Get us in your inbox

Bárbara Baltarejo

Bárbara Baltarejo

Articles (94)

Três sítios para comprar cravos no Porto

Três sítios para comprar cravos no Porto

A Invicta está muito bem servida no que a floristas diz respeito, por isso, não há desculpas para sair de casa no dia 25 de Abril sem um dos maiores símbolos da revolução na lapela ou no cabelo. Espreite esta lista com três sítios para comprar cravos no Porto e decore a casa ou aproveite o feriado de cravo em riste. E não há forma mais bonita de homenagear os capitães de Abril, que gloriosamente saíram à rua para pôr fim ao Estado Novo, do que esta. Se quiser manter a memória sempre fresca, visite regularmente os melhores museus da cidade. Recomendado: Coisas para fazer no Porto em Abril

Três sítios para comer donuts no Porto

Três sítios para comer donuts no Porto

Gulosos da Invicta, prestem atenção ao que se segue. Se precisam de açúcar no sangue para pôr o corpo a mexer, esta lista com três sítios para comer donuts no Porto foi feita a pensar especialmente em vocês. Seja para comer em casa (sem que ninguém saiba que sabotaram a dieta) ou num espaço confortável, enquanto bebem uma grande chávena de café de especialidade, temos opções para todos os gostos. Ah, e não nos esquecemos das alternativas vegan que se instalaram na cidade há algum tempo e que, para bem de todos nós, vieram para ficar. Bom apetite. Recomendado: As melhores panquecas no Porto

Três sítios para comer pão de banana no Porto

Três sítios para comer pão de banana no Porto

A moda do pão de banana, ou banana bread, na versão inglesa, veio para ficar. Feito com poucos ingredientes, como banana (claro), farinha e fermento, a procura tem sido tanta que este pão já faz parte da carta de muitos cafés e restaurantes da Invicta. Servido simples ou com o próprio fruto caramelizado ou assado, é um snack ideal para o pequeno-almoço ou, então, para acompanhar com um sumo num lanche a meio da tarde. Não sabe onde o encontrar? Não procure mais. Aqui tem três sítios para comer pão de banana no Porto. Se quiser algo mais guloso (e com mais açúcar), pode sempre ver o que estão a fazer os sítios que têm bolos para take-away e entrega.  Recomendado: Seis empresas que entregam o pequeno-almoço em casa no Porto

Oito atracções do Porto para visitar sem sair de casa

Oito atracções do Porto para visitar sem sair de casa

Já começa a sentir saudades de passear pelas ruas da Invicta de câmara fotográfica em riste, armado em turista na própria cidade? Não desespere. Nestes tempos de confinamento, tem sempre a hipótese de viajar por plataformas como a Portugal a 360º, onde encontra inúmeras atracções do Porto, de Lisboa e de outros pontos do país. A Time Out seleccionou oito pontos de visita obrigatórios no Porto, dos quais vale mesmo a pena matar saudades. E o melhor é que os pode visitar sem tirar o pijama. Se ainda assim continuar aborrecido, estenda o tapete de yoga ou vista o avental e aventure-se na cozinha. Recomendado: Dez obras de arte que nos lembram como é bom estar em casa  

Canais no YouTube para fazer exercício físico em casa

Canais no YouTube para fazer exercício físico em casa

Praticar exercício físico é uma das recomendações mais frequentes quando se fala em hábitos de vida saudáveis, apesar de toda a preguiça que se poderá apoderar do corpo na hora de treinar em casa. Também é uma das formas de fortalecer o sistema imunitário, a par de uma boa alimentação. Assim sendo, e tendo em conta que ficar em casa é a melhor forma de prevenção face à pandemia, continue a treinar. Isso, mexa-se. Nesta lista recomendamos uma série de canais no YouTube para fazer exercício físico em casa.  Recomendado: Ponha-se a mexer com estas marcas portuguesas de roupa desportiva

Canais no YouTube para fazer exercício físico em casa

Canais no YouTube para fazer exercício físico em casa

Praticar exercício físico é uma das recomendações mais frequentes quando se fala em hábitos de vida saudáveis, apesar de toda a preguiça que se poderá apoderar do corpo na hora de treinar em casa. Também é uma das formas de fortalecer o sistema imunitário, a par de uma boa alimentação. Assim sendo, e tendo em conta que ficar em casa é a melhor forma de prevenção face à pandemia, continue a treinar. Isso, mexa-se. Nesta lista recomendamos uma série de canais no YouTube para fazer exercício físico em casa.  Recomendado: Ponha-se a mexer com estas marcas portuguesas de roupa desportiva

Cinco novos sítios para beber café de especialidade no Porto

Cinco novos sítios para beber café de especialidade no Porto

O café de especialidade já não é segredo para a Invicta. Oriundo de diferentes origens, como o Quénia, o Brasil ou o Uganda; filtrado de diferentes formas; com grãos torrados nos próprios espaços ou provenientes de empresas que se dedicam ao processo a 100%; servidos sob a forma de bebida ou em variações mais contemporâneas, como gelado, por exemplo, encontra um pouco de tudo pela cidade. Se se move a cafeína e não dispensa uma xícara logo de manhã, aqui tem cinco novos sítios para beber café de especialidade no Porto. Mas beba com moderação, não vá dar-lhe um ataque de ansiedade. Recomendado: Os melhores cafés no Porto

Dez mandamentos da nova “normalidade”

Dez mandamentos da nova “normalidade”

O chamado desconfinamento foi o grito do Ipiranga para muitos portugueses. Por outro lado, há quem ainda hesite em voltar ao normal, à rua, às lojas, às praias e a tudo o que implique não poder encomendar para casa. Seja qual for o caso, é ainda preciso alguma cautela na sua nova apresentação à sociedade. O pior parece já ter passado e agora não vamos estragar tudo. Por isso, pelo menos nos próximos tempos, é preciso abraçar uma nova forma de estar. Metemos a mão na consciência e redigimos os dez mandamentos para a nova “normalidade”. Quem não cumprir é um ovo podre. Recomendado: Onde comprar máscaras sociais? Estas marcas entregam em casa

Quinta das Águias: um refúgio com lugar para todos

Quinta das Águias: um refúgio com lugar para todos

Na Quinta das Águias, uma organização sem fins lucrativos em Paredes de Coura, vive-se devagar na companhia de 130 animais de diferentes espécies, todos em liberdade. A Time Out Porto foi conhecer este projecto que privilegia a sustentabilidade, o bem-estar de todos os seres e a biodiversidade, e conheceu o casal que ocupa os seus dias a cuidar de cavalos, ovelhas, porcos, pavões e outros animais; e a garantir as sustentabilidade dos próximos tempos, seleccionando e preservando sementes de plantas autóctones. Leia esta reportagem com uma chávena de café de especialidade nas mãos ou com um bule de chá dos Açores, por exemplo. Recomendado: Sete projectos e movimentos no Porto que ajudam o planeta  

Artistas de plástico: conheça estes artistas que fazem arte com desperdício

Artistas de plástico: conheça estes artistas que fazem arte com desperdício

Fazer a reciclagem não é suficiente, todos sabemos disso, mas é um passo importante para que pelo menos em casa se crie uma consciência sustentável e se perceba a quantidade de lixo que produzimos todos os dias, todas as semanas. O problema está, no entanto, no lixo (sobretudo no plástico) que é depositado incorrectamente ou simplesmente abandonado na rua, nos oceanos ou nas praias. Há quem veja nele uma forma de arte, matéria-prima de trabalho que pode voltar a ser alguma coisa. Para estes artistas, nada se perde, tudo se transforma. Tratam por tu a sustentabilidade e convertem em obras-primas o que para muitos é lixo, desperdício, o que lhe queiram chamar. Recomendado: Quatro apps para combater o desperdício alimentar 

Artistas de plástico: conheça estes artistas que fazem arte com desperdício

Artistas de plástico: conheça estes artistas que fazem arte com desperdício

Fazer a reciclagem não é suficiente, todos sabemos disso, mas é um passo importante para que pelo menos em casa se crie uma consciência sustentável e se perceba a quantidade de lixo que produzimos todos os dias, todas as semanas. O problema está, no entanto, no lixo (sobretudo no plástico) que é depositado incorrectamente ou simplesmente abandonado na rua, nos oceanos ou nas praias. Há quem veja nele uma forma de arte, matéria-prima de trabalho que pode voltar a ser alguma coisa. Para estes artistas, nada se perde, tudo se transforma. Tratam por tu a sustentabilidade e convertem em obras-primas o que para muitos é lixo, desperdício, o que lhe queiram chamar. Recomendado: Eles criam bom ambiente: projectos sustentáveis em Lisboa  

Menos é mais: descubra porquê e como com estas gurus do minimalismo

Menos é mais: descubra porquê e como com estas gurus do minimalismo

Agora que somos obrigados a estar em casa, olhamos mais para o que temos. E a verdade pode ser aterradora: temos demasiadas coisas. Sim, é tempo de destralhar e aprender a viver com menos. Para o ajudar, falámos com gurus do minimalismo e damos-lhe a conhecer os seus projectos, desde uma oficina de upcycling até uma loja para pais e filhos só com marcas amigas do ambiente e do comércio justo, passando por cursos online para aprender a construir um armário-cápsula ou a passar menos tempo na cozinha. Tudo para lhe mostrar o resultado da conta mais simples: a que diz que menos é mais. Recomendado: Time In: As melhores sugestões para fazer em casa

Listings and reviews (1)

Penedo da Saudade - Suites & Hostel

Penedo da Saudade - Suites & Hostel

Reconhecida como património da UNESCO, a Universidade de Coimbra é
 a imagem de marca da cidade. Por isso mesmo, o Penedo da Saudade - Suites & Hostel tem como inspiração a tradição académica coimbrã. Abriu em Abril
 deste ano, depois de a arquitecta Ana Ricardo e do empresário Alfredo Lopes,
 os proprietários, terem percebido o potencial do espaço. Tratava-se de um edifício do século XX que foi, em tempos, uma República de Coimbra – ou seja,
 uma casa para estudantes. Os quartos, distribuídos em cinco tipologias, têm nomes e decorações alusivas às diferentes faculdades da Universidade. Pensado para alojar um máximo de 46 pessoas, tem dormitórios (desde 23€), quartos twin (85€), quartos duplos (90€) ou familiares (desde 75€) e ainda uma suíte (desde 120€), com direito a cama de dossel, sala de estar e um terraço privativo. Conte também com espaços de convívio, zonas de leitura, um rooftop com vista panorâmica sobre a cidade, um bar e um jardim. 


News (346)

Transforme-se em mestre pasteleiro com os workshops do Chá das Cinco

Transforme-se em mestre pasteleiro com os workshops do Chá das Cinco

Com mais tempo dentro de portas e com vários restaurantes e confeitarias ainda fechados, é uma mais-valia ter conhecimentos de pastelaria. Aproveite os workshops online do Chá das Cinco para aprender a fazer bolos para surpreender amigos e família. Fazer um bolo simples não é propriamente difícil, por isso, o desafio lançado pelos responsáveis do Chá das Cinco é fazer bolos de camadas com cobertura, também conhecidos como "semi naked" no mundo da pastelaria. A série de workshops (25€) conta com três aulas online (10€), cada uma com 40 minutos.   Como nivelar e preparar um bolo é o tema da primeira aula, em que vão ser abordados aspectos como as melhores massas para este tipo de bolos ou o material necessário, por exemplo. Conhecer diferentes receitas de cremes e coberturas é o objectivo da segunda aula, e a terceira será dedicada à técnica da decoração. Agora que está a par do conteúdo temático destes workshops, saiba que as inscrições são feitas também online – pode seleccionar, entre várias hipóteses, a data que lhe for mais conveniente. Vá, tire o avental da gaveta. + Bolos com take-away e entregas no Porto + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Primeira paciente do hospital de campanha já teve alta

Primeira paciente do hospital de campanha já teve alta

Foi a paciente número um a chegar ao hospital de campanha para doentes de Covid-19, construído em tempo recorde no Pavilhão Rosa Mota. Teve alta no domingo, depois de 25 dias de internamento. No total, há já nove pessoas que saíram deste hospital livres da doença. De acordo com o site de notícias municipal, a doente número um era uma refugiada iraniana, residente no Porto, que tinha sido mãe há pouco tempo. Depois de dois testes negativos, foi então considerada curada da Covid-19 pelos médicos. Pelas instalações do hospital de campanha já passaram 27 doentes, com idades compreendidas entre os 36 e os 92 anos, o que resulta numa idade média de 68 anos. Em relação ao tempo de internamento, o maior período já registado foi de 25 dias – as duas pessoas que registaram este período tiveram alta este domingo. + Porto começa a regressar à (nova) normalidade + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a newsletter e receba as notícias no email.

Parques de estacionamento reabrem na segunda-feira

Parques de estacionamento reabrem na segunda-feira

A partir de segunda-feira, 11 de Maio, os parques de estacionamento municipais voltam a funcionar normalmente. A partir do dia 18, será reiniciada a operação de fiscalização do estacionamento pago à superfície. Para "preparar o reinício das operações de gestão de estacionamento em segurança", como explica a autarquia no site de notícias municipal, foi definido um calendário para a entrada em vigor dos lugares pagos à superfície de acordo com as zonas. Esta segunda-feira 11 voltam a funcionar todos os parques de estacionamento municipais como o da Trindade, da Alfândega, o Silo Auto, o do Palácio de Cristal e da Praça dos Poveiros. Na semana seguinte, dia 18, para estacionar na zona central da cidade (Zona I), volta a ser necessário colocar moeda no parquímetro. Neste dia deve reabrir também o Parque Duque de Loulé, que ainda está em obras. A zona de estacionamento II volta a ter vigilância no que ao estacionamento pago diz respeito na segunda-feira 25 e as zonas III e IV no dia 1 de Junho. As três dizem respeito a áreas mais habitacionais e de serviços. A par de reabrir estes parques e estacionamentos, a Câmara Municipal do Porto vai também implementar "gradualmente todos os planos de contingência entretanto definidos, nomeadamente no que respeita à desinfecção dos espaços e respectivos equipamentos, ao mesmo tempo que acompanha o regresso faseado da actividade económica em sintonia e conformidade com a estratégia de levantamento gradual das medidas de confinamento", explica

Canil/Gatil de Santo Tirso reabre com boxes gratuitas para animais de doentes com Covid-19

Canil/Gatil de Santo Tirso reabre com boxes gratuitas para animais de doentes com Covid-19

Durante a pandemia provocada pela Covid-19, multiplicaram-se as acções de solidariedade para ajudar aqueles que foram infectados pela doença. Têm surgido também gestos para ajudar os respectivos animais de estimação, que precisam de ser separados dos donos. É o caso do Canil/Gatil Municipal de Santo Tirso que, aquando da reabertura na passada segunda-feira 4, decidiu disponibilizar seis boxes para esses animais. Há, assim, espaço para acolher quatro gatos e dois cães de munícipes infectados, garantindo todos os cuidados necessários, desde o transporte para as instalações do abrigo à alimentação diária. Para o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Alberto Costa, este "é um tipo de resposta que estamos a garantir, devido à nova realidade, e que demonstra que a autarquia está atenta e em permanente actualização de medidas", lê-se no portal de notícias da autarquia. Além desta iniciativa, a reabertura do canil e gatil implicou a implementação de novas regras. As adopções podem continuar a acontecer, mas as visitas para ver os animais são feitas exclusivamente por marcação (via 252 856 292, 917 251 892 ou santotirso@cm-stirso.pt). Como na maior parte dos espaços públicos, é obrigatório o uso de máscara e o respeito pelo distanciamento entre pessoas.  + Como ajudar animais em tempo de pandemia + Como ajudar associações de animais em tempo de pandemia + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newslette

'Paper Roll & Write' é o novo jogo de tabuleiro gratuito. Basta imprimir para jogar

'Paper Roll & Write' é o novo jogo de tabuleiro gratuito. Basta imprimir para jogar

Cansado de reunir a família sempre à volta dos mesmos jogos de tabuleiro? Há uma boa notícia: foi criado um novo jogo gratuito. Chama-se "Paper Roll & Write" e para jogar basta descarregar e imprimir. André Santos, Orlando Sá e Pedro Kerouac são os três designers responsáveis pela invenção deste jogo, com ilustração de Carlos Meinedo. O ponto de partida foi "o caricato episódio onde muitas pessoas decidiram invadir as lojas e açambarcar o máximo de papel higiénico possível", descreve André.  O jogo foi desenvolvido ao longo de um mês, a partir de diferentes cidades do globo: Valongo, Braga e Bruxelas. Para André, um dos designers responsáveis pela iniciativa, "as redes sociais e plataformas como a Jamboard foram essenciais na partilha de ideias e soluções para os diferentes problemas que surgem durante o processo de criação de um jogo, bem como para a realização dos testes". Para jogar, basta fazer o download das folhas de jogo, imprimi-las e ter à mão seis dados e uma caneta para cada jogador. As regras estão compiladas num documento, que também pode ser descarregado. Está com vontade de jogar? Leia as regras, convoque companhia e divirta-se. + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal + Os melhores jogos de realidade virtual Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Investigadores do Porto estudam relação entre espaços verdes e saúde durante o isolamento

Investigadores do Porto estudam relação entre espaços verdes e saúde durante o isolamento

Qual o impacto dos espaços verdes na saúde mental e física durante o confinamento provocado pela Covid-19? É à procura de uma resposta para esta pergunta que tem estado uma equipa de investigadores do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).   Trata-se de um estudo que resulta de uma parceria entre a instituição portuense, o grupo de investigação catalão "Barcelona Lab for Urban Environmental Justice and Sustainability” da Universitat Autònoma de Barcelona e o Hospital del Mar Medical Research Institute. O objectivo é perceber de que forma a exposição a espaços verdes influencia o bem-estar dos cidadãos. Este contacto diz respeito a espaços dentro ou fora de casa, desde jardins particulares a espaços públicos. "Acreditamos que o estudo servirá para entender melhor os benefícios do verde em zonas residenciais durante este período de confinamento prolongado da população, bem como as possíveis consequências sociais ao nível da saúde física e mental e do bem-estar, decorrentes do acesso desigual a esses espaços ou elementos verdes", explicam os responsáveis pelo trabalho. Todas as pessoas com mais de 18 anos de idade podem participar no estudo, respondendo a um inquérito online que aborda aspectos como o contacto com espaços verdes, níveis de stress, qualidade de vida e caracterização demográfica, por exemplo. Preencha o questionário e ajude a fazer ciência. + Conheça as camélias do Jardim Botânico do Porto + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal

Estes workshops online vão ensinar sobre naturopatia, da alimentação à cosmética

Estes workshops online vão ensinar sobre naturopatia, da alimentação à cosmética

Meditação guiada e mindfulness, cosméticos naturais e higiene pessoal natural, alinhamento vibracional ou aromaterapia. Estes são apenas alguns dos temas dos cerca de 35 workshops online que acontecem no mês de Maio na plataforma Naturopatias. Todos estes cursos e workshops são feitos à distância, através de videoconferência. Por exemplo, durante o workshop de alimentos fermentados (30€), no sábado 9, vão ser ensinadas técnicas que permitem fazer iogurte, kefyr de leite e de água, vegetais fermentados como kimchi, fermento natural para pão e muito mais. Tudo sob a orientação de Cristina Figueira, entre as 10.00 e as 13.00.  Para aprender a fazer cosmética natural e tratar da higiene pessoal de forma natural, reserve na agenda o sábado 9 ou 30, entre as 14.00 e as 19.00. Bálsamo para os lábios, amaciador de cabelo, sabão natural ou pasta dos dentes são alguns dos produtos abordados nesta aula prática (30€).  Se a espiritualidade faz parte dos seus interesses, há cursos para facilitadores de meditação guiada e mindfulness, formações de aromaterapia, workshops de florais de Bach ou cursos de diferentes tipos de tarot. Consulte todo o programa online, onde também se fazem as inscrições para as aulas. + 5 apps de yoga e meditação para enfrentar a quarentena + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Lousada plantou mais de 55 mil árvores desde 2016

Lousada plantou mais de 55 mil árvores desde 2016

Lousada está cada vez mais verde. Pelo menos desde 2016, altura em que iniciou o projecto "Plantar Lousada", e que já permitiu, nestes quatro anos, ver nascer mais de 55 mil novas árvores nos espaços verdes do município. De acordo com um comunicado, a concretização destes números só foi possível graças à ajuda de voluntários. O projecto contou com a ajuda de "5500 plantadores voluntários e de mais de 70 instituições. No total, o trabalho voluntário ultrapassa já as 12 mil horas", descreve o município. Além da plantação de árvores em terrenos da autarquia, o projecto estende-se aos jardins dos munícipes. Isto porque a Câmara tem outros dois projectos – "Plantar Lousada no Natal" e "Plantar Lousada no seu quintal" –, através dos quais oferece árvores nativas à comunidade para que as plantem nos seus próprios jardins ou terrenos. A autarquia ofereceu ainda 25 mil árvores a outros projectos de reflorestação das regiões norte e centro, sobretudo em áreas mais afectadas pelos incêndios, como Tondela, Arganil e Vouzela. O "Plantar Lousada" regressa ainda este ano, com acções de plantação no Outono para fazer ultrapassar os números actuais. Caso queira tornar-se voluntário, acompanhe toda a informação na página oficial do projecto. Boas plantações.  + Sete projectos e movimentos no Porto que ajudam o planeta + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

'Porto, Comércio com Segurança' é o novo documento para ajudar os comerciantes

'Porto, Comércio com Segurança' é o novo documento para ajudar os comerciantes

Apoiar os comerciantes na reabertura, depois de várias semanas de portas fechadas por causa da Covid-19, é o objectivo do documento "Porto, Comércio com Segurança", elaborado pela Câmara Municipal. Trata-se de uma espécie de guia com todas as medidas que entram em vigor a partir desta segunda-feira, 4 de Maio. Além de estar disponível online para consulta, não só para quem tenha um estabelecimento comercial mas também para qualquer cidadão, este guia escrito pelo pelouro de Economia, Turismo e Comércio, vai ser entregue aos comerciantes de rua durante a próxima semana. "No documento, o município procura antecipar e prevenir comportamentos de risco dos cidadãos, entre os quais os comerciantes e seus colaboradores, agora que, com o fim do estado de emergência, pode eventualmente existir uma falsa percepção de segurança", lê-se no portal de notícias municipal. Assim, o compêndio "Porto, Comércio com Segurança" dá a conhecer informações como o calendário de reabertura faseada do comércio, os cuidados a ter no que respeita, por exemplo, à higienização e limpeza dos espaços ou as diferentes normas exigidas a diferentes tipos de negócios, como queijarias ou lojas de roupa. A autarquia acrescenta ainda que, para garantir que todas estas normas estão a ser cumpridas, assim como para "minimizar os possíveis efeitos negativos que a retoma da actividade comercial possa ter na recuperação da crise sanitária", vão ser levadas a cabo acções de fiscalização. + Leia aqui a edição desta seman

Biblioteca da Maia leva livros ao domicílio

Biblioteca da Maia leva livros ao domicílio

Nos tempos que correm, é possível receber em casa as compras da mercearia, a comida dos restaurantes preferidos ou a ração dos patudos, por exemplo. No concelho da Maia também é possível abrir a porta para receber em casa livros.  A iniciativa é da Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho e está disponível para os leitores registados através do site da instituição cultural. Cada leitor pode requisitar ou, neste caso, encomendar até seis obras em simultâneo. Basta fazer a requisição e agendar um período para a entrega, sendo que a requisição tem o prazo de 45 dias. De acordo com a biblioteca, “todos os livros serão alvo dos cuidados e recomendações próprias de prevenção, sendo manuseados e embalados com recurso a equipamentos de protecção individual, também utilizados pelas equipas de entrega”, lê-se no portal Viva Porto. Assim, pode fazer a encomenda em segurança. Boas leituras. + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal + Três livros sobre outras pandemias + Seis livros para ler sobre sustentabilidade Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.  

Há uma exposição virtual para conhecer a censura do Estado Novo

Há uma exposição virtual para conhecer a censura do Estado Novo

A liberdade conquistada pelo 25 de Abril de 1974 deve ser celebrada todos os dias. Como? Visitando, por exemplo, a exposição virtual 24/25 de Abril nos Cortes, promovida pelo Museu Nacional da Imprensa. A mostra fica disponível até 30 de Setembro. "O lápis azul foi um dos símbolos mais fortes do regime de António de Oliveira Salazar e Marcelo Caetano. Esta exposição é apenas um pequeno testemunho da penetração tentacular dos mecanismos censórios do Estado Novo. Pequena para a infinita dimensão dos cortes, a exposição reforça o sabor da liberdade que se respira hoje em Portugal", lê-se na página da mostra. Ao navegar por esta exposição virtual vai poder ver cerca de 40 exemplos da acção da censura salazarista e ainda alguns cartazes icónicos e textos que surgiram depois da revolução dos cravos. Há ainda fotografias de alguns dos "capitães de Abril" como Vasco Lourenço, Otelo Saraiva de Carvalho e Pezarat Correia. Luiz Humberto Marcos, director do Museu Nacional da Imprensa, é o responsável pela curadoria da exposição, que contou com o apoio da Associação 25 de Abril e da Secretaria Geral da Presidência do Conselho de Ministros. + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal + No mês da liberdade, conheça a história de antigos prisioneiros políticos Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

Há um novo curso de upcycling para fazer online

Há um novo curso de upcycling para fazer online

À medida que o tempo passa, vão-se esgotando as ideias de como ocupar o tempo durante este período de isolamento social. E que tal fazer um curso online de upcycling? A proposta é de Alexandra Arnóbio, responsável pelo projecto portuense Era Uma Vez.  Com 13 aulas, todas leccionadas à distância durante o mês de Maio, a formação pretende "sensibilizar os formandos para a redução de resíduos, fomentando o olhar criativo para os materiais em fim de vida", lê-se no comunicado enviado pela responsável. Há duas hipóteses para participar no curso: escolher uma aula individual (10€), que acontece, à partida, todas as sextas-feiras entre as 18.00 e as 20.00, ou frequentar o curso na totalidade (90€). As inscrições fazem-se via email (eraumavez124@sapo.pt).  Estimular o olhar para a criatividade, compreender o conceito de upcycling, passando pela história, pelos princípios e pelo processo, perceber a importância da economia circular ou aprender a utilizar diferentes ferramentas e técnicas de trabalhos manuais são algumas das coisas que pode aprender ao longo das aulas. No final do curso, o objectivo é que cada um construa e apresente novos produtos resultantes de upcyling. Divirta-se. + Leia aqui a edição desta semana da Time In Portugal + Três sítios de upcycling que deve conhecer + Lojas para fazer compras sustentáveis online Fique a par do que acontece na sua cidade. Subscreva a nossa newsletter e receba as notícias no email.

The best things in life are free.

Get our free newsletter – it’s great.

Loading animation
Déjà vu! We already have this email. Try another?

🙌 Awesome, you're subscribed!

Thanks for subscribing! Look out for your first newsletter in your inbox soon!