O Herói de Hacksaw Ridge

Filmes
Escolha dos críticos
5 /5 estrelas
O Herói de Hacksaw Ridge

A Time Out diz

5 /5 estrelas

O Herói de Hacksaw Ridge, de Mel Gibson, figura individualista e peculiar, é o melhor filme americano de 2016

Não há hoje em Hollywood actor tão fascinante para os conhecedores da matéria do que Mel Gibson, e realizadores também não há muitos. É este segundo ponto que nos importa agora.

Nos últimos 15 anos, por aquilo que disse e não foi bonito como pelos filmes que teve de pagar para poder fazê-los (A Paixão de Cristo, Apocalypto), Gibson saiu da pista, passou ao largo da Hollywood eternamente vigilante das boas maneiras ideológicas à mesa e conduzida por marketeiros de tendências psicopatas em questões de controlo do risco.

Mas da poeira do desastre de relações públicas saiu uma verdade maior, e ela só podia ter saído através daquele espectáculo de personalidade e independência dado por Gibson. A de que o cinema americano, com todos os seus encantos, é, vezes demais, uma conversa altamente irritante.

Há um momento na vida do espectador mais assíduo em que os esforços exagerados de Hollywood começam a mexer-nos com os nervos. Aqueles níveis de excitação e polimento são no fundo os da publicidade, e com o tempo a insolência com que vemos anúncios é a mesma com que vemos 99 por cento dos filmes americanos. Também não ajuda nada a coisa ser sempre atada com um lacinho perfeito no fim da festa, e é um facto que a pessoa que disse que para Hollywood ser melhor bastava cortar os dez minutos finais a cada filme tinha toda a razão. É aqui que entra O Herói de Hacksaw Ridge.

O novo filme de Gibson é a história, verdadeira, de um objector de consciência, Desmond Doss (Andrew Garfield, a anos-luz do puto esforçado que fez de Homem-Aranha), que por experiência, fé e puro individualismo se recusou a pegar em armas durante a Segunda Guerra Mundial e mesmo assim foi um dos seus heróis, e um dos mais condecorados. É também o grande filme de guerra desde O Resgate do Soldado Ryan, para não dizer que está acima do título de Spielberg, o que por sinal também está.

A primeira parte mostra-nos a formação e o calvário de Doss, exteriormente um rústico da Virgínia mas temperamentalmente um aristocrata teimoso que pensa pela sua cabeça e quer é provar-se no terreno. A parte dois, no coração da batalha de Okinawa, três meses de horror contínuo e mais de 80 mil mortos em 1945, não muito longe do final da guerra, é a peça central de O Herói de Hacksaw Ridge.

Num lance rápido, Gibson atira-nos à bruta para dentro da acção. Corpos carbonizados, braços e pernas arrancados, cabeças cortadas, tripas ao sol, a berraria infernal dos homens e das máquinas, a fúria e a vertigem da luta até à morte — nunca se viu nada assim fabricado em Hollywood.

No meio de tudo, Doss, que durante a recruta já mostrara que a segurança física por si só pouco lhe interessava na presença de uma certeza íntima de intensidade mais elevada, desafia as ordens de retirada e debaixo do fogo japonês vai salvar um grupo de soldados americanos, muitos deles feridos ou moribundos e por isso um desafio logístico especial.

Na figura de Doss, em suma, Gibson mostra-nos um homem que acredita sem ponta de cinismo em valores de ordem superior, ou pelo menos laterais ao consenso atávico da época, e age em conformidade, que se lixem as consequências imediatas. O que, pensando bem, faz lembrar um certo actor e realizador.

O que torna Mel Gibson atraente como autor é ser um tipo que sabe demais e não consegue fingir que não sabe, alguém preso com esse conhecimento dentro das paredes do crânio e que tem nos filmes a única maneira de sair de lá. Não é preciso gostar dele para o achar, a ele e ao seu atrevimento — que é também o de Clint Eastwood, mas em ainda mais corajoso, peculiar e transcendente -, de raro interesse. E é assim que O Herói de Hacksaw Ridge é, até ver, o grande filme americano de 2016.

Por Nuno Henrique Luz

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Duração
131 minutos

Elenco e equipa

Realização
Mel Gibson
Argumento
Andrew Knight, Robert Schenkkan
Elenco
Andrew Garfield
Sam Worthington
Vince Vaughn
Rachel Griffiths
Teresa Palmer
Hugo Weaving
Também poderá gostar