Adam (2019/II)

Filmes, Drama
3 /5 estrelas
Adam (2019/II)

A Time Out diz

3 /5 estrelas

A marroquina Maryam Touzani foi jornalista antes de se tornar argumentista, actriz e realizadora interessada na condição da mulher no seu país. Em Adam, a sua primeira longa-metragem, Touzani interessa-se pela sorte das mulheres engravidadas e abandonadas, e das mães solteiras, através da história de Abla, uma padeira viúva de Casablanca com uma filha pequena, Warda, e da jovem Samia, que veio grávida para a cidade ter o bebé e depois dá-lo para adopção e voltar à aldeia. Abla abdicou de tudo após a morte do marido para trabalhar de sol a sol e dedicar-se a Warda, e recolhe Samia, que dorme nas ruas. Mãe e filha afeiçoam-se a ela, e esta retribui com trabalho e alegria. E enquanto Abla a faz tomar consciência do seu instinto maternal, a rapariga acorda a mulher que Abla tinha anestesiado após perder o marido. Com delicadeza, economia e empatia, e um óptimo trio de actrizes de três gerações diferentes (Lubna Azabal, Nisrin Erradi e Douae Belkhouda), Touzani diz o que tem a dizer, e bem, através da história e das personagens, em vez de as usar para fazer um comício óbvio e fácil.

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Duração
98 minutos

Elenco e equipa