Get us in your inbox

Mauro Gonçalves

Mauro Gonçalves

Editor Executivo, Time Out Lisboa

Experimentou o Lifestyle e a Cultura e nunca mais quis outra coisa. Bastou uma rápida passagem pela redacção do Público (corria o ano de 2011) para perceber o bem que se está por estas bandas. A Time Out encarregou-se do resto – de o levar a conhecer os cantos à cidade de Lisboa e fazê-lo ganhar um gostinho por lojas, artesãos e novas marcas locais. A moda esteve sempre no topo da lista, dentro e fora da redacção. À mesa, será sempre um eterno dividido entre as modernices do nosso tempo e todos aqueles lugares que pararam no tempo. Se tudo um resto falhar, um bom croquete vai sempre fazê-lo feliz.

Follow Mauro Gonçalves

Articles (153)

Biquíni ou fato de banho? Fique de olho nestas marcas portuguesas

Biquíni ou fato de banho? Fique de olho nestas marcas portuguesas

Se sabemos quais são as melhores praias de Lisboa e arredores e as piscinas low cost onde todos querem mergulhar, mal seria se não tivéssemos também uma palavra a dizer sobre os modelitos para ir a banhos. Dos mais arrojados aos mais discretos, dos biquínis mais reveladores aos fatos de banho mais tapadinhos, basta escolher aquele com que vai apanhar banhos de sol e de água salgada – ou doce, se for o caso. Na dúvida escolha já mais do que um, sob o pretexto de estar a apoiar a criatividade nacional.  Fizemos um roteiro pelas melhores lojas de marcas portuguesas de fatos de banho, biquínis e calções, com opções para todos os gostos, carteiras e corpos. Pelo caminho e para quem não se importa de comprar sem experimentar, também temos algumas sugestões de lojas online. Recomendado: 👰🏼‍♀️ As melhores lojas de vestidos para casamento

Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Exposições em Lisboa para visitar este fim-de-semana

Aproveite o fim-de-semana para descobrir uma dúzia de exposições em Lisboa. Uma proposta para tornar os próximos dias mais culturais – sozinho, com a família ou os amigos (vai tudo atrelado). Com tantos museus e galerias na cidade, é impossível não ter o que ver. Mas não queremos que se perca e, por isso, dizemos-lhe quais as exposições a que deve prestar mais atenção (e aproveite para espreitar a Feira de Arte e Antiguidades, que fica na Cordoaria Nacional até 21 de Abril). Só tem de decidir por onde quer começar: pintura, fotografia, ilustração, design ou instalações de grande escala. Trace o roteiro cultural e bom fim-de-semana. Recomendado: Estas exposições gratuitas em Lisboa valem a visita

Bem-vindo à selva! Os projectos verdes que estão a mudar a cidade

Bem-vindo à selva! Os projectos verdes que estão a mudar a cidade

Lisboa têm um futuro verde pela frente, pelo menos no que depender destes projectos. É certo que já contamos com belos jardins e parques – pretexto mais do que suficientes para partir à descoberta sem se afastar muito de casa –, mas falamos de uma revolução que passa por espalhar ainda mais clorofila pela cidade. Através de programação cultural, propostas ecológicas, iniciativas de intervenção social e até ideias de negócio, eles querem promover o gosto pela botânica em meio urbano. Fomos conhecer estudiosos, cuidadores, activistas, criativos e empreendedores, unidos por um objectivo comum: criar laços entre pessoas e plantas.

Os melhores serviços de entrega de flores ao domicílio

Os melhores serviços de entrega de flores ao domicílio

Um ramo de flores bem arranjadinho é um presente que nunca sai de moda. Para assinalar o nascimento do bebé da amiga, o aniversário da mãe, o Dia dos Namorados ou simplesmente para pedir desculpa ou surpreender alguém no local de trabalho. Para ajudar a resolver o problema da falta de tempo para ir escolher o bouquet mais bonito (quem sabe, não há um casamento à porta), há serviços de entrega de flores ao domicílio prontinhos a ajudarem. Há opções singelas, mais em conta, ramos com flores secas e outras de todas as cores e feitios que impressionam qualquer um, independentemente da ocasião. Recomendado: As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

A agenda não dá descanso, pelo menos no que diz respeito a novas lojas em Lisboa. Para que não perca o fio à meada na hora de renovar o armário, de repensar a decoração da sala ou até mesmo de pensar numa mudança de visual, damos-lhe um lamiré das inaugurações dos últimos meses. Há espaços que dão nova vida aos bairros, enquanto outros resgatam tesouros de outras épocas e até o desafiam a pôr as mãos na massa. Mesmo para aqueles que se preocupam com a sustentabilidade, há sítios à espera de visita. As lojas abriram e nós registámos. Agora é só definir o orçamento e fazer a lista de compras, ou simplesmente deixar-se levar por este roteiro de novidades. Recomendado: Lojas para comprar discos de vinil em Lisboa

Alongar, suar, dançar: sete estúdios de pilates para manter a forma

Alongar, suar, dançar: sete estúdios de pilates para manter a forma

Não há nada de novo a dizer sobre o pilates – foi desenvolvido no início do século XX por um senhor alemão chamado Joseph e desde então tem conquistado aficionados em todo o mundo –, apenas podemos acrescentar que é uma das modalidades de treino que mais tem proliferado no último ano. Pretexto para uma lista (que tem tanto de útil como de inspiradora) com alguns dos melhores estúdios de pilates em Lisboa. Não esquecendo os que seguem o método na sua forma mais pura, incluímos uma nova espécie de aula, onde a música mexida e as máquinas Reformer casam na perfeição. Se já experimentou o cycling, deu uma oportunidade ao boxe e chegou à conclusão que correr não é para si, por agora, entregue-se ao pilates. Recomendado: Os melhores ginásios em Lisboa para pôr o corpo a mexer

Cortar ou pintar? Decida-se e tome nota dos melhores cabeleireiros em Lisboa

Cortar ou pintar? Decida-se e tome nota dos melhores cabeleireiros em Lisboa

Preparado para se livrar de vários centímetros de cabelo? É hoje que faz aquela madeixa azul ou aquele pente zero? Mesmo que tenha respondido não às questões anteriores, recomendamos alguns dos melhores cabeleireiros em Lisboa para que se possa entregar aos cuidados de quem percebe do assunto. Sabemos que o roteiro de beleza é bem mais vasto – inclui barbearias cheias de pinta, os sítios da moda para fazer as unhas ou até os tatuadores que estão a dar cartas em Lisboa – mas encontrar um bom cabeleireiro continua a ser uma aventura. Fizemos uma lista com quase 20 sugestões – há nomes de referência na cidade (dos mestres do corte aos ases da cor), espaços dignos de Instagram, catálogos com produtos naturais e orgânicos e conceitos originais. Recomendado: Dez tratamentos de spa em Lisboa até 50€

Para quando a próxima manicure? Sete sítios para fazer as unhas em Lisboa

Para quando a próxima manicure? Sete sítios para fazer as unhas em Lisboa

Da manicure mais discreta aos supra-sumos da nail art, cuidar das unhas é uma preocupação cada vez mais presente no quotidiano – delas, sobretudo, mas também deles, uma vez que os adeptos entre o público masculino crescem a olhos vistos. Em Lisboa, há serviços para todos os gostos: ases do detalhe, capazes de executar a arte final mais elaborada e minuciosa, cuidadores dedicados, dos que não descansam enquanto não o vêm sair de peles cortadas, unhas limadas e cutículas bem oleadas. Vêm juntar-se à parafernália de serviços que já temos por cá para – cabeleireiros, barbearias e até spas. Para ajudar quem ainda não encontrou a sua alma gémea (no que às lides das unhas diz respeito), sugerimos sete salões de manicure para fazer as unhas em Lisboa. Recomendado: Sangue novo, tinta fresca. Estes tatuadores estão a pôr Lisboa no mapa

As melhores lojas de vestidos para casamento

As melhores lojas de vestidos para casamento

A época alta está aí e nós fizemos um levantamento exaustivo de tudo o que vai precisar. Um chapéu para se destacar numa cerimónia em plena luz do dia? Temos. Uma lista com os melhores cabeleireiros da cidade? Óbvio que sim. Onde encontrar as jóias mais especiais? Não precisa de dizer mais nada. Só fica mesmo a faltar o roteiro com as melhores lojas (e marcas) de vestidos para casamento – como convidada, claro, que para noivas são outros quinhentos. Das grandes marcas internacionais às etiquetas portuguesas, com ou sem loja física, há opções para todos os gostos. Tome nota e vista-se para arrasar. Recomendado: As novas lojas em Lisboa que tem mesmo de conhecer

As melhores lojas de roupa para homem em Lisboa

As melhores lojas de roupa para homem em Lisboa

Da alfaiataria ao streetwear – sem esquecer as melhores lojas de ténis ou até as paragens obrigatórias do circuito de lojas vintage e em segunda mão – o roteiro de lojas de roupa e acessórios exclusivamente (ou sobretudo) dedicadas ao universo masculino está a crescer. Com a vaidade aumenta a exigência, por isso nesta ronda pelas melhores lojas para homem em Lisboa vai encontrar algumas das mais bonitas, além daquelas famosas concept stores onde apetece perder a cabeça e comprar tudo. Pelo meio, há ainda uma mão-cheia de marcas portuguesas. Depois das compras, não se esqueça que também precisa de ficar penteado e bem aparadinho – e para isso tem as melhores barbearias em Lisboa. Recomendado: As melhores marcas e lojas de vestidos para casamento

As melhores escapadinhas por Portugal

As melhores escapadinhas por Portugal

Acabamos todos os anos a sonhar com o ano seguinte. Falta sempre tempo para tudo o que queremos fazer. Então, pegámos no calendário de 2024, assinalámos os feriados e fins-de-semana grandes que aí vêm, cruzámo-los com a agenda cultural de norte a sul e começámos a fazer planos para os aproveitar ao máximo noutras paragens, do Minho ao Algarve, com passagem pela Madeira e pelos Açores, em alojamentos novos, bonitos e confortáveis. São os caminhos mais rápidos para o chamado slow living, esse conceito sedutor mas fugidio. Depois destas escapadinhas por Portugal, voltaremos certamente muito mais felizes e disponíveis para as nossas cidades de sempre, possam elas perdoar-nos a infidelidade. Para escapadinhas que valem por dois, compre a Caixa 2por1 Deluxe da Time Out - 10 Grandes Hotéis de Portugal.  Recomendado:☀️ Há paraísos perto de Lisboa para explorar⛵️ 35 coisas para fazer na Comporta

Dos 10 aos 100: presentes de Dia do Pai para todos os bolsos

Dos 10 aos 100: presentes de Dia do Pai para todos os bolsos

Dia do Pai é todos os dias, mas temos o 19 de Março a servir de lembrete para os mais distraídos. Até porque sabemos que ninguém gosta de deixar este dia passar em claro – nem que seja para poder arrastar o pai para ir beber um copo. Bem ou malcomportados, todos os pais merecem ser o centro das atenções. A pensar nisso, fomos às compras, sempre a pensar em todos os orçamentos. Escolhemos as melhores prendas para pais (algumas em lojas lisboetas, conhecidas por serem dirigidas ao público masculino), sejam eles mais clássicos ou desportivos, mais sérios ou descontraídos. Agora, não deixe para a última e aproveite estas 32 ideias de presentes para o Dia do Pai.  Recomendado: À procura de algo especial? Estas são as melhores concept stores de Lisboa

Listings and reviews (27)

Relíquias da Memória

Relíquias da Memória

Mais do que uma loja, este é um daqueles sítios onde nos podemos perder — em épocas e acabamentos, em detalhes e medidas, a visualizar como esta ou aquela peça ficariam lá em casa. Os objectos são às centenas e atravessam séculos de história. No espaço anteriormente ocupado pela República das Flores, as peças de decoração, mobiliário e luminária são a perder de vista. Há de tudo um pouco: arte sacra, móveis oitocentistas, candeeiros da década de 60, porcelanas orientais, lustres, letreiros e até um antigo posto de gasolina.

Sons of the Silent Age

Sons of the Silent Age

É a última inauguração de Bruno Lopes e Tiago Andrade, também conhecidos como os senhores da moda vintage. A loja que nasceu como projecto fotográfico ganhou um espaço físico, mesmo em plena pandemia. Ao lado de peças mais especiais (o que inclui Chanel, Dior ou Saint Laurent), há peças personalizadas pelos próprios proprietários. Além do espaço na Calçada do Combro, a Sons of the Silent Age também já chegou à Rua do Ouro, no número 172.

Homecore

Homecore

Alexandre Guarneri conheceu Portugal há 30 anos, na mesma altura em que fundou a sua própria marca de moda e lhe deu um nome que perdura até hoje, Homecore. Disposta em dois expositores, a colecção divide-se entre as linhas masculina e feminina. No vestuário, há um tipo de minimalismo que privilegia os cortes e os materiais. Muitas das roupas são reversíveis e feitas com tecidos provenientes de stocks parados de fábricas portuguesas. Mas há mais para descobrir nesta loja. Veja, os ténis que andam nas bocas do mundo, estão aqui e são, também eles, um projecto de amigos. La Boite Concept, uma marca francesa de colunas, gira-discos e sistemas de som, demonstra uma verdadeira valorização do design, enquanto as cerâmicas de Cécile Mestelan incorporam as linhas de algumas das peças da Homecore. A montra fica completa com a perfumaria e cosmética da bicentenária Buly e com as almofadas do Flores Textile Studio.

Boudoir Vintage Boutique

Boudoir Vintage Boutique

Entrar na Boudoir Vintage Boutique é como afastar a cortina que separa esta antiga sala, reservada à intimidade feminina, do resto da casa. Entre corpetes cor-de-rosa, luvas de renda, camisas de noite e combinações de toque sedoso e robes acetinados, a abertura da loja, em Abril de 2021, veio aumentar o nível de especificidade dos espaços já dedicados ao segmento da segunda mão em Lisboa. Aqui, brilha a roupa interior. A roupa interior não é a única coisa à venda na Boudoir Vintage Boutique. Como complemento, existem expositores com outras peças em segunda mão, algumas com assinatura de designer. 

Studiorise

Studiorise

É no estúdio onde tudo acontece. É escuro, tem capacidade para 20 pessoas (lotação reduzida devido à pandemia) e está equipado com um sistema de som digno de uma pista de dança. Porém, dançar só mesmo com os pés atarraxados nos pedais. Sim, porque estas aulas exigem calçado próprio, disponibilizado pelo estúdio e a fazer lembrar as velhas idas ao bowling. O studiorise abriu em Outubro de 2021 com uma versão festiva das habituais aulas de cycling. São 45 minutos non stop, o que significa que tem de ir preparado para suar em bica, do princípio ao fim. Não se preocupe porque no escurinho da sala não dá para ver nem a pessoa que está ao lado. Quanto à música, tudo depende de quem dá a aula. A trupe de instrutores é a jóia da coroa do Studiorise. São sete e cada um leva para o estúdio os seus ritmos favoritos.

American Vintage

American Vintage

Foram anos a conquistar a clientela lisboeta com um estilo minimalista de inspiração mediterrânica. Em 2021, a francesa American Vintage decidiu expandir-se na capital portuguesa e abrir uma loja na artéria mais luxuosa da cidade, a Avenida da Liberdade. Com cerca de 150 metros quadrados, o espaço reúne as colecções feminina e masculina da marca e faz parte de um plano de novas aberturas que contempla várias cidades europeias.

Drogaria Oriental

Drogaria Oriental

Quem diria que a loja que vende as famosas toucas às flores já tem mais de 120 anos? Nada mal. Ao contrário dos velhos negócios familiares que passam de pais para filhos, entre os três proprietários que a Drogaria Oriental já teve, não há qualquer parentesco. Nas prateleiras mantêm-se as especialidades da casa e não há grande superfície que lhes faça sombra. São escovas de fios de seda, sabonetes Ach. Brito, cremes Benamôr, perfumaria avulsa (ainda com os frascos antigos) e, claro, as toucas que um dia Cristina Ferreira descobriu e que, depois disso, começaram a sair que nem pão quente para todos os pontos do país. E o balcão é mesmo o original.  

Galeria Underdogs

Galeria Underdogs

Nascida em 2010 num armazém colossal do Braço de Prata, por aí passam alguns dos mais mediáticos artistas da actualidade. Dantes, o grande corpo artístico que é a Underdogs vivia com um pé em Marvila e outro no Cais do Sodré, mas os pés juntaram-se para caberem todos dentro do armazém na Rua Fernando Palha. Se antes havia duas casas a albergar obras de arte, agora passa a haver só uma – a Underdogs Art Store está agora instalada em Marvila, junto da galeria que sempre esteve por ali. Além disso, há também a Underdogs Capsule, dedicada a pequenas exposições e projectos experimentais.

Smile You Are in Spain Studio Part I

Smile You Are in Spain Studio Part I

Não, esta exposição não é financiada pelo Instituto de Turismo de España, embora a campanha publicitária lançada em 2004 tenha inspirado, e muito, o artista em questão. O objectivo foi, desde o início, ter magotes de gente a passar férias pelo país inteiro. Ora, o português Luís Lázaro Matos fez-lhes a vontade. Pisou os cenários paradisíacos dos anúncios e olhou para a forma como a paisagem, as tradições, as pessoas e a arte depressa são convertidas em coisas pontas a consumir. Daí, nasceu “Smile You Are in Spain Studio”. A primeira parte acaba de inaugurar na galeria Madragoa; a segunda, na forma de uma instalação performativa, vai ter de esperar até dia 24 de Fevereiro, dia em que arranca mais uma edição da ARCO, em Madrid. Mas, afinal, que postais trouxe o artista desta gincana por terras espanholas? Bem, talvez seja melhor saber primeiro o que levou na mala. Um smile e, por oposição, O Grito, de Edvard Munch, aqui, símbolo do amargo de boca trazido pela crise económica que bateu à porta, anos depois. A obra-prima foi à praia, tirou fotografias e agora o cenário veraneante veio para Lisboa, com paredes amarelas, desenhos na fachada da galeria e com a música “Hay Que Venir Al Sur”, de Raffaella Carrà, a ecoar ao longo da exposição. Vídeo, fotografia e desenho abrem o apetite para ver o capítulo seguinte. Até lá, é na Madragoa que o Verão espanhol estende a toalha.

Second Chance

Second Chance

Para João Figueiredo, não há como o retrato clássico. É no meio de intrigas palacianas e caprichos da nobreza que o artista ocupa a Galeria Espaço Arte Livre até meados de Janeiro. Nos últimos anos, este tem sido o cenário trabalhado por João e o resultado é agora trazido para a Avenida. Há uma instalação e um vídeo, mas é nas pinturas que o autor desafia os visitantes e desvendarem as histórias das personagens que lhe têm povoado o imaginário. Da condessa de peitos fartos e olhar superior ao barão de ar comprometido, em alguns casos as expressões denunciam que estão ligados entre eles e pelas razões mais rocambolescas. A relação de quem visita “Second Chance” com as pinturas é, por isso, imediata, numa espécie de big brother setecentista. No final, muito fica por desvendar, não fosse o artista um perito em aguçar curiosidades.

Barahona Possollo

Barahona Possollo

Depois do retrato oficial do ex-presidente da República, já muita tinta correu do pincel de Carlos Barahona Possollo. Ainda assim, esta é a primeira exposição do pintor, desde que a obra-prima veio a público, momento a que o próprio chama de “impacto mediático”. Se o nome continua fresco na cabeça dos lisboetas, isso só o número de entradas no Espaço Cultural Mercês o dirá. O que garantimos, desde já, é que Barahona Possollo volta ao Príncipe Real em preparos bem diferentes dos da última vez. O homoerotismo esbateu-se. Há corpos sim, mas muito mais próximos do nu mitológico, daquele que tem as curvas e protuberâncias todas no sítio, mas que não faz corar tanto. Dado o primeiro aviso, o segundo: aqui, o pintor diversificou o formato. Mal entramos, tanto damos de caras com o rapaz saudável com meia melancia (do mais próximo dos trabalhos anteriores de Possollo que vai ver por aqui), como nos apercebemos da quantidade de pequenas telas espalhadas pelas paredes. É caso para dizer que o artista se rendeu ao encanto das coisas pequenas. “Sinto que nos quadros pequenos posso arriscar mais do que nas grandes telas. Nessas, acho que não me dou tanta liberdade”, explica. E quando olhamos de perto, o realismo de Barahona Possollo ganha outros ares. Atraído pela mancha impressionista, passou o último ano de volta de paisagens: falésias, rochedos, colinas e, em dois casos muito particulares, a cidade de Lisboa. Ao longo dos quase 30 quadros, a figura humana ficou para segundo plano, numa

Pontas Soltas

Pontas Soltas

O senhor da imagem está bem, não se preocupe. Por estes dias, a loja e galeria Mona, nas Janelas Verdes, recebe a exposição “Pontas Soltas”, de Ivo Purvis, mais uma mente criativa da publicidade que se deu conta de que o que faz todos os dias talvez tenha o seu quê de artístico. E parece que algumas boas ideias não se chegaram a conveter em anúncios. Aqui, a avalanche de bonecada foi inevitável. Homem dos Bonecos é uma das imagens que pode ver durante as próximas semanas.

News (482)

Avenida da Liberdade ainda mais concorrida? Olhe que é possível

Avenida da Liberdade ainda mais concorrida? Olhe que é possível

A avenida onde se concentram as lojas mais luxuosas da cidade volta a puxar pelo que tem de melhor, num evento que inclui workshops de culinária e cocktails, joalharia e escrita criativa, treinos personalizados, um concerto de jazz, exposições e visitas guiadas. De 4 a 10 de Maio, aAvenida Open Week, iniciativa da Associação Avenida da Liberdade (AAL), vai contar com a participação de hotéis, lojas, restaurantes, serviços personalizados, um museu e ateliers de alfaiataria e alta-costura. As actividades são gratuitas. Na edição deste ano, destaca-se o lançamento do serviço de personalização exclusivo da Cartier, que promove a interação entre os convidados e artesãos. Na André Ópticas, que também recebe, no dia 4 (11.00-19.00), o workshop Family Affair – Savoir Faire dos óculos extraordinários. No dia 7 de Maio, a programação conta com duas masterclasses – de maquilhagem, com a maquilhadora Cátia Sousa, na loja Maison Sisley (11.30-12.00, 15.30-16.30), e de joalharia, na loja e atelier de Maria João Bahia (11.00). O Museu Medeiros e Almeida vai abrir as portas, no dia 8 (18.00), para que os visitantes possam conhecer a sua história, o seu fundador e as principais peças da colecção. A Livraria Buchholz também vai marcar presença com a sessão prática Escrita para todos, no dia 10 (18.30), com a autora Margarida Fonseca Santos. Na vertente do exercício físico, o Club 7, no Parque Eduardo VII, convida para um open day com aulas ao ar livre de ténis, no dia 4 (10.30-12.00). No mesmo

Arco Lisboa começa a 23 de Maio. Um terço das galerias são portuguesas

Arco Lisboa começa a 23 de Maio. Um terço das galerias são portuguesas

Não há dúvidas de que a Cordoaria Nacional é o sítio predilecto das feiras de arte. No dia em que arranca mais uma edição da Feira de Artes e Antiguidades de Lisboa, a feira espanhola de arte contemporânea Arco anunciou as datas – e mais alguns detalhes – da próxima vinda a Lisboa. Vai decorrer de 23 a 26 de Maio, no sítio do costume, e juntará 82 galerias em representação de 14 países. Uma diversidade de mercados que fica aquém da edição passada – em 2023, a Arco Lisboa reuniu expositores de oriundos de 22 países. É a 7.ª edição da Arco Lisboa, que estará dividida em três áreas, a começar pelo Programa Geral, que conta com 59 galerias seleccionadas pela organização. Charim (Viena), adn (Barcelona) ou a L21 (Palma de Maiorca) são algumas das estreantes. Numa edição em que mais de um terço das galerias são portuguesas (28, ao todo), saltam à vista nomes como Graça Brandão, que regressa depois de um pequeno hiato, Bruno Múrias, Cristina Guerra Contemporary Art, Francisco Fino, Madragoa, Pedro Cera, Vera Cortês, Jahn und Jahn e Foco, estas últimas agora integradas na secção geral depois de terem feito parte do Opening Lisboa no último ano. Dentro da principal secção da Arco Lisboa incluem-se ainda os projectos SOLO – dedicados a apresentar em profundidade o trabalho de artistas internacionais. O Opening Lisboa conta, este ano, com 16 galerias. Dedicado a "explorar novas linguagens e espaços artísticos com o objectivo de atrair novos conteúdos para a feira", este espaço resulta d

Goethe-Institut dedica-se à moda sustentável, já este sábado

Goethe-Institut dedica-se à moda sustentável, já este sábado

É já este sábado que o Goethe-Institut abre as portas para um dia dedicado a promover a sustentabilidade numa das indústrias mais nocivas para o meio ambiente, a moda. A Day of Reimagined Fashion é um programa que arranca às 11.00 com o workshop Mending Sharing & Caring. Durante duas horas, os participantes juntam-se a Sophie Lloydof, fundadora da marca Ziggy Lloyd, e à stylist Michelle Pozon, para perceberem como podem dar uma nova vida às peças mais cansadas do guarda-roupa, com alguns conselhos de styling pelo meio. Os bilhetes têm um custo de 33,25€ e podem ser adquiridos online. Às 13.30, o instituto alemão transforma-se em sala de cinema para exibir Fashion Reimagined. O documentário de 2023, realizado por Becky Hutner, conta o percurso de Amy Powney, designer de moda sediada em Londres, fundadora e directora criativa da marca Mother of Pearl. Filha de activistas ambientais, propôs-se a criar uma colecção totalmente ética e sustentável. Uma missão que começa na origem das fibras têxteis, nos rebanhos de ovelhas do Uruguai, e que culmina nas peças finais, confeccionadas numa fábrica austríaca movida a vapor. A mesma designer estará, às 16.00, numa mesa-redonda debruçada sobre o tema. Além de Powney, o painel inclui Tiffanie Darke, escritora e jornalista com um vasto trabalho na área da moda responsável, Ana Tavares, CEO da RDD Textiles, empresa portuguesa pioneira no desenvolvimento de práticas ambientalmente sustentáveis e tecnologias inovadoras no sector, e Joana

Novo festival toma conta do CCB para celebrar a língua e a liberdade

Novo festival toma conta do CCB para celebrar a língua e a liberdade

O Dia Mundial da Língua Portuguesa (assinalado a 5 de Maio) e os 50 anos da Revolução dos Cravos são o pretexto para um fim-de-semana de celebração através das artes. Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Timor são os países que protagonizam a primeira edição do Festival FeLiCidade, marcado para os dias 4 e 5 de Maio, com entrada gratuita, em vários espaços do Centro Cultural de Belém. É um festival "assente no diálogo entre os países que utilizam a língua portuguesa, explorando as suas diversas disposições, desconstrução e possibilidades", como se lê no texto de apresentação divulgado esta semana. Literatura, música, cinema e performance são as artes convocadas, com dezenas de artistas e autores convidados a reflectir "sobre uma relação de centenas de anos, a discutir a pluralidade de raízes e identidades, sem rasurar a complexidade, a violência e a exclusão da História." DRVaiapraia Ao longo destes dois dias, a programação inclui concertos, oficinas, leituras encenadas, aulas, filmes, conversas, performances, sessões de spoken word e até um mercado. O arranque, no sábado, acontece com uma aula sobre literaturas africanas, leccionada porInocência Mata. Espera-se ainda uma conversa entre a escritora portuguesa Ana Margarida Carvalho, o autor cabo-verdiano Germano Almeida e o timorense Luís Cardoso. Ao final da tarde, as trocas de ideias dão lugar à música, programa que tem início com o colectivo Meia/Fé e segue com nomes como Lula Pe

El Time Out Market de Oporto abrirá sus puertas al público en mayo

El Time Out Market de Oporto abrirá sus puertas al público en mayo

Ya queda menos por disfrutar de la mejor gastronomía de la ciudad en el nuevo Time Out Market en Barcelona, que tendrá 14 chefs, un restaurante de servicio completo y cuatro bares y unas vistas privilegiadas de la ciudad. Mientras esperamos su inauguración, esta primavera podréis hacer un viaje a Portugal y visitar el nuevo Time Out Market de Oporto. La apertura está prevista para principios de mayo y es uno de los proyectos más esperados de la ciudad de este año. El Time Out Market de Oporto estará situado en el ala sur de la famosa estación de São Bento e incluirá 12 de los restaurantes más interesantes de la ciudad, dos bares y una torre panorámica. Foto: Shutterstock Además, ahora también podemos anunciar que se han añadido otros dos nombres a la lista del mercado. El primero es Ricardo Costa, que tiene dos estrellas Michelin en The Yeatman, un impresionante restaurante de Vila Nova de Gaia con vistas panorámicas de Oporto. Rafaela Louzada, que hace dos años abrió el Gruta, recomendado por la guía Michelin y dirigido por mujeres, también se suma al proyecto. Los cocineros se incorporarán a un cartel muy emocionante. Hay varios chefs con estrella Michelin como Vasco Coelho y Rui Paula (que tienen una y dos estrellas respectivamente), así como establecimientos como Fava Tonka, un restaurante vegetariano de Nuno Castro, y Casa Inês, un local de cocina clásica. Meia-Nau traerá pescado y marisco fresco de Matosinhos (una ciudad al norte de Oporto), Okra suministrará pizzas n

El Time Out Market de Porto obrirà les portes al públic al maig

El Time Out Market de Porto obrirà les portes al públic al maig

Ja queda menys per gaudir de la millor gastronomia de la ciutat al nou Time Out Market a Barcelona, que tindrà 14 xefs, un restaurant de servei complet i quatre bars i unes vistes privilegiades de la ciutat. Mentre esperem la seva inauguració, aquesta primavera podreu fer un viatge a Portugal i visitar el nou Time Out Market de Porto.  L'obertura està prevista per a principis de maig i és un dels projectes més esperats de la ciutat d'aquest any. Time Out Market Porto estarà situat a l'ala sud de la famosa estació de São Bento i inclourà 12 dels restaurants més interessants de la ciutat, dos bars i una torre panoràmica. Foto: Shutterstock A més, ara també podem anunciar que s'han afegit dos noms més a la llista del mercat. El primer és Ricardo Costa, que té dues estrelles Michelin a The Yeatman, un restaurant impressionant de Vila Nova de Gaia amb vistes panoràmiques de Porto. Rafaela Louzada, que fa dos anys va obrir el Gruta, recomanat per la guia Michelin i dirigit per dones, també se suma al projecte. Els cuiners s'incorporaran a un cartell ja molt emocionant. Hi ha diversos xefs amb estrella Michelin com Vasco Coelho i Rui Paula (que tenen una i dues estrelles respectivament), així com establiments com Fava Tonka, un restaurant vegetarià de Nuno Castro, i Casa Inês, un local de cuina clàssica. Meia-Nau portarà peix i marisc fresc de Matosinhos (una ciutat al nord de Porto), Okra subministrarà pizzes napolitanes d'un forn de llenya, Tábua Rasa servirà les seves boníssime

Da moda vintage aos produtos locais: três mercados para pôr na agenda

Da moda vintage aos produtos locais: três mercados para pôr na agenda

É a segunda edição do Local Market do Mīrārī, já este domingo, ali para os lados de Alcântara. Vai ser possível abastecer o guarda-roupa e, simultaneamente, a dispensa. O evento reúne desde roupa e acessórios a iguarias culinárias, como pão, queijos artesanais, vegetais e fruta. Tem o dia inteiro para se dedicar às compras, entre as 10.00 e as 23.00, e a entrada é gratuita. Fome também não há-de passar – há bancas residentes de street food prontas para satisfazer todos os apetites, incluindo hambúrgueres, pizzas, waffles e crepes. Também durante o fim-de-semana, o mercado alternativo Anjos 70 volta a fazer das suas. Está marcado para os dias 6 e 7 de Abril. A entrada é gratuita e as portas abrem das 11.00 às 19.00, nas A11 Galleries, em Alvalade. Este art & flea market, com mais de 70 bancas, é um ponto de encontro de artistas, artesãos, colecionadores e entusiastas e tem opções para todos os gostos: desde antiguidades e peças vintage, a criações contemporâneas e peças de roupa nunca usadas. Originalmente Feira das Almas, teve origem em 2012, no Regueirão dos Anjos e, desde então, tem sido presença assídua na agenda lisboeta. Nos dias 20 e 21 de Abril, o mercado vai até ao 8 Marvila. Roupa ao quilo em Alcântara Com um conceito diferente, no Vinokilo (um outro mercado), os visitantes não pagam por peça, mas sim, por quilo. O evento nasceu na Alemanha, em 2016 e tem percorrido algumas cidades europeias. Volta a passar por Lisboa, nos dias 12, 13 e 14 de Abril, também no espaço

Joana Vasconcelos despede-se do MAAT com meditação, dança e um DJ

Joana Vasconcelos despede-se do MAAT com meditação, dança e um DJ

Seis meses e mais de 260 mil visitantes depois, Joana Vasconcelos despede-se do MAAT. Segunda-feira, 8, é o último dia para visitar "Plug-In", mas é sábado que a celebração da passagem da artista pelo museu à beira-rio acontece. Unplug – Finissage vai estender-se ao longo de mais de 12 horas, de manhã e até à noite. Começa tudo logo pela fresca. Às 09.30, uma aula de yoga terá lugar sob o olhar atento de Valkyrie Octopus, peça central da exposição, de dimensão esmagadora. Às 12.00 a sessão será dedicada à meditação, num dia também preenchido com visitas guiadas. Pelas 16.00 é a própria artista quem tem a palavra, numa conversa com Fernando Alvim em torno do humor, arte e criatividade. Também na Galeria Oval, os coreógrafos Filipe Narciso e Eva Vieira de Almeida apresentam a performance Type Type Type World, às 18.00. Junto à imponente Árvore da Vida, uma outra performance de dança acontece às 18.45 – Êxodo, pela Mahatma Dance Company. A finissage termina com música. Hnrq, DJ residente do Lux Frágil, anima as hostes na Praça do Carvão, a partir das 19.30 e até às 23.00. Este último momento do dia é de entrada livre. MAAT (Belém). Sáb 09.30-23.00. 15€ (25€ com acesso à aula de yoga) Siga o novo canal da Time Out Lisboa no Whatsapp + Abram alas! Há um Velázquez a caminho da Lisboa

タイムアウトマーケットポルトが5月にオープン

タイムアウトマーケットポルトが5月にオープン

我々タイムアウトは、 ポルトガルの都市であるポルトの大好きである。同地への愛を証明するため、2024年5月にポルトでタイムアウトマーケットをオープンする予定だ。 今年最も期待されているプロジェクトの一つである「タイムアウトマーケットポルト」は、有名なサン・ベント駅の南棟に位置し、市内で最もエキサイティングな12軒のレストラン、2軒のバー、パノラマタワーで構成される。 そしてこのたび、このマーケットへの2人の有名シェフの参画を発表できることになった。一人は、ヴィラ・ノヴァ・デ・ガイアにあるポルトのパノラマビューを望む素晴らしいレストラン、「The Yeatman」でミシュランで二つ星を獲得したリカルド・コスタ。もう一人は、2年前にミシュランガイドでも推薦された女性主導のレストラン「Gruta」をオープンしたラファエラ・ロウザーダだ。 これまで発表されたラインアップも非常にエキサイティングだ。 それらのシェフや店には、ミシュランの星付きシェフであるヴァスコ・コエーリョとルイ・パウラ(それぞれ一つ星と二つ星を獲得)のほか、ヌーノ・カストロによるベジタリアンレストラン「Fava Tonka」、クラシックな料理を提供する「Casa Inês」がある。 さらに「Meia-Nau」はポルトのすぐ北にあるマトシーニョスからの新鮮な魚介類を、「Okra」は薪窯で焼くナポリピッツァを、「Tábua Rasa」はチーズとソーセージボードを、「Brusco Burger」は(想像の通り)ハンバーガーを提供してくれる。そして1878年創業の歴史あるベーカリー「Padaria Ribeiro」も出店する。 まだ発表されていないレストランが3軒残っているが、すでに楽しみ十分といえるだろう。クレリゴス教会を一望できるパノラマタワーには、さらに2つのスペースがオープンする予定だ。 タイムアウトマーケットポルトの詳細については公式ウェブページをチェックしよう。 関連記事 『Time Out Market Porto will open its doors in May(原文)』 『アジア初進出、世界で話題のタイムアウトマーケットが大阪に上陸』 『タイムアウトマーケットについて知るべき5のこと』 『オーストラリアのスターシェフが腕を振るうポップアップレストランが西新宿にオープン』 『東京、注目の若手シェフの店5選』 『東京、眺めのいいレストラン8選』 東京の最新情報をタイムアウト東京のメールマガジンでチェックしよう。登録はこちら  

Abram alas! Há um Velázquez a caminho da Lisboa

Abram alas! Há um Velázquez a caminho da Lisboa

O Museu Gulbenkian desvenda a sua mais recente Obra Visitante. O ciclo inaugurado há dois anos com uma pintura de Rembrandt, cedida pelo Museo Nacional Thyssen-Bornemisza, em Madrid, dá agora espaço a Rei Filipe IV de Espanha, obra-prima de Diego Velázquez, um dos nomes maiores da pintura espanhola. Pode ser vista a partir de 12 de Abril. A obra, uma das favoritas do coleccionador americano Henry Frick, chega directamente de Nova Iorque através de um empréstimo, possível durante as obras de remodelação e ampliação no edifício da The Frick Collection, na East 70th Street. A pintura em questão pode não ser um Las Meninas, mas é uma obra-prima do mestre espanhol, designado pintor da corte espanhola em 1623. Com o objectivo de afirmar a imagem pública do rei, o retrato foi pintado na Primavera de 1644, quando o artista acompanhou o monarca numa incursão militar na Catalunha. "Velázquez terá realizado esta pintura num curto espaço de tempo, em condições pouco habituais, num ateliê improvisado, em Fraga, quartel-general das tropas espanholas", pode ler-se no comunicado enviado pelo museu português esta quinta-feira. Michael BodycombDiego Rodríguez de Silva y Velázquez (1599-1660) 'Rei Filipe IV de Espanha', 1644. Óleo sobre tela "Em contraste com a sobriedade de outros retratos produzidos por Velázquez, o pintor optou por representar Filipe IV no papel de chefe militar vitorioso, envergando sobreveste, ricamente adornada com brocados que combinam com a faixa que suporta a espada,

Time Out Market Porto abrirá sus puertas en el mes de mayo

Time Out Market Porto abrirá sus puertas en el mes de mayo

En Time Out somos fans incondicionales de Oporto y, para demostrar nuestro amor por la ciudad, vamos a abrir nuestro propio Time Out Market esta primavera. El mercado está previsto que abra sus puertas en mayo y es uno de los proyectos más esperados de la ciudad para este año. Time Out Market Oporto estará situado en el ala sur de la famosa estación de São Bento y contará con 12 de los restaurantes más interesantes de la ciudad, dos bares y una torre panorámica. Y ya podemos anunciar que se han añadido dos nombres más a la lista de los increíbles chefs que estarán en el mercado. El primero es Ricardo Costa, con dos estrellas Michelin en The Yeatman, un impresionante restaurante de Vila Nova de Gaia con vistas panorámicas de Oporto. Rafaela Louzada, que hace dos años abrió Gruta, recomendado por la guía Michelin y dirigido por mujeres, también se une al proyecto. Estos cocineros se unen a un cartel ya de por sí muy interesante. Vasco Coelho y Rui Paula, chefs con una y dos estrellas Michelin respectivamente, ya han sido anunciados, al igual que Fava Tonka, un restaurante vegetariano de Nuno Castro, y Casa Inês, un local de cocina clásica. Meia-Nau traerá pescado y marisco fresco de Matosinhos (ciudad situada al norte de Oporto), Okra ofrecerá pizzas napolitanas al horno de leña, Tábua Rasa se encargará de las tablas de quesos y embutidos, Brusco Burger preparará hamburguesas y la histórica Padaria Ribeira, fundada en 1878, también participará. Aún no se han anunciado los tres

Time Out Market Porto will open its doors in May

Time Out Market Porto will open its doors in May

At Time Out, we’re massive fans of all things Porto – and just to prove our love for the city, we’re opening our very own Time Out Market there this spring.  Scheduled to open its doors in May, it’s one of the city’s most anticipated projects for the year ahead. Time Out Market Porto will be located in the south wing of the famous São Bento Station, and will comprise 12 of the city’s most exciting restaurants, two bars and a panoramic tower.  And now, we can announce two more names have been added to the market’s cracking roster. The first is Ricardo Costa, holder of two Michelin stars at The Yeatman, a stunning restaurant in Vila Nova de Gaia with panoramic views of Porto. Rafaela Louzada, who opened Michelin-guide recommended and women-led Gruta two years ago, also joins the project.  The chefs will join an already very exciting line-up. Michelin-starred chefs Vasco Coelho and Rui Paula (who have one and two stars respectively), have already been announced, as has Fava Tonka, a vegetarian restaurant by Nuno Castro, and Casa Inês, a venue rustling up classic cuisine. Meia-Nau will be bringing fresh fish and seafood from Matosinhos (a city just north of Porto), Okra will supply Neapolitan pizzas from a wood-fired oven, Tábua Rasa has got the cheese and sausage boards covered, Brusco Burger will be rustling up (you guessed it) burgers, and the historic Padaria Ribeira, founded in 1878, is getting involved, too.  The final three restaurants are yet to be announced, but there’s