O Livro de Imagem

Filmes, Documentários
Escolha dos críticos
3 /5 estrelas
O Livro de Imagem

A Time Out diz

3 /5 estrelas

Desafiar e confundir, obrigando os espectadores a procurar no seu raciocínio uma explicação para as imagens que organiza quase como um quebra-cabeças semiótico, mas sempre com o traço comum da experimentação. Eis uma constante do cinema de Jean-Luc Godard que esta instalação cinematográfica confirma.

Organizada em cinco partes, crivada de citações fílmicas e artísticas e filosóficas, esta nova produção é ainda, na narração do autor, uma espécie de síntese do seu pensamento político, no qual o Médio Oriente ocupa um papel central. Mas, como por exemplo, e para não ir mais longe, em Adeus à Linguagem, que dirigiu em 2014, O Livro de Imagem é mais uma daquelas obras em que o espectador tem duas possibilidades – além de adormecer, desistindo da compreensão em favor de Orfeu, o que sendo incomum não é raro. A primeira é caçar os significados escondidos em cada plano, espevitar o espírito no esforço de decifrar os símbolos que o espectador vê ou que imagina ver. A segunda é simplesmente recostar-se e fruir, por assim dizer limpando os sentidos da vulgaridade cinematográfica quotidiana, a barragem de som e imagem que o artista nos fornece.

Por Rui Monteiro

Por Rui Monteiro

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Duração
85 minutos

Elenco e equipa

Realização
Jean-Luc Godard