Maria, Rainha dos Escoceses

Filmes, Drama
1 /5 estrelas
Maria, Rainha dos Escoceses

A Time Out diz

1 /5 estrelas

Dizer que é uma sucessão de cenas filmadas às três pancadas e mal cosidas umas às outras é ser caridoso.

Como se não bastassem as grosseiras falsificações históricas, nos factos, nos acontecimentos, na representação da época e na personalidade das rainhas Maria Stuart da Escócia e Isabel I de Inglaterra, perpetradas neste filme pretensamente biográfico daquela monarca católica, Maria, Rainha dos Escoceses consegue ainda o quase impensável feito de apoucar o talento de Saoirse Ronan, que a interpreta.

Contemplando uma versão tão simplista quanto fantasiosa das duas rainhas que eram primas e inimigas religiosas e políticas, saída de um romance histórico cor-de-rosa e a que se acrescenta um condimento politicamente correcto ao gosto do nosso tempo, Maria, Rainha dos Escoceses é um insuportável pastelão, que se arrasta por duas intermináveis horas. A realizadora (em estreia) desta desgraça, Josie Rourke, vem do teatro. E por lá devia ter ficado, porque não tem pinga de sensibilidade cinematográfica. Dizer que Maria, Rainha dos Escoceses é uma sucessão de cenas filmadas às três pancadas e mal cosidas umas às outras é ser caridoso. E se Saiorse Ronan está prisioneira do estereótipo angélico que é a sua Maria, Margot Robbie é uma catástrofe ambulante a fazer de Isabel I.

Antídoto para esta espessa pepineira: Duas Rainhas, de 1971, com Vanessa Redgrave e Glenda Jackson.

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
15
Data de estreia
sexta-feira 18 janeiro 2019
Duração
124 minutos

Elenco e equipa

Realização
Josie Rourke
Argumento
Beau Willimon
Elenco
Saoirse Ronan
Margot Robbie
Joe Alwyn