Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Os melhores destinos para viajar em Janeiro de 2020

Os melhores destinos para viajar em Janeiro de 2020

Descubra cidades na Austrália, Escócia e Caraíbas nas nossas sugestões de destinos para viajar em Janeiro

CUBA
CUBA
Publicidade

Ano novo, vida nova! Dezembro acabou e Janeiro vai de vento em popa. É hora de sair do sofá e encarar de frente as resoluções que fizemos na noite de passagem de ano. Se viajar foi uma delas, então estamos aqui para ajudar. Nós percebemos – Dezembro deu muito trabalho. Entre jantares de Natal, listas de presentes e chegar ao fim das festas, o nosso nível de stress entrou em estado crítico. Está na hora de relaxar com um horizonte azul pela frente. 

Nesta lista vai encontrar toda a inspiração que precisa para planear a próxima viagem – e como quanto mais rápido, melhor, estes são os melhores destinos para viajar em Janeiro e começar o ano da melhor forma. Desde a solaranega África à invernosa Escócia, não vão faltar razões para marcar essa viagem.

Recomendado: Escapadinhas no interior de Portugal 

Os melhores destinos para viajar em Janeiro de 2020

1
View of Melbourne's skyline from the Shrine of Remembrance
Photograph: Mark Chew
Coisas para fazer

Melbourne

Vive no Hemisfério Norte? Cancele o seu contrato com o Inverno e rume a sul para Melbourne, na Austrália, onde é Verão. Algumas pessoas dizem que Melbourne é a cidade mais fixe da Austrália – e essas pessoas estão absolutamente certas (desculpa, Sydney: que te sirva de consolo a tua ponte gigantesca e as praias maravilhosas). Num sentido mais literal, nesta capital Vitoriana também faz calor, particularmente em Janeiro. Leve umas t-shirts na mala e não perca os Três Grandes: café, arte urbana e St Kilda. 

2
Mekong Delta, Vietnam
Photograph: Shutterstock

Mekong Delta, Vietname

A Veneza do Sudoeste Asiático. Este vasto mosaico de arrozais verde-esmeralda é conhecido como “a tigela de arroz do Vietname”. A região funciona como uma espécie de coador do Mekong Delta, pois é lá que desagua no mar da China Meridional, ramificando-se num denso labirinto tropical de canais de cor achocolatada, repleto de aldeias, pagodes e mercados flutuantes. Janeiro é um dos melhores meses para visitar – quente, seco e solarengo. Embarque numa excursão de dois ou três dias com início em Ho Chi Minh City, que fica um pouco mais a norte (se marcar já dentro do país, vai custar-lhe o mesmo que um passeio de gondola de 30 minutos em Veneza). 

Publicidade
3
Dubai
Photograph: Shutterstock

Dubai

Grande, arrojada, vibrante e estonteantemente vertiginosa, esta floresta cintilante de arranha-céus que incongruentemente germinou no Deserto da Arábia está a gritar pela sua atenção. Suba ao edifício mais alto do mundo para fazer o reconhecimento do território, vagueie pelo souk do Centro Histórico, perto do Dubai Creek, e aventure-se dunas acima e abaixo num safari no deserto. O Dubai perde tanto tempo com invernos como com projectos de construção de pequena escala. Com temperaturas a rondar os 25°C/ 77°F em Janeiro, não se esqueça de reservar também algum tempo para banhos de sol na praia. 

4
Zanzibar, Tanzania
Photograph: Shutterstock

Zanzibar, Tanzânia

A maioria das pessoas a quem este lugar chega através daquela música de Tenacious D cria a ideia de que é vagamente exótico (e provavelmente fictício), e nunca mais pensa no assunto. Mas não o nosso caro leitor. Queremos que Zanzibar germine na sua mente como uma das palmeiras gigantes que pontilham a costa de areias brancas do país. Eis o que tem de saber. SIM, é exótico, e SIM, é real. É um arquipélago. Em África. É tropical. É absurdamente bonito. E acessível. E Janeiro é o melhor mês para o visitar. 

Publicidade
5
Rocky islands in the sea
Photograph: Pixabay/CC

Shetland, Escócia

Lembra-se de termos falado em céus azuis ainda há pouco? Pois bem, aqui não se aplicam (mas quiçá as suas extremidades ficam azuis!). Se passar férias numa ilha remota, rochosa e fustigada pela chuva no mar do Norte, a 200 quilómetros do norte da Escócia, lhe parece um plano furado, ouça-nos primeiro. Há um festival Viking em Janeiro. Um. Festival. Viking. Chama-se Up Helly Aa e, embora infelizmente ainda não possamos falar por experiência própria, parece absolutamente incrível.

6
Northern lights, Iceland
Photograph: Shutterstock
Coisas para fazer

Islândia

Outro lugar onde não podemos garantir céu azul – com alguma sorte, pode vê-lo esverdear com o cair da noite. Estamos, é claro, a falar da aurora boreal que pinta os céus islandeses com cores enfeitiçantes durante o mês de Janeiro (e o resto do Inverno). Mesmo que as nuvens teimem em ficar, há magia mais do que suficiente em terra para o entreter: cascatas majestosas, géisers em explosão, glaciares pristinos e paisagens que mais parecem cenários de um filme de ficção científica.

Publicidade
7
CUBA
Photograph: Shutterstock/Sean Pavone
Coisas para fazer

Cuba

Espreguiçada no coração das Caraíbas, Cuba é uma excelente fuga às profundezas invernosas de Janeiro. O país parece que foi feito para o Instagram: a costa franjada de praias de areia branca como talco e banhada por águas azul-turquesa, e as montanhas afirmando-se nas planícies verdejantes. E ainda há a capital, Havana, com os seus carros retro (obrigada, comunismo!) e clubes de salsa. Os seus amigos que ficaram em casa vão odiá-lo. Além disso, as temperaturas são incrivelmente agradáveis nesta altura do ano, com temperaturas a pairar em torno dos 21°C/ 70°F. 

8
Beijing skyline
Photograph: Shutterstock

Pequim, China

Pode deixar em casa o protector solar – Pequim é decididamente gélida em Janeiro. Mas é também pouco turística, o que lhe permite o encanto especial de visitar lugares como a Cidade Proibida coberta de neve ou a Praça de Tiananmen vazia. Posto isto, o que vale mesmo a pena é conhecer a cidade durante o Ano Novo Chinês – esta festividade cultural é uma explosão de cor e animação, e uma experiência que não pode deixar de ter antes de bater as botas. 

Publicidade
9
A bright blue hot spring at Yellowstone
Photograph: Pixabay/CC

Yellowstone National Park, EUA

Este famoso parque nacional no estado de Wyoming é espectacular durante todo o ano, e embora seja visitado sobretudo durante os meses mais quentes, compreensivelmente, se escolher desbravá-lo- em Janeiro, será presenteado com um sublime cenário invernal. A neve torna também mais fácil localizar os animais, sendo o bisonte o mais flagrante, com o seu pelo crespo, e o vapor que sai dos géisers fica muito mais pronunciado. 

Viajar cá dentro

Publicidade