Para Sama

Filmes, Documentários
Escolha dos críticos
4 /5 estrelas
Para Sama

A Time Out diz

4 /5 estrelas

Em 2011, uma estudante universitária síria chamada Waad al-Kateab, natural de Alepo, começou a filmar os protestos dos seus colegas e de outros habitantes da cidade contra o presidente Assad. Veio a guerra civil e o cerco pelas tropas do regime, com apoio russo. Waad continuou a filmar, documentando também o seu casamento com o médico e activista Hamza Al-Kateab, o nascimento de Sama, a sua filha, os horrores dos combates e dos bombardeamentos e o quotidiano da cidade destruída. Em 2016, e após a vitória dos sitiantes, quando o hospital improvisado de Hamza era o único ainda a funcionar, a família deixou enfim a cidade, com muitas outras que não a queriam – ou não conseguiam – abandonar.

Feito a partir dos milhares de horas de imagens filmadas por Waad, muitas das quais alimentaram a rubrica Inside Aleppo do Channel 4 britânico, e montadas com a ajuda do co-realizador e documentarista Edward Watts, Para Sama é um documentário cru, frontal e devastador, com momentos insuportáveis de sofrimento físico e tormento emocional, mas que consegue ainda, e mesmo assim, ser intimista, caloroso e optimista.

Este é um testemunho único da guerra feito do ponto de vista dos civis que a sofrem, dedicado com angústia mas também com esperança a uma filha nascida durante o conflito, em que Waad se retrata como resistente inabalável, esposa apaixonada, mãe devotada e mulher que adora a sua cidade natal, e onde não sabe se algum dia voltará (a família está exilada na Grã-Bretanha).

Falta ao filme um enquadramento mais global e explicativo do conflito (Para Sama é também um filme político, recordemos) e dos seus intervenientes do lado da resistência ao regime, onde o Estado Islâmico tem uma forte e preocupante presença, e que Waad e Watts quase não mencionam.

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
UC
Data de estreia
sexta-feira 13 setembro 2019
Duração
94 minutos

Elenco e equipa