O Círculo

Filmes, Suspense
2 /5 estrelas
O Círculo

A Time Out diz

2 /5 estrelas

Imaginem uma super-Empresa de tecnologia chamada O Círculo, que acumula as funções da Microsoft, do Facebook, do Google e do Twitter. Imaginem que debaixo dos belos ideais de serviço à comunidade e à humanidade proporcionados pela tecnologia digital que compõem o discurso dos seus fundadores e directores está um desejo secreto de a super-empresa acabar com todo e qualquer tipo de privacidade, de se substituir aos governos e de se transformar não só num Estado alternativo, como também num poder à escala mundial.

É esta a premissa de O Círculo, de James Ponsoldt, baseado no livro de David Eggers, com argumento assinado por ambos, que extrapola para um enredo de thriller high tech esta ideia de um totalitarismo digital global que se poderá vir a instalar, sob a cobertura das melhores e mais fofinhas intenções sociais, cívicas, políticas e humanitárias. Emma Watson é Mae, uma rapariga que vai trabalhar para O Círculo, criado e dirigido por dois nerds aparentemente afáveis, compreensivos e cheios de vontade de melhorar a condição humana (Ponsoldt teve a boa ideia de os fazer interpretar por Tom Waits e Patton Oswalt), e que se envolve de alma e coração na promoção da filosofia da empresa, até ver os danos que ela causa na família e num amigo. O que compromete O Círculo são menos os exageros desta visão de um amanhã digital orwelliano, e mais a crescente implausibilidade do enredo e a previsibilidade chapada da sua resolução.

Por Eurico de Barros

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Elenco e equipa

Realização
James Ponsoldt
Argumento
James Ponsoldt, Dave Eggers
Elenco
Emma Watson
Tom Hanks
Patton Oswalt