Cézanne e Eu

Filmes, Drama
2 /5 estrelas
Cézanne e Eu

A Time Out diz

2 /5 estrelas

Cézanne e Eu é um daqueles filmes que nunca se eleva acima da ilustração competente e didáctica.

Filha do grande Gérard Oury, argumentista de alguns dos maiores sucessos do cinema francês (A Grande Paródia, As Aventuras do Rabi Jacob, A Primeira Festa, A Rainha Margot) e também realizadora de comédias, Danièle Thompson muda de registo e de época em Cézanne e Eu. É a história da amizade entre dois gigantes da cultura francesa do século XIX, o pintor Paul Cézanne e o escritor Emile Zola, oriundos de meios sociais opostos, amigos desde os bancos da escola e com carreiras artísticas diametralmente diferentes. Thompson parte de uma suposta reconciliação entre ambos, já idosos, depois de uma zanga violentíssima ainda hoje negada por muitos dos especialistas na vida e na obra de ambos, e faz uma narração em flashback. Bem interpretado por Guillaume Canet (Zola) e Guillaume Gallienne (Cézanne), rodado nos locais onde os dois viveram, conviveram e trabalharam, Cézanne e Eu é um daqueles filmes onde está tudo no lugar certo, nada é mal feito e o interesse da autora pelas personagens é sincero, mas que nunca se eleva acima da ilustração competente e didáctica.

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
15
Data de estreia
sexta-feira 14 abril 2017
Duração
117 minutos

Elenco e equipa

Realização
Danièle Thompson
Argumento
Danièle Thompson
Elenco
Guillaume Canet
Guillaume Gallienne
Alice Pol