O Caderno Negro

Filmes, Drama
3 /5 estrelas
O Caderno Negro

A Time Out diz

3 /5 estrelas

Valeria Sarmiento, montadora e viúva de Raúl Ruiz, e também realizadora, tem vindo a dedicar-se a acabar os projectos que ele deixou por fazer. Assim aconteceu com As Linhas de Wellington, em Portugal, com La Telenovela Errante, na Argentina, e agora com O Caderno Negro, de novo entre nós. O filme, uma versão em miniatura de Mistérios de Lisboa, que Ruiz realizou, é uma adaptação livre de Livro Negro de Padre Dinis, que Camilo Castelo Branco escreveu dois anos depois daquele, e que o continua (o padre Dinis é uma das personagens principais de Mistérios de Lisboa, interpretado por Adriano Luz), e apresenta o mesmo tipo de personalidade e estrutura folhetinesca. Balizada pela Revolução Francesa e pela época napoleónica, a história centra-se numa criança protegida por um aristocrata português que a confia, no leito de morte, a um amigo francês, e na e fiel ama daquela (óptima Lou de Laâge). A história abunda em peripécias, reviravoltas e revelações, e o espectador que aceite as convenções dos folhetins do século XIX sob forma cinematográfica de O Caderno Negro sairá plenamente satisfeito

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Duração
113 minutos

Elenco e equipa