Os Aeronautas

Filmes, Acção e aventura
Escolha dos críticos
3 /5 estrelas
Os Aeronautas

A Time Out diz

3 /5 estrelas

O balonismo não é uma actividade que tenha sido muito explorada pelo cinema, apesar da sua evidente fotogenia. Contam-se pelos dedos de uma mão os filmes em que os balões tenham um papel fundamental. Há a adaptação (mazinha) de Cinco Semanas em Balão, de Júlio Verne, nos anos 60, e recentemente, a animação Up – Altamente, da Pixar.

E quase mais nada. É na televisão que encontramos o grande momento do balonismo na ficção audiovisual, num sketch da série dos Monty Python, Os Malucos do Circo, intitulado The Golden Age of Balooning. Eric Idle e Terry Jones interpretam os irmãos Montgolfier, surgindo também Eric Idle no papel de Ferdinand von Zeppelin e Michael Palin no do rei Luís XIV. Ainda está para ser feito o filme ou a série sobre balões que seja tão delirantemente cómica como este sketch de quatro minutos de duração.

Enquanto isso não sucede, temos o balonismo representado em mais um filme, Os Aeronautas, de Tom Harper, que volta a juntar Eddie Redmayne e Felicity Jones, o casal Stephen e Jane Hawking de A Teoria de Tudo (2014), numa história passada na Inglaterra vitoriana, que além de balões mete também meteorologia.

Além de recordar a figura do aeronauta, astrónomo e pioneiro da ciência meteorológica James Glaisher (Redmayne), a fita puxa também pelos pergaminhos das mulheres balonistas dessa época, através de uma personagem ficcional, Jane Wren (Jones), que é um compósito de várias delas.

Jane acompanha James na sua ascensão em Londres, para recolher informações científicas sobre o tempo (o que quer dizer que o habitual companheiro de Glaisher nestas andanças, o co-piloto Henry Tracey Coxwell, que uma vez até lhe salvou a vida, tenha sido esquecido pelo filme).

Seja como for, às suas qualidades como pilota de balões, aprendidas com o marido, um balonista francês que morreu tragicamente durante uma ascensão, Jane acrescenta um grande sentido do espectáculo, como se pode ver em toda a sequência da partida.

Se James fornece o conhecimento e a circunspecção do cientista, ela acrescenta-lhe o extra do entretenimento, fundamental para agradar aos patrocinadores e chamar público para assistir à largada (que inclui o extra de uma intrépida cadela pára-quedista).

Quando se encontra no chão, isto é, nos vários flashbacks que atravessam todo o filme, Os Aeronautas cede ao peso dos lugares comuns. É no ar que ele está bem, graças a uma perfeita conjugação de efeitos digitais e cenas rodadas num balão, ora belíssimas, ora vertiginosas, e nas quais James e Jane enfrentam os elementos e os seus medos pessoais. No presente panorama de estreias, Os Aeronautas é uma inesperada e simpática excentricidade.

Por Eurico de Barros

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
PG
Data de estreia
segunda-feira 4 novembro 2019
Duração
101 minutos

Elenco e equipa

Realização
Tom Harper
Argumento
Jack Thorne
Elenco
Eddie Redmayne
Felicity Jones
Tom Courtenay
Himesh Patel