Os Sete Magníficos

Filmes, Acção e aventura
Escolha dos críticos
3 /5 estrelas
Os Sete Magníficos

A Time Out diz

3 /5 estrelas

Um filme sobre sete homens que procuram justiça

Sinal dos tempos, na versão de Os Sete Magníficos de Antoine Fuqua os bandidos não são meros ladrões como no filme de 1960 de John Sturges ou naquele que inspirou esse, Os Sete Samurais (1954) de Akira Kurosawa. É um vilão (Peter Sarsgaard) que se quer apoderar de uma vila para explorar as minas em volta. Perde-se a “inocência” do roubo, do saque, da apropriação, ganha-se em contexto do mundo actual: o homem/vilão objectivista, que, bem analisado, é derivado do de Ayn Rand.

Isso dá cartas nesta versão, mas não há uma boa correspondência com o resto. Perdem-se nos laços que unem os tais sete magníficos, que numa correria formam o grupo que irá defender aquela pequena comunidade, sem existir grande impacto do seu passado/personalidade, salvo três excepções e meia: Vincent D'Onofrio, Chris Pratt, Byung-hun Lee e a meia vai para Denzel Washington, com mais tempo de antena. Apesar do ambiente e do esforço, Fuqua não fez um western, mas um filme de acção com cavalos, pó e algum whisky bom para a cirrose.

André Almeida Santos

Por André Almeida Santos

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
12A
Data de estreia
sexta-feira 23 setembro 2016
Duração
133 minutos

Elenco e equipa

Realização
Antoine Fuqua
Argumento
Richard Wenk, Nic Pizzolatto
Elenco
Chris Pratt
Matt Bomer
Denzel Washington
Vincent D'Onofrio
Ethan Hawke
Peter Sarsgaard