Velocidade Furiosa: Hobbs e Shaw

Filmes, Acção e aventura
1 /5 estrelas
Velocidade Furiosa: Hobbs e Shaw

A Time Out diz

1 /5 estrelas

No fundo, trata-se apenas de rentabilizar ao máximo activos muito lucrativos. No caso de Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw, de David Leitch, esse activos são os filmes Velocidade Furiosa, uma série de sucesso à escala planetária, e dois dos seu principais intérpretes, cujos filmes apresentam também robustas receitas de bilheteira: o americano Dwayne Johnson, ex-vedeta do mundo do wrestling, e o inglês Jason Statham.

Assim, pega-se nos dois e cria-se um spinoff de Velocidade Furiosa, para o qual as personagens de cada um, Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e Deckard Shaw (Jason Statham), transportam a rivalidade cerrada e a muito má relação que as caracteriza naquela série; e arranja-se uma história em que sejam obrigados a trabalhar em conjunto, muito relutantemente, porque há valores mais altos que se levantam do que a animosidade que os opõe. Nomeadamente, salvar o mundo de uma gigantesca e sinistra organização global e possuidora de tecnologia avançadíssima, que mete a SPECTRE de 007 num chinelo, e quer matar parte da humanidade em nome do aperfeiçoamento genético da parte restante.

O orçamento de Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw, na casa dos 200 milhões de dólares, tudo para mais, nada para menos, é tão avantajado quanto os bíceps do seu duo de heróis. O que permite uma produção em tudo desmesurada, em que a utilização maciça dos computadores para a realização dos efeitos especiais anda de braço dado com o recurso a um verdadeiro exército de duplos. A acção do filme está tão dependente dos efeitos digitais como da actuação daqueles.

Aliás, Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw não faz a coisa por menos em nenhum aspecto. David Leitch quer que este seja, embrulhado num só, um filme da série Velocidade Furiosa, um buddy movie de acção tradicional, um filme de James Bond e um filme de super-heróis. Ao pé desta bisarma híbrida, as fitas dos anteriores nomes (maiores e menores) do cinema de acção, de Sylvester Stallone a Jean-Claude Van Damme, de Arnold Schwarzenegger e Bruce Willis a Chuck Norris ou Dolph Lundgren, fazem figura de produções atacadas de nanismo.

Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw passa-se depois dos acontecimentos do oitavo filme da série. Hobbs continua nos EUA como agente de segurança do Serviço Diplomático, enquanto que Shaw está em Londres. Quando Hattie (Vanessa Kirby), a irmã de Shaw e operacional do MI6, se vê envolvida no roubo de um vírus letal para a humanidade, os serviços secretos americano e inglês juntam-nos contra vontade.

E o vilão e seu inimigo comum é um velho conhecido de Shaw: Brixton (Idris Elba), um ex-soldado corrupto, ciberneticamente ressuscitado e melhorado pela tal organização sinistra, e que é agora o cruzamento de um Super-Homem negro e do Exterminador de Schwarzenegger, com um fetiche por uniformes de couro negro colantes.

Ao longo das mais de duas horas de duração do filme, Hobbs e Shaw não param de se provocar mandando piadas (sem graça nenhuma) um ao outro, distribuem pancada de criar bicho e levam pancada rija de volta sem que isso lhes faça a menor mossa. E, está claro, acabam por aprender a dar-se bem e a trabalhar juntos, com a mana de Shaw no meio a ajudar pondo água na fervura.

A acção de Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw é massacrante, ribombante, repetitiva e levada muito, mas muito para lá dos limites da mais elementar verosimilhança. David Leitch tenta introduzir uma dimensão “meta” (private jokes e citações de outros filmes, comentários auto-referenciais, etc.) cujo resultado é apenas contribuir para o aumento do índice bronco da fita, e Johnson e Statham interpretam como eles sabem, isto é, com os punhos e os pés. E tal como Hobbs e Shaw são aparentemente indestrutíveis, também o seu filme, por mais mastodôntico, entorpecedor, disforme e massificador que seja, é daqueles invulneráveis à crítica.

Por Eurico de Barros

Publicado:

Detalhes

Detalhes da estreia

Classificação
12A
Data de estreia
quinta-feira 1 agosto 2019
Duração
136 minutos

Elenco e equipa

Realização
David Leitch
Argumento
Chris Morgan, Drew Pearce
Elenco
Jason Statham
Dwayne Johnson
Vanessa Kirby
Idris Elba