Get us in your inbox

Joana Silva

Joana Silva

Articles (10)

Sete s√≠tios para ouvir m√ļsica ao vivo no Porto

Sete s√≠tios para ouvir m√ļsica ao vivo no Porto

Gosta de ouvir boa m√ļsica, acompanhado de um cocktail ou de um copo de vinho? Ent√£o junte os amigos e fa√ßa uma visita a um destes bares para ouvir m√ļsica ao vivo no Porto. Esteja atento √† agenda¬†de cada um e escolha o estilo que mais lhe agrada. Regularmente, vai encontrar concertos de pop, rock, jazz, blues, bossa nova e at√© rodas de samba. √Ä m√ļsica alia-se o bom ambiente dos bares ‚Äď por exemplo, um deles tem uma das melhores vistas da cidade, enquanto outro √© um dos melhores clubes. Divirta-se.¬† Recomendado: Os melhores bares no Porto

Sete novos restaurantes para conhecer no Porto

Sete novos restaurantes para conhecer no Porto

Desde o início do ano abriram na cidade vários sítios onde vale a pena ir. Seja para petiscar enquanto trabalha ao computador, devorar uma sandes gulosa ou um sushi, seguir um plano detox ou atacar um naco de carne. Nesta lista estão sete novos restaurantes para conhecer no Porto.

Os melhores museus para crianças no Porto

Os melhores museus para crianças no Porto

Levar os mi√ļdos a um museu pode ser mais dif√≠cil do que obrig√°-los a comer a sopa. Mas n√£o a todos. Nos melhores museus para crian√ßas no Porto h√° Hist√≥ria e arte contempor√Ęnea, m√°quinas e carros antigos, brincadeiras e experi√™ncias¬†para sujar as m√£os e desafiar a imagina√ß√£o dentro e fora de portas. S√£o muitas as actividades e atrac√ß√Ķes feitas a pensar nos mais pequenos e esta lista pode ser um bom ponto de partida para organizar¬†um programa diferente em fam√≠lia. Passe os olhos por aqui, porque com estas recomenda√ß√Ķes o dif√≠cil vai ser tir√°-los de l√°. Recomendado: Os melhores museus no Porto

Três sítios para comer açaí no Porto

Três sítios para comer açaí no Porto

H√° muito que este fruto rico em antioxidantes, fibras e ferro se espalhou por toda a Invicta. Desde ent√£o, os portuenses come√ßaram¬†a tomar-lhe o gosto e √© agora indispens√°vel na mesa de qualquer brunch ou pequeno-almo√ßo saud√°vel que se preze. Caso j√° perten√ßa ao grupo de pessoas que n√£o passam bem sem este alimento sul-americano pronto a dar-lhe sa√ļde e energia,¬†conhe√ßa tr√™s s√≠tios para comer a√ßa√≠ no Porto que tem de riscar da sua bucket list. √Č de comer e chorar por mais. Recomendado: Oito s√≠tios para tomar um pequeno-almo√ßo saud√°vel no Porto

Os melhores sítios para comer e beber na Rua do Bonjardim

Os melhores sítios para comer e beber na Rua do Bonjardim

Comida tradicional e do mundo, petiscos, francesinhas, sobremesas e alguns espa√ßos ao ar livre para aproveitar os dias soalheiros que a√≠ v√™m ‚Äď os melhores s√≠tios para comer e beber na Rua do Bonjardim est√£o nesta lista.¬†

Tudo o que pode fazer na Rua do Ros√°rio

Tudo o que pode fazer na Rua do Ros√°rio

Por aqui h√° lojas nacionais e internacionais, umas com artigos novos, outras com pe√ßas mais usadas. H√° ainda espa√ßos para descansar as pernas e outros para aconchegar o est√īmago. Pegue nesta lista e descubra tudo o que pode fazer na Rua do Ros√°rio.

Três sítios para comer burrata no Porto

Três sítios para comer burrata no Porto

Quando pensamos em queijo mozzarella ou em burrata, é impossivel não sermos imediatamente transportados para a costa italiana, com o mar à frente, casas coloridas atrás e um prato guarnecido com azeite e manjericão mesmo debaixo do nariz. Não o vamos levar até lá, mas quase. Aqui tem três sítios para comer burrata no Porto, uma especialidade italiana que é una meraviglia!

Coisas para fazer em família no Porto

Coisas para fazer em família no Porto

Est√° saturado das semanas intermin√°veis de chuva¬†e de fins-de-semana passados entre quatro paredes?¬†J√° n√£o sabe o que fazer √† energia dos mais novos l√° de casa? Este s√°bado pode acordar cedo os mi√ļdos ‚ÄĒ ou deixar-se acordar por eles ‚ÄĒ guardar¬†os imperme√°veis e sair √† rua. N√£o, n√£o chegou o Ver√£o, mas a Primavera quer florescer e faz um breve intervalo na chuva. E como fim-de-semana √© sin√≥nimo de fam√≠lia e programas bem passados, damos-lhe algumas sugest√Ķes para o fazer fora de casa.¬†

Seis sítios para alugar bicicletas no Porto

Seis sítios para alugar bicicletas no Porto

Se¬†come√ßou cedo a andar de bicicleta j√° sabe uma coisa: nunca se desaprende. E como quem pedala por gosto n√£o se cansa l√° muito,¬†mesmo que j√° tenha uma quantidade consider√°vel de quil√≥metros nas pernas, sabemos que¬†est√° sempre¬†pronto para¬†galgar mais estrada.¬†Esque√ßa os altos e baixos: a Invicta √© daquelas cidades que revela melhor os encantos da proximidade do mar¬†sobre as duas rodas de uma bicicleta. Junto ao Atl√Ęntico, √† beira-rio ou pela cidade adentro: a escolha √© sua.¬†

Os melhores sítios para praticar desportos radicais no Porto

Os melhores sítios para praticar desportos radicais no Porto

J√° deu por si a pensar que caiu na rotina? Que os fins-de-semana passam um a seguir ao outro e n√£o faz nada de diferente? Ou simplesmente quer experimentar algo que nunca fez, ou que gosta de fazer mas em s√≠tios que ainda n√£o conhece? Se respondeu afirmativamente a pelo menos uma destas perguntas,¬†as sugest√Ķes que se seguem s√£o para si. Pegue nos patins ou no skate,¬†fa√ßa¬†uma escalada, ou salte de um avi√£o. Seja aventureiro.¬†

News (46)

Filmes é aquilo que não vai faltar na Baixa até ao final do mês

Filmes é aquilo que não vai faltar na Baixa até ao final do mês

Este m√™s celebram-se cinco anos de ‚ÄúH√° filmes na Baixa!‚ÄĚ e, como seria de esperar, filmes √© aquilo que n√£o vai faltar para ver na Baixa at√© ao final do m√™s. Exibidos no cinema Passos Manuel, os filmes j√° t√™m datas marcadas at√© ao final de Maio e h√°¬†muito¬†por onde escolher.¬† Com uma identidade pr√≥pria, o "H√° Filmes na Baixa!" pretende responder √† urg√™ncia de uma programa√ß√£o frequente de cinema documental no Porto. ‚ÄúQueremos mostrar cinema nacional e internacional, filmes premiados e autores conceituados, sejam eles novos criadores ou mestres da s√©tima arte‚ÄĚ, afirma a organiza√ß√£o no seu site. Desde 2014, ano de estreia deste evento, j√°¬†passaram pelo Passos Manuel centenas de longas-metragens.¬† Amanh√£, dia 15, pode assistir ao filme portugu√™s¬†Soldado Milh√Ķes¬†de Gon√ßalo Galv√£o Teles e Jorge Paix√£o Costa. Entre as pel√≠culas que pode ver at√© ao final de Maio, destacam-se:¬†66 Kinos, de Philipp Hartmann;¬†Drvo, de Andr√© Gil Mata;¬†N√£o Consegues Criar O Mundo Duas Vezes, de Cat David e Francisco Noronha;¬†Pers√©polis, de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud; e¬†Hip to da Hop, de Ant√≥nio Freitas e F√°bio Silva.¬† Os bilhetes custam 5‚ā¨ e a bilheteira abre uma hora antes de cada filme come√ßar. Boa sess√£o.¬† + Cinema ao ar livre e muito mais no FEST ‚Äď Warm Up Porto 2018 + Actor de 'La Casa de Papel' vem ao Porto contar hist√≥rias ¬†

H√° mais ovos e It√°lia para provar no Tasty District

H√° mais ovos e It√°lia para provar no Tasty District

J√° conhece o Tasty District? Agora tem mais um par de pretextos para o fazer, com a abertura de mais dois restaurantes: o Oreggin e a Osteria di Porto.¬† O Tasty District √© um espa√ßo de restaura√ß√£o junto ao¬†Teatro Nacional S√£o Jo√£o e √† Pra√ßa da Batalha com comes e bebes para todos os gostos em muitas horas do dia.¬† O Oreggin √© um restaurante dedicado √† alimenta√ß√£o saud√°vel, onde n√£o faltam pratos leves e produtos com origem biol√≥gica, e onde o ovo √© rei e senhor. E se tem intoler√Ęncias alimentares, est√° safo: todos os pratos chegam acompanhados pela respectiva informa√ß√£o nutricional que identifica potenciais ingredientes alerg√©nicos ou intoler√Ęncias. E n√£o falta um menu pensado para crian√ßas.¬† ¬† O Oreggin tem como produto estrela o ovo ¬© DR ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† J√° na Osteria di Porto as refei√ß√Ķes¬†t√™m sotaque italiano. Todos os dias a ementa varia, com tr√™s pratos principais, e como italiano que √© n√£o faltam pizzas, focaccias, pastas, sopas e saladas √† base de¬†ingredientes mediterr√Ęnicos como o tomate, o queijo e os or√©g√£os. Com o Ver√£o a chegar, o Tasty District alarga o hor√°rio: de domingo a quinta funciona entre as 12.00 e as 00.00, e √†s sextas, s√°bados e v√©speras de feriado das 12.00 √†s 02.00. ¬† O espa√ßo tem mais de 700 m2 e capacidade para 100 lugares sentados ¬© DR ¬† + H√° um brunch no Porto bem √† moda de Paris + Rufem os tambores: o Vogue Caf√© j√° abriu na Baixa + Abriu o La Fontana, un italiano vero ¬†

Há um brunch no Porto bem à moda de Paris

Há um brunch no Porto bem à moda de Paris

¬† ¬† Brunches h√° muitos, √© certo, e j√° n√£o s√£o novidade na cidade. Mas um brunch √† la parisienne n√£o se encontra em todas as esquinas. Alex Cadilhe, uma francesa muito portuguesa, h√° 30 anos a viver no Porto, abriu recentemente o Le Brunch Parisien, na Baixa. A ideia de Alex, directora do espa√ßo, foi sempre esta: ‚Äútrazer a moda das brasseries parisienses para o Porto‚ÄĚ. Assim que l√° entrar, vai sentir o savoir faire deste s√≠tio. A carta √© extensa, mas damos-lhe umas dicas. H√° v√°rios tipos de croissants, com manteiga da regi√£o de Poitou-Charentes, de queijo, mistos ou com chocolate (entre 1,50‚ā¨ e 2,50‚ā¨); tartines para todos os gostos, com queijo ch√®vre e nozes, salm√£o com creme de cebolinho, ou abacate (entre e 7‚ā¨ e 8‚ā¨); e se √© f√£ de ovos, ent√£o chegou ao para√≠so. Na lista vai encontrar ovos Benedict com salm√£o fumado (8‚ā¨), com bacon e panqueca (7‚ā¨) ou com espinafres (6,5‚ā¨); ovos cocotte com presunto (5‚ā¨) ou com trufas (6,5‚ā¨). Se ainda estiver com apetite, prove a sopa de cebola gratinada ou os profiteroles (ambos a 7‚ā¨). H√° ainda a op√ß√£o de um brunch bufete que funciona aos domingos e feriados, entre as 12.00 e as 18.00 (17‚ā¨ por pessoa). ¬† Sopa de cebola gratinada (7‚ā¨) ¬© Marco Duarte ¬† ¬† ¬† Croque-monsieur (7‚ā¨) ¬© Marco Duarte ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† ¬† Profiteroles (7‚ā¨) ¬© Marco Duarte ¬† ¬† ¬† + Rufem os tambores: o Vogue Caf√© j√° abriu na Baixa + Os melhores brunches no Porto ¬†

Portuguese Makers Craft Week na Invicta em Setembro

Portuguese Makers Craft Week na Invicta em Setembro

Setembro √© m√™s de arrega√ßar as mangas e p√īr as m√£os na massa. De 3 a 8 de Setembro volta a realizar-se a Portuguese Makers Craft Week, desta vez no Porto. Em conjunto com a Funda√ß√£o de Serralves, que acolhe o evento, a Portuguese Makers desafia os participantes, amadores ou profissionais, a criar objectos √ļnicos. √Ä conta desta iniciativa, em Serralves poder√£o nascer objectos de secret√°ria feitos com l√°pis Viarco, embalagens de sabonete da Claus Porto, ou pe√ßas de servi√ßo de mesa¬†customizadas da¬†Vista Alegre, sempre¬†sob a orienta√ß√£o de designers nacionais e internacionais. Com o parque da funda√ß√£o como fonte de inspira√ß√£o, a Portuguese Makers e a Funda√ß√£o de Serralves v√£o ainda desafiar os participantes a criar uma edi√ß√£o especial, ou seja, as pe√ßas finais escolhidas v√£o ser produzidas e lan√ßadas no mercado¬†com a marca de Serralves - Portuguese Makers Craft Week Special Edition. ‚ÄúEsta iniciativa pretende mostrar ao mundo a capacidade e conhecimentos que os portugueses t√™m na cria√ß√£o de objectos utilit√°rios, uma miss√£o que pretendemos continuar a trabalhar. Acima de tudo, queremos promover o que de melhor se faz em Portugal. Estamos muito orgulhosos por lan√ßar esta edi√ß√£o numa nova cidade e na inspiradora Funda√ß√£o de Serralves‚ÄĚ, diz Ana Bruto da Costa, co-fundadora da Portuguese Makers. Se √© um maker e aceita o desafio, os bilhetes est√£o dispon√≠veis aqui. Os pre√ßos variam entre os 115‚ā¨/dia ou os 360‚ā¨/geral. + Serralves em Festa + Conhe√ßa a programa√ß√£o de Serralves para 2018 +

Museu do Carro Eléctrico. Vai haver desfile sobre carris nas ruas do Porto

Museu do Carro Eléctrico. Vai haver desfile sobre carris nas ruas do Porto

A provar que os desfiles n√£o se fazem s√≥ na passarelle, nem durante o cortejo da Queima das Fitas (na pr√≥xima semana), √© que volta a acontecer este s√°bado 5 o desfile anual de carros el√©ctricos pelas ruas do Porto. Uma tradi√ß√£o que conta j√° 26 anos. Os 12 carros el√©ctricos saem √†s 15.00 do Museu do Carro El√©ctrico, na Alameda de Bas√≠lio Teles, v√£o at√© √† Pra√ßa do Infante e da√≠ at√© ao Passeio Alegre. Depois de duas horas a passearem-se pelas linhas da Invicta, regressam ao museu. A edi√ß√£o deste ano homenageia o centen√°rio da conclus√£o da linha at√© √†s minas de S√£o Pedro da Cova, em Gondomar. O transporte do carv√£o nas zorras (carro el√©ctrico destinado √† desloca√ß√£o de carga nas d√©cadas anteriores a 1960) permitiu manter a produ√ß√£o energ√©tica na antiga Central Termoel√©ctrica de Massarelos e v√°rias ind√ļstrias da cidade passaram recorrer a esta fonte de energia na altura. O pre√ßo do bilhete √© de 5‚ā¨ e pode ser comprado no Museu do Carro El√©ctrico, que neste dia ter√° entrada livre, ou dentro das pr√≥prias viaturas. Conte ainda com anima√ß√Ķes de actores e actrizes, bandas de m√ļsica e uma prova de vinho do Porto √†s 18.00. ¬† ¬© DR ¬† +¬†Hipercentro recebe exposi√ß√£o de carros vintage¬† +¬†Cl√°ssicos Volkswagen para ver no Mira Maia + Tascos, mosteiros e teatros nos percursos da Gbliss

'Photo Ark': mais três meses de exposição

'Photo Ark': mais três meses de exposição

N√≥s avis√°mos: a Photo Ark estava no Jardim Bot√Ęnico do Porto at√© 29 de Abril e era imperd√≠vel. Estava, e est√°. Era, e ainda √©.¬†Isto porque a National Geographic e a Universidade do Porto prolongaram a exposi√ß√£o at√© 29 de Julho devido ao forte interesse do p√ļblico. Durante seis meses de exposi√ß√£o, 50 mil pessoas¬†passaram pela¬†Galeria da Biodiversidade - Centro de Ci√™ncia Viva¬†para ver um corrupio de¬†animais em vias de extin√ß√£o. Photo Ark, projecto do fot√≥grafo Joel Sartore, que teve in√≠cio em 2006 com o objectivo de fotografar todas as esp√©cies em cativeiro do mundo e despertar as aten√ß√Ķes para a protec√ß√£o das mesmas, conta actualmente com¬†sete milhares de esp√©cies j√° catalogadas. ¬† Por c√°, s√£o 40¬†os animais fotografados em exposi√ß√£o, a que se juntaram os portugueses leopardo-da-p√©rsia, lobo-ib√©rico, girafa-de-angola, impala-de-face-negra, a lebre-ib√©rica e a serpente-rei-oriental ‚ÄĒ assim como um v√≠deo behind the scenes e alguma infografias. O bilhete normal para Photo Ark custa 5‚ā¨.¬† + Tr√™s raz√Ķes para visitar a Photo Ark + Barack Obama: no Porto em Julho para falar sobre altera√ß√Ķes clim√°ticas

Livraria Lello exp√Ķe colec√ß√£o privada de livros de Joan Mir√≥

Livraria Lello exp√Ķe colec√ß√£o privada de livros de Joan Mir√≥

Se h√° muito que n√£o entra na Livraria Lello, aqui est√° um bom motivo para o voltar a fazer.¬†Amanh√£,¬†s√°bado 28, √© inaugurada, √†s 21.30, a exposi√ß√£o Formas Art√≠sticas ‚Äď Livros Ilustrados de Joan Mir√≥, nesta que √© a mais bonita e mais visitada livraria do Porto. Esta √© a primeira vez que a exposi√ß√£o estar√° em Portugal e vai apresentar um conjunto de 13 livros ilustrados pelo pintor catal√£o Joan Mir√≥, com textos de alguns poetas do s√©culo XX, como Andr√© Fr√©naud, Andr√© Pieyre de Mandiargues, Jo√£o Cabral de Melo Neto, Pablo Neruda e Ren√© Char. Joan Mir√≥ era artista pl√°stico, mas a forte rela√ß√£o com a literatura esteve sempre presente, j√° que reinterpretou por in√ļmeras vezes a poesia de escritores do seu tempo. Todos os livros em exposi√ß√£o pertencem ao acervo documental da biblioteca privada do pintor. Mas o fim-de-semana cultural n√£o se fica por aqui, nem os interesses de Mir√≥. No domingo √© apresentado o livro Mir√≥ & Music de Joan Punyet Mir√≥, que conta alguns dos pormenores da rela√ß√£o do seu av√ī com a m√ļsica. A par da apresenta√ß√£o h√° uma conversa com o cr√≠tico de arte Bernardo Pinto de Almeida e um momento musical por Jo√£o Guimar√£es, da Orquestra Jazz de Matosinhos. A exposi√ß√£o, cuja curadoria ficou a cargo do neto do artista catal√£o,¬†estar√°¬†na livraria at√© 30 de Junho. + As melhores livrarias do Porto + 10 obras de arte para ver no Porto

H√° uma Festa do Livro Usado e Afins em Cedofeita

H√° uma Festa do Livro Usado e Afins em Cedofeita

‚ÄúO essencial √© invis√≠vel aos olhos, s√≥ se v√™ bem com o cora√ß√£o‚ÄĚ. Quem o diz √© Antoine de Saint Exup√©ry, o autor que ficou imortalizado pela obra O Principezinho. Esta √©, ali√°s, o mote para a Festa do Livro Usado e Afins que acontece no s√°bado, dia 28, no Centro Comercial de Cedofeita. Organizada em conjunto por este centro comercial e pelo Clube de Coleccionadores de Gaia, nesta feira, al√©m de livros com hist√≥ria, prontos para serem relidos, mais novos ou mais antigos, vai encontrar ainda muitos pap√©is, marcadores de livros, exemplares de banda desenhada, fotografias, cartazes, gravuras e postais ilustrados. Material de escrit√≥rio tamb√©m n√£o vai faltar, por isso, conte com cadernos, canetas, l√°pis, mata-borr√Ķes e por a√≠ fora. E se levar os mi√ļdos consigo, tome nota: h√° duas sess√Ķes de express√£o dram√°tica a partir de O Principezinho, chamadas de ‚ÄúOlhar e voltar a olhar‚ÄĚ. A primeira √© √†s 11.00 e a segunda √†s 16.00. H√° ainda bancas para trocas de livros e, ao longo do dia, sess√Ķes de poesia. Se estiver interessado em participar com as rel√≠quias l√° de casa, inscreva-se gratuitamente atrav√©s de clubecoleccionadores.gaia@gmail. Se s√≥ quiser comprar, trocar livros usados ou espreitar o que por l√° h√°, apare√ßa, a entrada √© livre. + Dia Mundial do Tai Chi celebra-se no Parque da Cidade + Porto vai receber o maior encontro internacional de artes performativas

Hipercentro recebe exposição de carros vintage

Hipercentro recebe exposição de carros vintage

Chega o bom tempo e com ele a vontade de ir passear. No s√°bado, 12 de Maio, v√° at√© ao Hipercentro, o parque empresarial onde outrora funcionou a F√°brica de Fia√ß√£o e Tecidos da Areosa. A raz√£o? A "Hipercl√°ssicos", uma exposi√ß√£o que re√ļne 30 autom√≥veis e motociclos cl√°ssicos desde os anos 50. √Č, ali√°s, do in√≠cio desta d√©cada o autom√≥vel mais antigo em exibi√ß√£o. ‚ÄúO objectivo‚ÄĚ, segundo Mafalda Vallada, ‚Äú√© dar vida aos carros antigos e assumir a tend√™ncia e o interesse crescentes no restauro de ve√≠culos cl√°ssicos‚ÄĚ. A administradora do Hipercentro salienta ainda que ‚Äúo vintage est√° na moda‚ÄĚ, e conta porque decidiu criar este evento. ‚ÄúEm 1972, o meu av√ī soube que a f√°brica t√™xtil da Areosa ia fechar e tomou a decis√£o de a comprar. O mesmo acontece com quem compra carros antigos e os quer restaurar. Assim, neste dia conseguiremos o match perfeito: expor ve√≠culos antigos num centro carregado de hist√≥ria‚ÄĚ. Mas esta exposi√ß√£o, que decorre entre as 11.00 e as 18.00, n√£o √© para ser admirada de barriga vazia. A food truck Comida de Rua vai andar por l√° a vender sandes e, para quem n√£o vier¬†ao volante, h√° muitas bebidas. ¬† Um dos autom√≥veis que ir√° ver por l√° ¬© DR ¬† ¬† ¬† ¬† + Conhe√ßa o percurso do Rally de Portugal no Porto + Porto Extreme XL Lagares est√° de volta √† Ribeira

Museu Nacional da Imprensa tem tr√™s novas exposi√ß√Ķes sobre o 25 de Abril

Museu Nacional da Imprensa tem tr√™s novas exposi√ß√Ķes sobre o 25 de Abril

Com ou sem cravo na lapela, este √© o m√™s de celebra√ß√£o da liberdade. O Museu Nacional da Imprensa f√°-lo com exposi√ß√Ķes. Ser√£o inaugurados¬†at√© ao final de Abril tr√™s exposi√ß√Ķes. L√°pis Azul: A Censura do Estado Novo, 25 de Abril/ 44 Capicua da Alegria e Liberdade, Igualdade e Fraternidade est√£o todas relacionadas com o conceito de liberdade que¬†a revolu√ß√£o introduziu no pa√≠s. Seguindo a pol√≠tica de descentraliza√ß√£o cultural defendida pelo Museu Nacional da Imprensa, as¬†mostras¬†estar√£o √† disposi√ß√£o em locais distintos do pa√≠s. L√°pis Azul: A Censura do Estado Novo resulta da selec√ß√£o de 16 imagens da Galeria Virtual da Censura feitas por reclusos do Estabelecimento Prisional de Viana do Castelo, o mesmo local onde a exposi√ß√£o ser√° visit√°vel (o objectivo foi inserir a discuss√£o da liberdade num local onde esta est√° condicionada) a partir de s√°bado 21, a√≠ permanecendo at√© 21 de Maio. 25 de Abril/ 44 Capicua da Alegria ter√° lugar no Museu Nacional da Imprensa e ser√° composta por jornais, revistas nacionais e estrangeiras, livros, discos, fotografias e cartazes centrados na euforia da revolu√ß√£o dos cravos, que cumpre 44 anos em 2018. Inaugura tamb√©m no s√°bado 21, numa sess√£o que contar√° com general Pedro Pezarat Correia, um dos capit√£es de Abril. O in√≠cio ser√° √†s 16.30 e contar√° tamb√©m com a leitura de poemas sobre o 25 de Abril. Finalmente, no F√≥rum Cultural de Ermesinde,¬†em¬†Liberdade, Igualdade e Fraternidade, poder-se-√£o encontrar 70 desenhos integrantes da mostra do XV PortoCart

John Cale e Peter Murphy com David J no EDP Vilar de Mouros

John Cale e Peter Murphy com David J no EDP Vilar de Mouros

O EDP Vilar de Mouros, que d√° m√ļsica nos dias 23, 24 e 25 de Agosto, anunciou mais nomes¬†para juntar ao cartaz: Peter Murphy e David J celebram 40 anos de Bauhaus, e John Cale regressa a Portugal ap√≥s sete anos. Esta ser√° a terceira edi√ß√£o do que a organiza√ß√£o apelida de "nova vida" de um festival que arrancou em 1965 e que desde ent√£o tem vida intermitente. John Cale, ex-Velvet Underground, regressa e¬†apresenta uma viagem¬†por uma¬†carreira com mais de 50 anos. Compositor e produtor, abrandou o ritmo editorial nos √ļltimos anos, tendo lan√ßado apenas dois √°lbuns na d√©cada em curso: Shifty Adventures in Nookie Wood (2012) e M:FANS (2016). Peter Murphy regressa ao EDP Vilar de Mouros, desta vez acompanhado pelo c√ļmplice David J, baixista dos Bauhaus, banda que co-fundaram em 1978 em Inglaterra. Espera-se um concerto com recria√ß√Ķes de¬†temas¬†conhecidos como ‚ÄúBela Lugosi‚Äôs Dead‚ÄĚ, ‚ÄúIn the Flat Field‚ÄĚ, ‚ÄúShe‚Äôs in Parties‚ÄĚ, ‚ÄúKick in the Eye‚ÄĚ e ‚ÄúZiggy Stardust‚ÄĚ, de David Bowie. Alguns chamam-lhes os pais do rock g√≥tico e em Vilar de Mouros esperam-se pais, filhos e netos para ouvi-los. Estes nomes juntam-se a um cartaz que j√° continha Human League, The Pretenders, Los Lobos e PIL. Os ingressos est√£o √† venda por 35‚ā¨ para um dia, e por 70‚ā¨ para os tr√™s. + M√£o Morta fecham o cartaz do North Music Festival + Porto vai ter um 'Pallco' para o ensino das artes performativas ¬†

Rufem os tambores: o Vogue Café já abriu na Baixa

Rufem os tambores: o Vogue Café já abriu na Baixa

Se passou na Rua de Avis nos √ļltimos meses, percebeu que algo ‚ÄĒ considerando tantos capacetes, t√°buas de madeira e andaimes ‚ÄĒ estava para nascer. Ei-lo: o Vogue Caf√© abriu esta semana no renovado Hotel Infante Sagres. Com uma carta pensada pelo chef Gil Raposo, o Vogue Caf√© Porto, o primeiro da Pen√≠nsula Ib√©rica, tem alternativas para todos os gostos. Vieiras do Algarve caramelizadas com cenoura, gengibre e laranja (14‚ā¨); enchidos, queijos nacionais e compotas (14‚ā¨); e bacalhau de meia cura confitado em azeite com wonton crocante de grelos e gr√£o (22‚ā¨) s√£o alguns dos pratos com influ√™ncia portuguesa do menu. Mas h√° outros, como o gaspacho de tomate verde, ricota e lima (7‚ā¨); a pok√© bowl de salm√£o fresco (14‚ā¨) e os soba noodles com tofu, hortel√£ e citronela (15‚ā¨). √Ä sobremesa, atire-se √† panna cotta de laranja, biscoito e crumble de caf√©; √† tarte de chocolate em duas texturas com gelado de chocolate e menta (ambos a 8‚ā¨) ou aos macarons que nunca faltam no balc√£o. ¬† ¬† Pok√© bowl de salm√£o fresco ¬©DR ¬† ¬† ¬† ¬† Com uma decora√ß√£o em tons de preto, p√©rola e dourado, assinada pelo designer de interiores Paulo Lobo, o Vogue Caf√© tem ainda um p√°tio interior onde vai querer passar os dias quentes e uma loja onde pode comprar produtos da Claus Porto, bebidas premium da Taylor's e edi√ß√Ķes limitadas da Vogue internacional. Precisa de mais motivos para correr para l√°? ¬† ¬© DR + Os melhores caf√©s no Porto + A Brasileira reabriu com cafeteria, restaurante de autor e hotel