o vírus, que já afectou os seis continentes, é responsável pelo surto de COVID-19, uma doença respiratória declarada pandémica a 11 de Março, pela Organização Mundial da Saúde. Os sintomas incluem tosse, febre (T>37,5ºC), falta de ar e dificuldades respiratórias. A duração depende de cada doente, do seu sistema imunitário e de haver ou não doenças crónicas associadas, que alteram o nível de risco.

Quão grave é o coronavírus?

Ao contrário da gripe, ainda não existe vacina, por isso a recuperação depende da força do sistema imunológico. Em casos graves, o vírus pode causar pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos e eventual morte. Contudo, a maioria dos casos recupera sem sequelas.

Comparado ao SARS (outro coronavírus que esteve nas manchetes em 2003), a taxa de mortalidade do COVID-19 é inferior (a última estimativa da OMS é de cerca de 3,4%, embora este valor só possa ser devidamente calculado no final do surto). Ainda assim, é significativamente mais alta do que a gripe sazonal comum, fatal em cerca de 0,1% dos casos. Até agora, o COVID-19 também parece ser mais contagioso do que a gripe sazonal.

Os idosos e os portadores de doenças crónicas, como diabetes, cancro e doença pulmonar crónica, são mais propensos a desenvolver uma doença grave relacionada com COVID-19. A taxa de mortalidade é dez vezes maior entre os idosos, em comparação com a meia-idade, segundo a OMS. As crianças são menos propensas a serem afectadas, apresentando sintomatologia ligeira (febre, pingo no nariz, dores de cabeça, dores no corpo e sintomas ligeiros de constipação).

Que países foram mais atingidos pelo coronavírus?

No início, apesar da maioria dos casos (cerca de 65%) ter ocorrido na China, aconteceram também surtos graves em Itália, na Coreia do Sul e no Irão. Itália regista, até ao momento, mais de 115 mil casos, o Irão mais de 53 mil e a Coreia do Sul mais de seis mil.

A 3 de Abril, existiam mais de 245 mil casos confirmados nos EUA e mais de 117 mil em Espanha. Em Portugal, registam-se cerca de 9886 casos confirmados e 246 óbitos. Poderá acompanhar a propagação da doença no mundo neste mapa criado pela Johns Hopkins University e em Portugal através deste quadro com dados relativos ao boletim da DGS, actualizados diariamente. A OMS desaconselha viagens para áreas com transmissão contínua do COVID-19.

É aconselhado também ficar num ambiente fechado e evitar o contacto com outras pessoas se tiver regressado de qualquer um dos seguintes locais na última quinzena:

- Província de Hubei na China
- Irão
- Itália
- Coreia do Sul

Aqueles que viajaram para as seguintes áreas também se deverão auto-isolar caso desenvolvam sintomas:

- Camboja
- China
- Hong Kong
- Japão
- Laos
- Macau
- Malásia
- Myanmar
- Singapura
- Taiwan
- Tailândia
- Vietname

Como é que o coronavírus vai afectar a minha vida?

Primeiro: não entre em pânico.

Mantenha-se atento às medidas oficiais anunciadas pelo Governo e pela Direcção-Geral da Saúde sobre as melhores práticas e cuidados a ter durante este período. Poderá consultar toda a informação necessária quer no site da DGS quer no site criado pelo Governo para partilhar documentação actualizada sobre o Covid-19, mas também recomendações e ferramentas para proceder da melhor forma durante este período.

Considere ainda que, com a evolução da situação, a agenda da cidade tem sofrido e continuará a sofrer alterações, com eventos a serem adiados ou mesmo cancelados. Para o ajudar, reunimos espaços fechados e eventos adiados ou cancelados em Lisboa e no Porto, que pode consultar regularmente.

Recomendado: O estado de emergência foi renovado. Quais são as regras?

Dicas para facilitar estes dias mais difíceis

Desafio Time In
DR

Desafio Time In: uma luta contra a monotonia com uma actividade para cada dia

Coisas para fazer

Sabemos que não é fácil estar em casa, e na hora de inventar programas até a imaginação tem os seus limites. Por isso, a Time In preparou uma série de desafios que o vão ajudar a quebrar a rotina, enquanto aprende e experimenta coisas novas todos os dias. Receitas, filmes, projectos para fazer com os miúdos, livros e pequenas histórias. 

Working From Hom illustration
Illustration: Felicity Case-Mejia

Trabalhar em casa: dicas e truques para sobreviver ao teletrabalho

Coisas para fazer

Em resposta à pandemia de Covid-19 que se espalhou pelo mundo, um grande número de empresas seguiu o conselho da Direcção-Geral da Saúde (DGS) e permitiu aos colaboradores trabalhar remotamente a partir de casa. Evitar as várias interacções diárias que nos podem expôr ao vírus faz todo o sentido, mas transferir a vida de trabalho para casa pode não ser assim tão simples. Experimente estas dicas e sugestões para criar um melhor ambiente de trabalho em sua casa. 

Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade