A Time Out na sua caixa de entrada

Francesinha
Renata MagalhãesFrancesinha

13 pratos que você precisa experimentar no Porto

Além de lugares incríveis, em uma cidade que mistura o histórico com o cosmopolita, a gastronomia é um dos fortes do Porto.

Renata Magalhães
Editado por
Renata Magalhães
Publicidade

Ainda que esteja passando por um momento de renovação, uma coisa nunca vai mudar: o Porto é um excelente destino para quem busca boas experiências gastronômicas em suas viagens. Uma das cidades mais antigas de Portugal conta com diversas tascas e tabernas que fazem história com os pratos mais tradicionais a serem oferecidos. Sim, bacalhau e frutos do mar são as estrelas em muitos deles. Mas há também uma série de iguarias pouco conhecidas pelos brasileiros. Algumas se assemelham à opções daqui, como a “sandes” de pernil e o cachorrinho, mas outras prometem surpreender, como a opulenta francesinha. Isso sem falar em restaurantes mais recentes, mas que já ostentam uma estrela Michelin com suas deliciosas experimentações. Vai ao Porto? Pois aqui estão as comidas que você precisa experimentar.  

Recomendado: 25 coisas incríveis para fazer no Porto

Pratos que você precisa conhecer no Porto

1. Francesinha do Yuko

Essa é para os fortes: que tal um sanduíche com presunto, linguiça, salsicha e bife, gratinado com queijo e regado com um molho de cerveja e vinho branco, que pode ainda ter um ovo frito por cima? A famosa francesinha é um prato típico do Porto, criado por um emigrante regressado da França, que decidiu dar um toque especial ao croque-monsieur (diz que ele estava apaixonado por uma francesa, daí o nome). No Yuko, uma taberna típica aberta desde 1987, ela custa 12€. Impossível visitar a cidade sem provar esta iguaria. 

Rua de Costa Cabral, 2331, Porto. Seg-Sab 12.30-14.30 e 19.30-02.00. https://www.yuko.com.pt/. 12€.

2. Bolinho com queijo na Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau

Aqui temos a (polêmica) junção de duas iguarias do Porto – enquanto alguns amam, outros consideram uma obscenidade. Criada no início do século XX e passada através de muitas gerações, a receita clássica do bolinho que leva bacalhau, batata, ovo, salsa e azeite é servida em muitos lugares do Porto. Na Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, ela ganha recheio do inigualável queijo de ovelha da Serra da Estrela, que derrete ali dentro. É como um fondue dentro do bolinho (chamado de pastel em algumas regiões) e vale a experiência, apesar do preço um tanto salgado. 

Campo dos Mártires da Pátria, 108, Porto. Dom-Qui 10.00-20.00, Sex-Sab 10.00-21.00. https://www.pasteldebacalhau.pt/. 4€.

Publicidade

3. Frango à Bordelaise da Adega São Nicolau

Escondida em um dos cantos da Ribeira está a Adega São Nicolau, um pequeno restaurante de comida típica por um preço bem honesto. Enquanto as mesas do lado de fora oferecem uma bela vista para o rio Douro, a parte de dentro é aconchegante e bem decorada, dando a curiosa impressão do interior de um barril. Conhecida pelo bom serviço, a equipe traz à mesa delícias bem tradicionais como o frango ao molho de vinho Bordelaise (17,5). Vale o aviso: o espaço é pequeno e concorrido, então melhor garantir uma reserva. Do contrário, a sugestão é tomar uma taça de vinho enquanto aguarda na fila.

Rua de São Nicolau, 1, Porto. Seg-Sab 12.00-15.00 e 19.00-22.30. https://adegasnicolau.eatbu.com/. 17,5€.

4. Bacalhau no Solar Moinho de Vento

Sabe aquela comida com gostinho de casa de vó? Quem vem de família portuguesa garante que é aqui que você vai encontrá-la. A cantina abriu em 1905, passou por alguns proprietários, mas mantém até hoje um cardápio pautado no que é mais tradicional. A dica aqui é provar o bacalhau grelhado com azeite, alho, batata cozida e ovo (20€), bem do jeitinho que costumamos preparar aqui no Brasil. O lugar também serve um ótimo Porto Tônico (6€), feito ali com vinho branco ou rosé do Porto e água tônica. 

Rua Sá Noronha, 81, Porto. Seg-Qui 12.00-22.00, Sex-Sab 12.00-22.30. https://www.solarmoinhodevento.com/. 20€.

Publicidade

5. Sanduíche na Casa dos Presuntos

A culinária do Porto é muito baseada em carnes suínas, por isso os embutidos são comuns em qualquer casa típica. Uma delas reúne uma horda de pessoas na hora do almoço, que buscam um lugarzinho em uma das seis mesas ou mesmo no balcão para apreciar uma das melhores "sandes" da área. Aberta há quase 30 anos, a Casa dos Presuntos é uma autêntica tasca, comandada por Francisco Braga, o famoso “Xico”, e sua família. O robusto sanduíche de presunto ou salpicão custa apenas 2,50€ e pode vir com queijo da serra por mais 1€. Dica: peça de entrada uma patanisca, é deliciosa. 

Rua do Heroísmo, 191, Porto. Seg-Sáb 09.00-20.00. 1,70€

6. Pastel de Nata no Castro

Hora da sobremesa (ou qualquer hora). O famoso docinho não falta pela cidade, mas este é incomparável segundo a opinião dos locais. A receita é do chef Daniel Seixas e todo o processo é desenvolvido à vista dos clientes, desde a preparação da massa folhada, que é colocada nas formas, até o creme, mistura de ovos e leite maturada por 24 horas para atingir a consistência perfeita. Sempre há uma nova fornada saindo no elegante ateliê. 

Rua Mouzinho da Silveira, 61, Porto. Seg-Dom 09.00-20.00. https://castropasteisdenata.pt/. 1,50€.

Publicidade

7. Cachorrinho do Gazela

As mais de cinco décadas em funcionamento trouxeram uma fama que faz sempre cheio o balcão do pequeno espaço na Praça da Batalha. Todo mundo em busca de um cachorrinho, outro sanduba que faz brilhar os olhos de quem vive no Porto. É parecido com o nosso cachorro-quente, mas turbinado: leva salsicha fresca e linguiça, podendo ou não ter queijo derretido, com molho picante em uma baguete fininha e crocante. É servido em pedacinhos (4,30€) e vai muito bem com um fino (chope) bem gelado. Pode confiar, a Cervejaria Gazela é conhecida por oferecer um dos melhores da cidade. 

Praça da Batalha, Porto. Seg-Sab 12.00-22.30. https://www.cervejariagazela.pt/. 4,30€.

8. Sanduíche de pernil da Casa Guedes

Se aqui no Rio o nosso sanduíche de pernil vem com abacaxi, no Porto, o que é mais pedido vem com amanteigadas fatias de queijo da Serra da Estrela. É consenso que a Casa Guedes larga na liderança. O espaço é tocado pelos irmãos Correia (que compraram do Guedes original) e são os próprios quem botam a mão na massa e montam a iguaria na frente da clientela. De casquinha bem tostada, a carne é mergulhada no molho escuro antes de rechear o pão que vai para a torradeira até ficar bem crocante. Uma delícia. 

Praça dos Poveiros, 130, Porto. Dom-Qui, 11.00-23.30, Sex-Sab 11.00-00.00. http://www.casaguedes.pt/. 6,50€.

Publicidade

9. Sardinha no Rei da Sardinha Assada

O nome não nega. Do lado do Porto, em Matosinhos, reside uma sardinha assada que causa deleite na clientela. Ainda que não muito grande, é gordinha e bastante saborosa (12,50€). Os funcionários são gentis e as comidas têm um bom preço. Também há no cardápio robalo, peixe-espada e lula, mas não deixe de começar pela protagonista, que é servida com batatas cozidas. Uma curiosidade: diz-se que as sardinhas são melhores nos meses que não tem a letra r (maio, junho, julho e agosto), mas no Rei ela não falta nunca ao longo do ano. 

Rua do Sul, 91, Matosinhos. Ter-Dom 12.00-22.00. 12,50€.

10. Tripas à Moda do Porto no Douro Sentido

Este é um prato ligado diretamente à identidade da cidade do Porto. A lenda mais conhecida sobre sua origem vem da época dos descobrimentos, quando caravelas que saíram para a conquista de Ceuta foram carregadas de mantimentos: enquanto a carne boa seguiu além-mar, as tripas e miúdos ficaram na cidade e a população usou da criatividade para conceber a iguaria, feita com feijão branco. Por isso, o povo ali ficou conhecido como "tripeiros". O restaurante Douro Sentido é um ótimo lugar para experimentar (15€).

Rua do Campinho, 36, Porto. Seg-Dom 12.00-15.00 e 19.00-22.00. http://www.restaurantedourosentido.com/. 15€.

Publicidade

11. Bifanas do Conga

Comida de rua mais antiga por aquelas bandas, a receita leva finas fatias de carne de porco fritas em um molho saboroso e servidas no pão. Bem simples, mas por isso mesmo costuma agradar a todos os paladares. Aberto em 1976, o restaurante Conga é parada obrigatória no Porto se você está em busca de uma bifana (2,70€). Não se preocupe com a fila na porta – costuma andar rápido. 

Rua do Bonjardim, 318, Porto. Seg-Sab 11.30-22.00. 2,70€.

12. Pataniscas da Taberna de Santo Antônio

Por mais que a especialidade da casa seja o bolinho de bacalhau, as pataniscas não ficam nada atrás. Graças aos truques de cozinha de Dona Hermínia, que toca o negócio há cerca de 30 anos. A diferença entre as duas receitas é que o bolinho traz o peixe desfiado e misturado com batatas, enquanto na patanisca ele vem em pequenas lascas com ovo, cebola e farinha. Ela pode vir à mesa como prato principal, acompanhada por arroz e couve, ou servir de entradinha para abrir o apetite. Neste caso, a unidade custa 1€.

Rua das Virtudes, 32, Porto. Ter-Dom 12.00-15.00 19.00-22.00. 1€.

Publicidade

13. Menu degustação premiado no Euskalduna

Prepare-se para uma das melhores refeições da sua vida no bairro do Bonfim. O Euskalduna foi inaugurado em 2016 pelo chef Vasco Coelho Santos, que optou por uma cozinha contemporânea de autor. Em um balcão aberto (o melhor lugar para sentar), a equipe faz o empratamento de 10 etapas e algumas surpresas de forma coreografada, calma e confiante – bem diferente do que vemos nas frenéticas séries de TV. A maior parte dos ingredientes que abastecem as criativas receitas são nacionais e todas elas são explicadas cuidadosamente ao serem servidas. O cardápio varia de acordo com a sazonalidade dos insumos e é possível contratar a harmonização dos vinhos e espumantes. 

Rua de Santo Ildefonso, 404, Porto. Ter-Qui 19.30-23.00, Sex-Sab 13.00-15.00 e 19.30-23.00. http://www.euskaldunastudio.pt/.145€.

Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade