Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás

Filmes, Acção e aventura
3 /5 estrelas
Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás

A Time Out diz

3 /5 estrelas

Tom Cruise regressa como Jack Reacher na continuação do original de 2012.

Duas maneiras de olhar para o segundo Jack Reacher, depois de um primeiro filme em 2012, também com Tom Cruise no papel do herói (chamemos-lhe assim) dos romances de Lee Child. Uma maneira é pensar em Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás como um filme de Edward Zwick, que é de facto o realizador e que nos idos de 1989 fez uma coisa estupenda chamada Glory. Desde então, porém, o talento de Zwick tornou-se uma memória distante e hoje lembramo-nos de Glory como quem vê uma fotografia antiga - o registo queimado pelo passar dos anos de um momento espectacular perdido no tempo. E não será o Jack Reacher número dois a fazer-nos mudar de opinião.

A maneira mais produtiva de olharmos para Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás é vê-lo não como um filme de Edward Zwick mas como aquilo que ele realmente é - um veículo para Tom Cruise. Jack continua a ser um antigo agente da polícia militar, dotado de elevada inteligência forense assim como de uma vincada tendência para querer controlar tudo, além de ter alguma coisa de psicopata. De volta à sua unidade, é acusado de um homicídio antigo, o primeiro passo para se ver arrastado para uma conspiração maior do que ele - mas também à sua medida, quando entra em acção.

Jack é um personagem interessante para Cruise. A caminho dos 55 anos, já sem aquela energia demolidora nem a empáfia dentífrica de Top Gun que manteve quase até ontem, Cruise visivelmente desistiu de ser alguém eternamente impressionado consigo próprio.

Por outro lado, também estamos longe do Frank Mackey de Magnolia - uma espécie de paródia amarga e radical, comovente também, da figura de Cruise por Cruise.

Jack Reacher é um justiceiro sempre relutante mas, uma vez obrigado pelas circunstâncias a engrenar a hiper-velocidade, altamente empenhado em levar tudo à sua frente, de modo a poder regressar o mais depressa possível à sua introspectiva casa de partida - o lugar mental de onde, por ele, nunca sairia.

Por Nuno Henrique Luz

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
12A
Data de estreia
sexta-feira 21 outubro 2016
Duração
118 minutos

Elenco e equipa

Realização
Edward Zwick
Argumento
Marshall Herskovitz, Edward Zwick, Richard Wenk
Elenco
Tom Cruise
Cobie Smulders
Robert Knepper
Também poderá gostar