Saint Amour

Filmes
2 /5 estrelas
Saint Amour

A Time Out diz

2 /5 estrelas

Gérard Depardieu é aquele velho grande actor que um dia se tornou preguiçoso, engordou, passou a interpretar-se a si próprio em vez das personagens

E, para rematar, tem uns ataques de excentricidade que o levaram, por exemplo, até ao colo de Vladimir Putin só para chatear o governo francês. Sem ele, porém, o filme de Benoît Delépine e Gustave Kervern seria um soporífico completamente eficaz. Então é assim. Todos os anos, Bruno (Benoît Poelvoorde) – que dá uma boa ajuda ao protagonista em manter a plateia acordada – faz a sua rota de vinhos sem sair do Salão de Agricultura lá das berças em que vive e onde o pai, Jean, insiste em apresentar o seu touro sem que sejam reconhecidas as qualidades do animal. Vivem, por assim dizer, apartados por aquelas divergências próprias de pais e filhos. Jean não se conforma e, reconhecendo que a idade não joga a seu favor, tenta a aproximação ao filho pela via do alcoolismo, quer dizer, levando Bruno a uma verdadeira prova de vinhos através de França. Daqui sai uma variedade de filme de estrada capaz de episódios de humor transgressivo, mas geralmente conformado à convencionalidade das regras narrativas, tornando óbvio demais o seu objectivo de aproximar os dois homens, quanto mais não seja através das diversas figuras femininas com quem se vão cruzando. O que ainda aumenta mais a concentração, a partir do meio já tóxica, de sentimentalismo antes do inevitavelmente feliz desenlace.

Por Rui Monteiro

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Duração
101 minutos

Elenco e equipa