À Distância

Filmes, Romance
3 /5 estrelas
À Distância

A Time Out diz

3 /5 estrelas

A cinematografia da Venezuela não é muito abundante, nem costumav
vir picar o ponto cá para os nossos lados. São duas razões para termos em atenção À Distância, a primeira fita de Lorenzo Vigas, que em 2015 ganhou, não sem controvérsia, o Festival de Veneza.

Armando (Alfredo Castro) é um homem de meia-idade que paga a adolescentes da rua de Caracas para se desnudarem para ele. Nem eles lhe tocam, nem ele lhes mexe, fica tudo à distância, com diz o título do filme. Armando e a irmã, casada e em processo de adoptar 
um bebé, têm uma relação problemática com o pai, mas 
o realizador não esclarece porquê.

Um dia, um dos jovens gandulos que Armando atrai
 a casa, chama-lhe “velho maricas”, agride-o e rouba-lhe a carteira. Em vez de se queixar à polícia, de se deixar de frequências perigosas ou de se vingar, Armando vai buscar o rapaz, Elder (Luis Silva) às ruas e acolhe-o em casa. E lá o mantém, mesmo quando ele tenta arrombar um cofre.

A relação entre ambos, indefinida, desajeitada,
 malsã, envolve interesse, atracção sexual, dependência económica e afectiva, e uma modalidade enviesada, dir-se-ia mesmo perversa, de carência e de compensação tanto paternal como filial. (Vigas disse que o tema do filme é a “paternidade”).

Alguns críticos evocaram Fassbinder a propósito de À Distância, embora o filme tenha afinidades com Eastern Boys, que Robin Campillo realizou em 2013, sobre um homem de negócios que se envolve com um jovem ucracniano, prostituto e membro de um gang.

Apesar de implicar todo este torvelinho de emoções e de mobilizar toda esta confusão de pulsões, o tom de À Distância é neutro e distante, a exemplo do comportamento do quase sempre impassível Armando. O filme é resolvido com um final imprevisto e pouco claro, que pode ter pelo menos duas interpretações diferentes, uma delas cínica e maquiavélica, e a outra forçada e pouco verosímil. Conforme a que for escolhida, assim À Distância fará menos ou mais sentido e terá maior ou menor impacto.

Por Eurico de Barros

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Data de estreia
sexta-feira 1 julho 2016
Duração
93 minutos

Elenco e equipa

Realização
Lorenzo Vigas
Argumento
Guillermo Arriaga
Elenco
Alfredo Castro
Jericó Montilla
Luis Silva