Get us in your inbox

Tiago Neto

Tiago Neto

Articles (163)

Bares rom√Ęnticos em Lisboa para impressionar num encontro

Bares rom√Ęnticos em Lisboa para impressionar num encontro

A ginga, o vai-n√£o-vai, aquele mando ou n√£o mando mensagem, sabemos como √©. √Äs vezes, s√≥ precisa de um empurr√£o. Ou do s√≠tio certo. A pensar nisso,¬†sugerimos um¬†rol de s√≠tios onde pode levar a cara metade, com cantos, recantos, com pouca gente, m√ļsica no volume certo, mood convidativo. N√£o podemos fazer tudo por si, √© um facto, mas se seguir as sugest√Ķes desta lista¬†de bares rom√Ęnticos em Lisboa fica pelo menos a saber quais s√£o os s√≠tios que lhe sobem os cr√©ditos. Sem mel a mais, por favor. Recomendado: Restaurantes em Lisboa com menu do Dia dos Namorados

As can√ß√Ķes essenciais para dias de chuva

As can√ß√Ķes essenciais para dias de chuva

Ficar em casa com a chuva l√° fora a cair √© uma das melhores coisas que pode fazer. Mas merece sempre uma banda sonora √† altura. Por isso mesmo, fomos √† procura das melhores can√ß√Ķes para dias cinzentos. N√£o interessa se o objectivo √© acompanhar a melancolia dos dias ou atir√°-la porta fora. H√° op√ß√Ķes para todos os gostos: os XTC a aproximar-se do opulento som dos Beatles, baladas de partir o cora√ß√£o das pedras da cal√ßada, gritos de revolta e revolu√ß√£o ou boas can√ß√Ķes country-folk √† moda americana. A escolha √© sua, mas o melhor √© enfiar-se debaixo das mantas e p√īr a banda sonora a tocar. Recomendado: 18 ideias para sobreviver √† chuva em Lisboa

Perdido no UCM? Esta é a ordem certa para ver os filmes da Marvel

Perdido no UCM? Esta é a ordem certa para ver os filmes da Marvel

A viagem pelo Universo Cinematográfico Marvel (UCM) está com cada vez mais paragens e apeadeiros. Ao todo são 29 filmes, sem contar com as séries do Disney+. Saber para que lado fica o norte pode, por isso, tem-se tornado uma tarefa infinitamente mais difícil do que é habitual em sagas do grande ecrã. Para acompanhar todos os filmes que já chegaram aos cinemas, a ordem de estreia também não é grande ajuda, uma vez que os saltos temporais são uma constante na narrativa que vai passando de uns filmes para outros. A lista que se segue é a resposta para quem quer aventurar-se numa maratona visual com princípio, meio e fim, mas não sabe por onde começar. Recomendado: Os piores e os melhores filmes da Marvel

Os dez melhores filmes sobre o 25 de Abril (e a guerra colonial)

Os dez melhores filmes sobre o 25 de Abril (e a guerra colonial)

Os¬†cineastas nacionais n√£o s√£o muito dados a¬†escavar o passado, nem mesmo a desenterrar e autopsiar o salazarismo. Mas as excep√ß√Ķes existem, e tanto a revolu√ß√£o como a guerra acabaram por chegar ao grande ecr√£, em filmes mais ou menos aproximados da realidade, muito ou pouco romantizados, baseados em livros ou em factos. Seja como for,¬†a revolu√ß√£o dos cravos¬†marcou uma p√°gina incontorn√°vel da hist√≥ria portuguesa, por isso, e porque tamb√©m o cinema lhe prestou homenagem,¬†elencamos os melhores filmes sobre o 25 de Abril para que respire a liberdade atrav√©s da s√©tima arte. Recomendado: Cantar Abril: uma d√ļzia de can√ß√Ķes revolucion√°rias

Espect√°culos de stand-up na Netflix que vale a pena a ver

Espect√°culos de stand-up na Netflix que vale a pena a ver

Às vezes rir é mesmo o melhor remédio para suportar todos os males do mundo e os comediantes são uma espécie de novos pregadores dos tempos modernos. Dave Chappelle dizia, aquando da cerimónia de entrega do prémio Mark Twain, que não há outra forma de arte que represente tão bem toda e qualquer pessoa, seja qual for a temática. E não estava enganado. Há, em cada rotina, assuntos que nos são próximos, há pontos de vista que não tínhamos pensado, há qualquer coisa de génio ao desconstruir o mundo em piadas. Todos os nomes abaixo conseguiram fazê-lo com mestria e, felizmente, a plataforma de streaming deu-nos a possibilidade de os ver ou rever. São os espectáculos de stand-up na Netflix. Recomendado: Filmes de animação que não pode perder na Netflix

Mark Lanegan: ‚ÄúOs Dead Combo s√£o uma das melhores bandas de sempre‚ÄĚ

Mark Lanegan: ‚ÄúOs Dead Combo s√£o uma das melhores bandas de sempre‚ÄĚ

‚ÄúFoi um trabalho de amor‚ÄĚ, come√ßa por dizer Mark Lanegan sobre Somebody‚Äôs Knocking, o seu 11.¬ļ √°lbum, editado¬†a 18 de¬†Outubro de 2019. ‚ÄúSempre quis fazer um disco com m√ļsicas orelhudas. Estou contente que este tenha servido o seu prop√≥sito.‚ÄĚ O cantor e compositor americano est√° mais ponderado, inabal√°vel. Isso reflecte-se na escrita, na forma como carrega o passado, e como se vai revendo no som que lhe sai das m√£os. ‚ÄúCom sorte estou a tornar-me num compositor melhor, sinto que estou. [A m√ļsica] est√° a sair-me melhor agora do que alguma vez esteve. Estou mais r√°pido. Provavelmente h√° muita gente que diz o contr√°rio, que estou a ficar consideravelmente pior, mas essa √© a natureza da m√ļsica.‚ÄĚ Somebody‚Äôs Knocking √©, por isso, um disco diferente. Refinado e aprimorado, com uma estrutura que comporta princ√≠pio, meio e fim. ‚ÄúAinda penso nos discos de uma forma antiquada, em que a sequ√™ncia √© importante‚ÄĚ, confessa. ‚ÄúPor outro lado, quero que este seja um disco com o maior n√ļmero poss√≠vel de m√ļsicas boas, que entrem no universo de algu√©m como poss√≠veis singles. Das outras vezes que tentei faz√™-lo, n√£o consegui.‚ÄĚ A sonoridade viaja por diferentes destinos, cruza electr√≥nica e rock, mas a voz¬†√© sempre o gancho familiar. Uma respira√ß√£o trazida pela m√ļsica que o acompanha e que continua a ser decisiva na cria√ß√£o do seu som. Apesar de pensarmos nele como um homem do rock, at√© da folk, o que o inspira hoje, como ontem, √© a ‚Äúelectr√≥nica underground‚ÄĚ. ‚ÄúOu√ßo muita m√ļsica brit√Ęnica cl√°ssica

Dez filmes eróticos e de SM a sério

Dez filmes eróticos e de SM a sério

J√° se fez muito bom cinema er√≥tico. O Porteiro da Noite,¬†de Liliana Cavani,¬†Hist√≥ria de O,¬†de Just Jaeckin,¬†ou A Pianista, de Michael Haneke, foram rodados entre os anos 70 e o in√≠cio do s√©culo XXI, e s√£o¬†alguns dos filmes er√≥ticos e de tem√°tica¬†sadomasoquista¬†que entraram para a hist√≥ria do cinema pela sua ousadia e qualidade. Mas n√£o s√£o os √ļnicos. Com¬†argumentos originais ou baseados em livros, com uma pitada de realidade ou fruto do g√©nio criativo, mais e menos pol√©micos, eis¬†dez filmes er√≥ticos e de sadomasoquismo indispens√°veis. Recomendado: Sete filmes mais rom√Ęnticos que os filmes rom√Ęnticos

Dez presentes para quem detesta o Dia dos Namorados

Dez presentes para quem detesta o Dia dos Namorados

Basta¬†de coisas fofinhas, aos cora√ß√Ķezinhos, cor-de-rosa e com mensagens queridas e promessas de amor eterno, que na maioria das vezes nem sequer s√£o cumpridas. Calma, n√£o precisa correr j√° para a casa de banho porque ‚Äď felizmente ‚Äď temos o ant√≠doto para tanto mel. Seja pela ironia, pelo excesso, pela diferen√ßa ou pelo simples prazer de ser desagrad√°vel (que tamb√©m vale), esta √© a lista de presentes para quem detesta o¬†Dia dos Namorados.¬†Siga as instru√ß√Ķes √† letra, ganhe coragem e vai ver que, no final, at√© os mais rom√Ęnticos v√£o querer receber um destes. Recomendado:¬†O amor √© um luxo: 15 presentes para o Dia dos Namorados

Sete filmes mais rom√Ęnticos que os filmes rom√Ęnticos

Sete filmes mais rom√Ęnticos que os filmes rom√Ęnticos

Criar uma boa hist√≥ria de amor √© uma inc√≥gnita. Na vida, que vem sem argumento, √© esperar e ver no que d√°. Na fic√ß√£o, por seu lado, √© imaginar e fazer. N√£o √© simples, por fina ser a linha entre romantismo e xaropice. Por√©m h√° realizadores que conseguem evitar as armadilhas e quebrar o mais empedernido cora√ß√£o ‚Äď com estilo. E a¬†lista que se segue √© prova disso. Estes filmes mais rom√Ęnticos que os filmes rom√Ęnticos contornaram a quest√£o com mestria, ao mesmo tempo que nos deram¬†romances¬†capazes de perdurar no tempo. Recomendado: Os melhores filmes rom√Ęnticos

Os lugares abandonados que precisa de conhecer

Os lugares abandonados que precisa de conhecer

√Č parte do folclore da humanidade, o abandono. O servir de um prop√≥sito que se torna obsoleto ou que, por outras raz√Ķes, deixa de ser necess√°rio. Mas para tr√°s fica sempre um legado, a ideia de uma ou mais vidas que por l√° se viveram. Os¬†lugares abandonados despertam um misto de curiosidade e de fasc√≠nio, mesmo que a hist√≥ria do local seja conhecida, e √© quase inevit√°vel n√£o nos fazer partir √† aventura, explorando recantos e tentando reconstruir um peda√ßo do que se perdeu no tempo. Bom, as selfies tamb√©m servem de raz√£o para muitos, n√£o h√° c√° rodeios. Seja qual for o motivo, o que importa √© sair de casa e aventurar-se¬†nestes lugares abandonados que precisa de conhecer. Recomendado: Os edif√≠cios mais bonitos de Lisboa e arredores

As melhores m√ļsicas de amor para derreter cora√ß√Ķes

As melhores m√ļsicas de amor para derreter cora√ß√Ķes

Escrever uma m√ļsica sobre a tem√°tica do amor est√° longe de ser tarefa f√°cil. A abund√Ęncia de clich√©s, o risco da mensagem demasiado dram√°tica, o resvalo √† depress√£o ou a queda na mesma forma mel√≥dica s√£o crimes imperdo√°veis a ecoar na eternidade. Claro que nem todos temos o g√©nio de Ian Curtis para fugir √† palavra¬†baby infinitamente e, ainda assim, escrever peda√ßos de m√ļsica que s√£o tudo. Mas bom, o mundo n√£o √© perfeito. Por isso, e porque os¬†baby, os¬†lover, os¬†sweetheart ou os¬†honey desta vida tamb√©m se fazem acompanhar de grandes arranjos, n√≥s damos-lhe o guia das melhores m√ļsicas de amor de sempre para amar sem limites.¬† Recomendado: As melhores lojas para comprar discos em Lisboa

Os melhores pubs em Lisboa

Os melhores pubs em Lisboa

Segundo dados do site Beer and Pub ‚ÄĒ da British Beer and Pub Association ‚ÄĒ o n√ļmero de pubs por terras de Sua Majestade est√° em queda. Mas nem tudo s√£o m√°s not√≠cias e, como √© sabido, a perda de uns √© o ganho de outros. Levando a m√°xima √† letra, Lisboa tem visto nascer alguns desses peda√ßos da cultura brit√Ęnica ao longo dos anos. E ainda que¬†o r√≥tulo de moda possa estar distante, os balc√Ķes v√£o-se enchendo, os copos de Guinness v√£o-se bebendo e o palco para jogos de futebol e m√ļsica ao vivo √© cada vez mais apetec√≠vel. Entre, sente-se, pe√ßa uma¬†pint bem medida e agrade√ßa-nos depois por lhe mostrarmos os melhores pubs em Lisboa. Recomendado: Os novos bares em Lisboa que tem de conhecer

Listings and reviews (26)

Casa Mateus

Casa Mateus

Uma das virtudes da casa √© a hist√≥ria que conta e leva para a mesa. H√° seis anos, Pedro Mateus resgatou o nome e o neg√≥cio do av√ī, o restaurante Casa Mateus, que tinha encerrado em 1982. J√° noutro local que n√£o o pr√©dio que espelha a hist√≥ria original, Pedro e os pais ajudam a manter viva a heran√ßa familiar (e isso inclui receitas antigas da Casa Mateus), com uma cozinha centrada nos produtos locais, mas agora com uma reinterpreta√ß√£o moderna e melhor apresenta√ß√£o. Pedro e o pai controlam a sala e a esplanada, enquanto a m√£e comanda as tropas na cozinha de onde saem uns roli√ßos croquetes de rabo de boi (2,25‚ā¨), mero braseado com molho de berbig√£o e bacon (14,80‚ā¨), codornizes com alheira frita (14,25‚ā¨) e um farto caril verde de lagosta, camar√£o e mexilh√£o (19,25‚ā¨). Fa√ßa o favor de n√£o sair sem alarvar na mousse de manjeric√£o e morangos (5,25‚ā¨).

O Zagaia

O Zagaia

Na segunda linha da praia, esta casa com 28 lugares √© f√°cil de encher. O Zagaia, que noutros tempos foi uma marisqueira, renasceu e pertence agora a tr√™s novos propriet√°rios ‚Äď a liga√ß√£o ao marisco, essa mant√©m-se. √Ä frente do restaurante est√° Pedro Mateus, da famosa Casa Mateus, o amigo Paulo Carvalho, chef e director de food & beverage dos espa√ßos do chef Kiko, e o s√≥cio Jo√£o Proen√ßa. ‚ÄúO Paulo ajudou- -me quando abri a Casa Mateus e fic√°mos com aquele bichinho de que um dia ainda hav√≠amos de abrir um restaurante juntos‚ÄĚ, confessa Pedro ‚Äď o dia chegou e as coordenadas na cozinha s√£o dadas por Paulo, que eleva a casa a uma marisqueira do s√©culo XXI. Os croquetes de choco com maionese de alho negro (5,25‚ā¨) s√£o obrigat√≥rios, e a lista estende-se para o lingueir√£o com molho holand√™s (13,20‚ā¨), o arroz de carabineiro e algas (17,10‚ā¨) e as lulas tenras com molho de manteiga de carabineiro (14,80‚ā¨).

O Melhor da Minha Praça

O Melhor da Minha Praça

Numa loja de 26 m2, Andr√© Cidade fez o neg√≥cio do monoproduto disparar em tr√™s tempos. Isso levou-o a abrir O Melhor da Minha Pra√ßa, no Largo de Bombaldes, e tem previsto inaugurar mais duas lojas d‚ÄôO Melhor Croissant da Minha Rua, a origem do sucesso, em Set√ļbal e Carcavelos. J√° se percebeu que aqui quem brilha √© o croissant, este que nem √© folhado nem brioche, √© ‚Äúum misto dos dois e √© isso que o torna √ļnico‚ÄĚ, gaba-se Andr√©. Os croissants s√£o dourados e com uma fina camada de a√ß√ļcar por cima, coisa que agrada a poucos, mas √© esse ‚Äúponto caramelo‚ÄĚ que os faz especiais. Servem-se simples (1,2‚ā¨) ou com recheio: morango, chocolate, requeij√£o, presunto e parmes√£o, ou salm√£o e creme de queijo (1,80‚ā¨-3,80‚ā¨). Al√©m do espa√ßo interior h√° outro com um pequeno quiosque com esplanada, onde se servem almo√ßos e jantares.

Holy Cow

Holy Cow

Quando Purna Hamal pegou no franchise que um amigo construiu por¬†Inglaterra, j√° o Taste of Nepal tinha ocupado o A e o B do n√ļmero 10 da Latino Coelho. Mas a vontade de trazer e transformar o conceito c√° sobrep√īs-se, e o que seriam obras no antigo restaurante, transformaram-se na¬†entrada do novo Holy Cow, onde a √ćndia e o Nepal se encontram. √Ä entrada, o toldo e a imagem de marca, a vaca, n√£o deixam espa√ßo ao engano. Estamos sensivelmente a meio da Latino Coelho, pr√≥ximos do Sheraton, onde em tempos o Taste of Nepal tinha morada. Purna Hamal, o rosto do neg√≥cio, em Portugal h√° 17 anos, organiza a equipa e ultima os preparos. Foi ele quem decidiu, em conjunto com o irm√£o, dar andamento ao neg√≥cio que um amigo, em Londres, j√° havia come√ßado, ainda que por c√° o conceito se tenha alterado.¬†

Santo Graal Burger & Grill

Santo Graal Burger & Grill

O Santo Graal aparece como resultado do teste de uma s√©rie de conceitos e ideias. "Quando comecei a pensar a ideia de uma hamburgueria, estava √† procura de uma tem√°tica para¬†brincar com os nomes dos pratos." No Brasil, ficou conhecido como o melhor hamb√ļrguer da cidade, e a explica√ß√£o, diz, passa por compreender a gastronomia "como algo onde as pessoas t√™m que viver uma experi√™ncia, √© isso que eu quero na minha casa." Na carta, tudo come√ßa com o tira gosto. H√° frango Teobaldo (7,90‚ā¨) com molho bravo, ou as tiras¬†parrillera¬†(8,90‚ā¨) com carne de vaca em tira de queijo provolone e chimichurri. Na grelha, o bife¬†parrillero completo √© o grande favorito e vem de duas formas: simples (8,50‚ā¨) ou com queijo provolone e chimichurri (9,90‚ā¨). Pode tamb√©m optar pelo salm√£o (9,90‚ā¨) ou pelo frango (8,50‚ā¨), tudo com dois acompanhamentos e um molho √† escolha. Se o assunto for hamb√ļrgueres, o ex-l√≠bris, h√° um total de nove op√ß√Ķes, todos eles com sugest√Ķes de harmoniza√ß√£o.¬† No cap√≠tulo das sobremesas, a cuca cremosa (2,90‚ā¨) √© o argumento principal, mas h√° tamb√©m creme catalana (2,90‚ā¨), duo de brigadeiro (2,90‚ā¨) ou gelado de nata com calda de frutos vermelhos suavemente picante (3,90‚ā¨). Para fechar, e porque o Brasil est√° sempre presente, as capirinhas tamb√©m s√£o op√ß√£o.

Altar

Altar

O espa√ßo √© simples, a decora√ß√£o minimalista. Os balc√Ķes, em m√°rmore recortado, o tecto, em papel projectado, condizente com o ch√£o, em cimento. N√£o h√° quadros nem luzes de parede por imposi√ß√£o patrimonial. A carta foi pensada em conjunto com o chef Roberto Mezzepelle, que trouxe ao Altar o conceito de massa maturada. Nas entradas, as burratas s√£o o grande destaque. H√° genovese (9‚ā¨), caprese (9,50‚ā¨), com tomate cherry, manjeric√£o, or√©g√£os e r√ļcula ou a burrata presunto (12,50‚ā¨). O carpaccio de novilho (12,50‚ā¨), de salm√£o (13‚ā¨) ou de espadarte (13‚ā¨) seguem logo de seguida, passando ainda pelas bruschettas de alho (2,50‚ā¨) ou de tomate (3,50‚ā¨), ou pelo prato de presunto de porco preto com focaccia romana (15‚ā¨). Nas saladas, a caprese (9‚ā¨) com mozzarella de b√ļfala, tomate e manjeric√£o, a altar (12‚ā¨) com mix de quinoa branca e preta, abacate, cenoura tomate cherry, salm√£o e manga, ou a salada mista (6‚ā¨), com mix de alface, tomate cherry e cebola roxa s√£o as op√ß√Ķes. As pizzas, brancas (sem molho de tomate) ou da casa, s√£o personaliz√°veis e podem¬†ser feitas com uma base de carv√£o vegetal. Nas sobremesas, o tiramis√ļ ou a pana cotta com frutos vermelhos s√£o boas sugest√Ķes. Para¬†beber¬†h√° caipirinhas, limoncello, mojito ou o cocktail da casa, o bellini altar com ros√© e sumo de p√™ssego.

A Paródia

A Paródia

Na d√©cada de 70, o fundador, Lu√≠s Pinto Coelho, tinha ali uma loja de antiguidades onde aconteciam tert√ļlias a favor da revolu√ß√£o. O nome √© uma homenagem √† revista de s√°tira de Rafael Bordalo Pinheiro e muitos dos seus desenhos est√£o nas paredes. Entre os clientes famosos est√°, por exemplo, Jos√© Cardoso Pires que costumava monopolizar o enorme cinzeiro do balc√£o do bar e ench√™-lo de beatas. O espa√ßo √† porta fechada tem um ambiente intimista e convida a largas horas de boa conversa acompanhadas de um copo dos mais de 50 cocktails da carta, sendo que a margarita de gengibre tornou- -se quase a bebida da casa e cura males em todas as esta√ß√Ķes

Electric Tiger

Electric Tiger

Abriu em Dezembro em soft opening, e agora estar√° de portas abertas at√© pelo menos ao final do ano, altura em que o espa√ßo vira um restaurante. A Electric Tiger nasceu pelas m√£os de Marco e Imma, ambos apaixonados por tudo o que grita retro e vintage. Imma chegou √† capital h√° menos tempo e trazia de It√°lia a experi√™ncia de trabalhar numa loja vintage e os contactos de fornecedores ‚Äď a maior parte das pe√ßas da Electric Tiger vem de N√°poles. Camisolas, saias, carteiras, casacos e alguns acess√≥rios distribuem-se pelos chariots da pequena loja.

√Ās de Espadas

√Ās de Espadas

Tiago Andrade e Bruno Lopes come√ßaram o seu imp√©rio de lojas vintage h√°¬†mais de uma d√©cada e o pontap√© de sa√≠da foi dado com a √Ās de Espadas, a loja que dedica o seu recheio ao universo feminino, dos anos 20 aos 80. Viaje no tempo entre saias plissadas, blusas de seda e um sortido de malas e acess√≥rios capaz de o entreter durante umas boas horas.

Os Papagaios

Os Papagaios

Serviu como casa de¬†comes e bebes¬†√†s gentes que davam¬†vida ao mercado mas acabou perdido no tempo. Joana Amado pegou-lhe, mudou espa√ßo, nome, carta, e devolveu ao bairro de Arroios uma das suas casas mais emblem√°ticas cheia de novidades e misturas gastron√≥micas. Na carta os refrigerantes n√£o entram, dando lugar ao smoothie do dia (2,10‚ā¨), ao sumo de laranja (1,70‚ā¨) ou ao ch√°, frio ou quente (1,20‚ā¨). O caf√©, e todas as suas combina√ß√Ķes, tem assinatura da Flor da Selva e √© torrado a lenha em Lisboa. Para come√ßar o dia, h√° granola caseira com iogurte grego e fruta da √©poca (3,70‚ā¨), muesli com iogurte grego (3,50‚ā¨) ou panquecas de lentilhas e gr√£o com salada e pasta de tomate (3,50‚ā¨). Os ovos s√£o bandeira da casa. Estrelados simples (2,50‚ā¨) ou com bacon (4,50‚ā¨), mexidos com tomate, cereja e cogumelos (4‚ā¨) ou em omelete, com op√ß√£o cebolinho (2,70‚ā¨), queijo da ilha (3,70‚ā¨) ou mista (4,50‚ā¨). O p√£o, que chega fresco todos os dias dos vizinhos¬†Terra P√£o, √© companhia para quase tudo. Ao almo√ßo, para entrada, os peixinhos da horta (3‚ā¨) s√£o refer√™ncia. A canja (2,20‚ā¨) n√£o sai da carta, e nos pratos, h√° op√ß√£o do dia (7,50‚ā¨), meia desfeita de bacalhau com cebola caramelizada (9‚ā¨) ou caril de vegetais com arroz (7‚ā¨).

Miolo

Miolo

Chegou ao n√ļmero 50 da Rua Luz Soriano, no Bairro Alto, √† boleia de um sonho onde a comida era tema central. Mais de um ano depois,¬†Jo√£o Luc e Catarina Terenas abriram as portas ao Miolo, um pequeno caf√©-restaurante¬†que aposta ¬†nos produtos sustent√°veis e na portugalidade dos materiais. O objectivo, explica Catarina, era "ter comida de qualidade para as pessoas que quisessem aproveitar a cidade, passear", fugindo de conceitos mais f√°ceis como por exemplo as pizzas. Aqui, tudo √© pensado para evitar o desperd√≠cio: as colheres do caf√© s√£o de madeira; o pl√°stico n√£o entra, dando lugar ao cart√£o recicl√°vel e ao vidro. No menu, toda a produ√ß√£o √© caseira √† excep√ß√£o do p√£o ‚Äď de fermenta√ß√£o lenta e feito exclusivamente com cereais portugueses que todos os dias chega da padaria Gleba. Entre as op√ß√Ķes h√° sandes com p√£o de batata-doce roxa com courgette grelhada, tomate, pasta de azeitona e pesto (5,50‚ā¨), p√£o chapata com queijo da Serra amanteigado, presunto e tomate seco (6‚ā¨) ou uma das sugest√Ķes da casa, o p√£o de hamb√ļrguer brioche com bochecha de porco estufada em vinho do Porto, cebola roxa caramelizada e toucinho crocante (7,50‚ā¨).

News (209)

As M√ļsicas do Mundo regressam a Sines e Porto Covo em 2021

As M√ļsicas do Mundo regressam a Sines e Porto Covo em 2021

O Ver√£o de 2020 fica marcado pelo sucessivo adiamento ou cancelamento de festivais e o FMM n√£o foi excep√ß√£o. Programada para acontecer entre os dias 18 e 25 de Julho, a 22.¬™ edi√ß√£o do festival vai agora realizar-se de¬†23 a 31 de Julho de 2021, avan√ßa a organiza√ß√£o em comunicado esta sexta-feira. Confirmados, para j√°, est√£o os primeiros 14 nomes que v√£o devolver a m√ļsica a Sines e a Porto Covo:¬†Ava Rocha¬†(Brasil) Cimafunk (Cuba);¬†Dead Combo & Mark Lanegan (Portugal / EUA); Guiss Guiss Bou Bess (Senegal / Fran√ßa); Lankum (Irlanda); Lavoisier + Jo√£o Bento (Portugal); Lina_Ra√ľl Refree (Portugal / Espanha);¬†Maria Jo√£o & Carlos Bica Quarteto (Portugal); Marina Satti & Fon√©s (Gr√©cia); Melingo (Argentina); Muthoni Drummer Queen (Qu√©nia); Pongo (Angola / Portugal); Rizan Said (S√≠ria) e¬†Third World (Jamaica). O FMM Sines venceu o pr√©mio EFFE Award 2017, atribu√≠do pela European Festivals Association. Em 2019, foi¬†galardoado nos Iberian Festival Awards com pr√©mios nas categorias de Melhor Promo√ß√£o Tur√≠stica (Portugal¬†e Espanha), Melhor Programa Cultural (Portugal) e Melhor Grande Festival (Portugal). + The Strokes e Faith No More entre as novas confirma√ß√Ķes para o NOS Alive + Leia j√°, gr√°tis, a nova edi√ß√£o da Time Out Portugal

Kiss: nova digress√£o europeia n√£o inclui data em Lisboa

Kiss: nova digress√£o europeia n√£o inclui data em Lisboa

Adiada devido √† pandemia de Covid-19, a digress√£o europeia dos Kiss, que passaria pela Altice Arena no passado dia 7, foi entretanto reagendada, com datas que incluem Praga, Estugarda, Paris, Zurique ou Madrid. Lisboa ficou, contudo, fora do novo alinhamento.¬† Em consequ√™ncia, a Everything Is New, promotora do espect√°culo, anunciou atrav√©s das redes sociais que o reembolso dos bilhetes pode come√ßar a ser pedido a partir da pr√≥xima¬†segunda-feira, dia 27 de Julho. Ver esta publica√ß√£o no Instagram Uma publica√ß√£o partilhada por Everything is New (@everythingisnewpt) a 24 de Jul, 2020 √†s 2:11 PDT "Todos os portadores de bilhetes para o espet√°culo poder√£o solicitar o reembolso, no prazo m√°ximo de 60 dias √ļteis, a partir de segunda-feira, dia 27 de julho, no respectivo local ou website de compra", escreve a Everything Is New. A digress√£o de despedida da banda de hard rock norte-americana, que come√ßa nos Estados Unidos a 28 de Agosto, passa por pa√≠ses como Brasil, Argentina, Peru, B√©lgica, Alemanha, Espanha ou It√°lia. + Festival Iminente realiza-se em Setembro em formato alternativo

The Strokes e Faith No More entre as novas confirma√ß√Ķes para o NOS Alive

The Strokes e Faith No More entre as novas confirma√ß√Ķes para o NOS Alive

O NOS Alive continua a reforçar o cartaz para a sua edição em 2021 e no rol de novidades estão alguns dos nomes mais importantes do circuito festivaleiro do próximo ano. The Strokes, Faith No More, La Roux, Manel Cruz (todos a 10 de Julho), Tom Misch (9 de Julho) e The Lumineers (8 de Julho) vão subir ao palco no Passeio Marítimo de Algés. A edição marca o regresso da banda de Julian Casablancas a solo português, depois do concerto no Super Bock Super Rock em 2011, trazendo na mala o mais recente trabalho, The New Abnormal, editado em Abril deste ano. Também de Abril é o disco de Tom Misch, What Kinda Music, feito colaborativamente com o baterista Yussef Dayes. E La Roux editou este ano o álbum Supervision, depois de um hiato discográfico de seis anos. Estes nomes juntam-se aos já confirmados Alec Benjamin, alt-J, Angel Olsen, Black Pumas, Caribou, Da Weasel, Fontaines D.C., Hobo Johnson and The Lovemakers, Nothing But Thieves, Parcels, Parov Stelar, Red Hot Chili Peppers, Seasick Steve, Sea Girls e Two Door Cinema Club. Os bilhetes para o NOS Alive 2021, que acontece de 7 a 10 de Julho, já se encontram à venda nos locais habituais. Todos os portadores de ingressos para a edição de 2020 ou de vouchers que queiram garantir o seu lugar deverão proceder à troca obrigatória para bilhetes válidos do NOS Alive 2021, mediante lotação disponível. + A Filho Único tem programa para as Noites de Verão

A Filho √önico tem programa para as Noites de Ver√£o

A Filho √önico tem programa para as Noites de Ver√£o

√Č uma programa√ß√£o recheada, aquela que a Associa√ß√£o Filho √önico vai levar ao MNAC em Agosto e √† Galeria Quadrum em Setembro, parte da iniciativa Noites de Ver√£o.¬†Todas as sextas-feiras, a partir das 19.00, h√° nomes a subir a palco e a entrada √© livre, mediante o¬†levantamento de um ingresso, de forma a cumprir as normas em vigor. A agenda abre com Nuno Rebelo a 7 de Agosto, seguindo-se depois "Cafetra Records apresenta Banda Fetra" (14 de Agosto) e Susana Santos Silva (21 de Agosto). Braima Galiss√° (28 de Agosto) encerra o palco do Museu Nacional de Arte Contempor√Ęnea.¬† J√° no jardim da Galeria Quadrum, em Alvalade, o dia 4 de Setembro est√° entregue √† editora discogr√°fica naive, que leva a palco a fundadora¬†Violet,¬†BLEID¬†e¬†Odete. Nos restantes dias,¬†Ricardo Toscano¬†e¬†Gabriel Ferrandini¬†unem-se √†¬†Co$tanza's Post-MODEM Orchestra¬†(11 de Setembro);¬†Sereias¬†e¬†Sirius¬†partilham o palco (18 de Setembro); e a programa√ß√£o termina a cargo da editora Pr√≠ncipe com "Pr√≠ncipe apresenta Niagara", levando a palco um¬†Back to¬†Back dos DJs Nigga Fox¬†e Marfox. + O MOTELX regressa ao Cinema S√£o Jorge em Setembro e traz dois dias extra

O MOTELX regressa ao Cinema S√£o Jorge em Setembro e traz dois dias extra

O MOTELX regressa ao Cinema S√£o Jorge em Setembro e traz dois dias extra

Foram dadas a conhecer esta quarta-feira as primeiras novidades relativas √† edi√ß√£o 2020 do MOTELX, que volta a acontecer¬†no Cinema S√£o Jorge, de 7 a 14 de Setembro, e que este ano conta com medidas de seguran√ßa especiais, de acordo com as recomenda√ß√Ķes da Direc√ß√£o Geral de Sa√ļde. A programa√ß√£o deste ano conta¬†com a¬†retrospectiva "Pesadelo Americano: O Racismo e o Cinema de Terror", uma selec√ß√£o de sete filmes percursores do movimento Black Lives Matter, "cujo olhar cr√≠tico prop√Ķe um acerto de contas com a hist√≥ria", escreve a organiza√ß√£o no comunicado. The Intruder¬†(Roger Corman, 1962);¬†Ganja & Hess¬†(Bill Gunn, 1973);¬†White Dog¬†(Samuel Fuller, 1982); The People Under the Stairs¬†(Wes Craven, 1991);¬†Candyman¬†(Bernard Rose, 1992);¬†Tales from the Hood¬†(Rusty Cundieff, 1995) e Get Out¬†(Jordan Peele, 2017) s√£o os filmes em mostra. 2020 √© tamb√©m o ano do realizador¬†Pedro Costa no MOTELX. O cineasta¬†√© o convidado da sec√ß√£o Quarto Perdido, este ano intitulada ‚ÄúPedro Costa ‚Äď Filmar as Trevas‚ÄĚ, em que ir√° abordar¬†a sua declarada afinidade com o universo do terror e do fant√°stico, terminando com a exibi√ß√£o dos t√≠tulos Ne Change Rien¬†(2009) e Cavalo Dinheiro¬†(2014). Na sec√ß√£o Servi√ßo de Quarto, √© o terror no feminino que marca esta edi√ß√£o.¬†Saint Maud¬†de Rose Glass, e Relic, a aclamada estreia cinematogr√°fica da escritora Natalie Erika James s√£o os destaques.¬†Takashi Miike, o cineasta japon√™s, tamb√©m marca presen√ßa na sec√ß√£o com aquele que √© estimado ser o seu 104.¬ļ filme,¬†First Love. Na s

Chefs V√≠tor Ad√£o e Ga√ętan Evrard levam as m√£os ao fogo na Gra√ßa

Chefs V√≠tor Ad√£o e Ga√ętan Evrard levam as m√£os ao fogo na Gra√ßa

Quatro m√£os, dois chefs, e um o√°sis plantado no cora√ß√£o de Lisboa onde a comida chega do fogo ao prato. A f√≥rmula n√£o est√° longe daquela a que o chef V√≠tor Ad√£o j√° havia habituado quem passava a porta do Plano, o restaurante que em Setembro de 2019 abriu e que em Dezembro inaugurou a parte interior. O seu primeiro de assinatura a solo.¬† Mas desta feita h√° mais um elemento a embarcar na sua viagem. Ga√ętan Evrard, chef franc√™s respons√°vel pelo L'√Čvidence, que conta com uma estrela Michelin, vai juntar-se ao chef flaviense para homenagear aquela que tem sido a bandeira de Ad√£o: o produto portugu√™s. "O nosso objectivo foi n√£o fazer simplesmente um jantar a quatro m√£os, mas aproveitar tamb√©m para promover um momento de descoberta e de homenagem aos produtos nacionais, que s√£o a base fundamental do meu trabalho e do Plano", diz o chef portugu√™s de 30 anos. "O desafio que lancei ao chef Ga√ętan Evrard, que √© tamb√©m um apaixonado pelo produto, foi precisamente esse: fazermos juntos um jantar que destacasse os produtos portugueses, que lhe desse a conhecer a subst√Ęncia de que somos feitos." O jantar, que conta com um menu degusta√ß√£o (117‚ā¨) especialmente preparado, acontece esta quinta-feira a partir das¬†19.30 na renovada parte exterior do Plano. Os dois chefs seguem depois at√© ao Norte, para uma visita √† rede de Tabernas do Alto T√Ęmega, da qual Vitor Ad√£o √© curador. "Juntamo-nos a um grupo de outros chefes portugueses para dar ao chef Ga√ętan tamb√©m a oportunidade de conhecer mais profu

Carne maturada e sushi: O Matt√ę quer ensinar-nos a dividir a mesa

Carne maturada e sushi: O Matt√ę quer ensinar-nos a dividir a mesa

As sucessivas obras de requalifica√ß√£o na zona de Santos trouxeram √† freguesia uma nova vida, novas gentes e novas ideias.¬†Gustavo Neves foi uma destas pe√ßas, que ali encontrou o espa√ßo para fazer crescer a ideia que o acompanhava h√° anos: ter um espa√ßo seu, pensado √† medida, depois do muito tempo que passou ao lado dos pais a trabalhar em restaura√ß√£o. "Queria que fosse simples e elaborado, um s√≠tio em¬†que as pessoas pudessem estar descontra√≠das". Fez-se √† estrada, para os Estados Unidos, para a Europa, e absorveu o que p√īde, entre restaurantes de sushi e altares para os amantes da carne, "para perceber o que queria". O resultado foi uma jun√ß√£o, √† partida improv√°vel, mas que, no regresso, lhe pareceu forte: "por que n√£o juntar os dois? Adoro carne maturada e adoro sushi. Comecei a pensar em dois balc√Ķes para agradar a dois p√ļblicos e assim temos duas experi√™ncias gastron√≥micas diferentes." ¬† O interior da primeira sala do Matt√ęFotografia: C√©sar Passinhas ¬† Foi assim que delineou o plano do Matt√ę e, da√≠, formou equipa. O¬†sushi ficou entregue a Habner Gomes, com quem Gustavo j√° tinha trabalhado, e que passou pela Taberna Hikidashi, em Campo de Ourique. √Č ele quem controla a carta e toda a zona dedicada ao peixe. A sala de sushi foi, ali√°s, pensada para ele, da altura do balc√£o √† disposi√ß√£o e aos materiais. Por l√°, h√° pedidos que podem ser feitos √† carta, como os sashimis de carapau (8‚ā¨), de chu-toro (18‚ā¨), os niguiris de robalo (8‚ā¨) ou de pregado (7,50‚ā¨), o hosomaki kappa maki

Santa Casa Alfama regressa em Outubro e j√° tem confirma√ß√Ķes para os palcos Am√°lia e Fado √† Janela

Santa Casa Alfama regressa em Outubro e j√° tem confirma√ß√Ķes para os palcos Am√°lia e Fado √† Janela

√Č j√° em Outubro que as guitarras voltam a soar no bairro lisboeta. Em ano do centen√°rio do nascimento de Am√°lia Rodrigues, o festival Santa Casa Alfama est√° de regresso dias 2 e 3 de Outubro e j√° existem confirma√ß√Ķes para os dois palcos desta edi√ß√£o.¬†V√Ęnia Duarte e Andr√© Baptista s√£o os primeiros nomes a actuar, dia 2, no¬†Palco Am√°lia, que este ano se mant√©m instalado no¬†Audit√≥rio Abreu Advogados. Dia 3 de Outubro,¬†√© a vez de Catarina Rocha e Francisco Salva√ß√£o Barreto. No palco Fado √† Janela, que tamb√©m regressa, ouvir-se-√£o as vozes de Jorge Silva, Jos√© Manuel Rodrigues e Gilberto Silva. O an√ļncio foi feito esta sexta-feira, 17 de Julho, e a organiza√ß√£o garante que, tendo em conta as circunst√Ęncias, o festival respeitar√° "todas as normas da Direc√ß√£o-Geral da Sa√ļde, garantindo a seguran√ßa do p√ļblico e de todos os envolvidos na realiza√ß√£o do Santa Casa Alfama". + Os concertos est√£o de regresso ao Museu Nacional da M√ļsica

Já pode fazer compras no Continente através do Uber Eats

Já pode fazer compras no Continente através do Uber Eats

Sem filas, com entregas r√°pidas e hor√°rios de pedido das 09.00 √†s 22.00. A parceria entre o Continente e o Uber Eats j√° arrancou e, com ela, s√£o mais de mil os produtos que podemos juntar ao carrinho:¬†refei√ß√Ķes prontas, frutas e legumes frescos, mercearia, cerveja, vinho, bebidas espirituosas, produtos de¬†beleza, peixaria, talho, congelados, limpeza do lar ou produtos de¬†higiene fazem parte da lista. O servi√ßo funciona da mesma forma que um pedido de comida de um restaurante na plataforma¬†Uber Eats. Divide-se em v√°rias categorias de¬†produtos e √© s√≥ ir acrescentando o que precisa ao carrinho. Uma vez confirmado,¬†o pedido √© recebido na loja pela equipa do Continente, antes de ser recolhido e entregue pelo parceiro de entrega. H√° ainda outra vantagem, a exclus√£o do valor m√≠nimo de pedido. Em Lisboa, a parceria ser√° feita atrav√©s da loja Continente Bom Dia Acqua Roma. Mas o servi√ßo est√° tamb√©m dispon√≠vel no Porto, na loja Continente Bom Dia da Avenida da Boavista, e no Algarve, a partir de segunda-feira, nas lojas Continente Portim√£o, Continente Modelo de Olh√£o, Lagos, Faro e Loul√©. Pedro Santos, director de e-commerce do Continente diz que a parceria significa "mais op√ß√Ķes de compra para os nossos clientes e uma forma adicional de comodidade para encomendarem os seus produtos, entregues √† sua porta". J√°¬†Mariana Ascen√ß√£o, directora de comunica√ß√£o da Uber em Portugal, diz-se orgulhosa "por lan√ßar esta parceria com o Continente, esta que √© a nossa primeira grande parceria com uma c

A$AP Rocky regressa em 2021 ao Super Bock Super Rock

A$AP Rocky regressa em 2021 ao Super Bock Super Rock

Um dos nomes mais aguardados do cartaz deste ano do Super Bock Super Rock (SBSR), o nova-iorquino A$AP Rocky, estar√° de volta ao Meco em 2021. A confirma√ß√£o chegou esta quinta-feira e inclui tamb√©m outros nomes, num cartaz que vai novamente ganhando forma, depois do cancelamento daquela que seria a 26.¬™ edi√ß√£o do festival. Os brit√Ęnicos Hot Chip s√£o outro dos regressos e, a eles, juntam-se¬†Wire, Son Lux, GANSO e Pedro de Tr√≥ia. O evento, que decorre de 15 a 17 de Julho de 2021 na Herdade do Cabe√ßo da Flauta, junto ao Meco, conta tamb√©m com confirma√ß√Ķes de Foals, Brockhampton, Slow J, Kali Uchis, Boy Pablo, Goldlink, Jungle (em formato DJ Set) ou Local Natives. Os bilhetes para a 26.¬™ edi√ß√£o do SBSR est√£o √†¬†venda nos locais habituais e custam entre os 55‚ā¨ (bilhete di√°rio) e os¬†110‚ā¨ (passe). + Oeiras¬†vai ter livros e jornais gr√°tis nas praias + Leia j√°, gr√°tis, a nova edi√ß√£o da Time Out Portugal

Estão de regresso as noites de cinema ao ar livre da Freguesia de Santo António

Estão de regresso as noites de cinema ao ar livre da Freguesia de Santo António

Anunciadas como parte de um regresso √† nova normalidade que a Junta de Freguesia lisboeta quer promover, as noites de Cinema ao Ar Livre no Parque Mayer est√£o de regresso. S√£o cinco os filmes que podem ser vistos gratuitamente pelas 21.00 dos dias¬†17, 18, 24, 25 e 31 de Julho: Yesterday (2019), Varia√ß√Ķes (2019), Regresso ao Futuro (1985), O Mist√©rio do Rel√≥gio na Parede (2018) e Midway (2019). O evento decorrer√° sob um plano de conting√™ncia onde ser√£o asseguradas medidas de preven√ß√£o e controlo, esclarece a Junta de Freguesia em comunicado no Facebook. "O local ter√° circuitos de entrada e sa√≠da controlados por um colaborador da organiza√ß√£o; os lugares estar√£o previamente identificados, por forma a cumprir o distanciamento f√≠sico, e a sa√≠da da plateia √© efetuada fila por fila, num per√≠odo alargado, para evitar aglomerados de pessoas." A nota refere tamb√©m que "todo o material de plateia e divis√Ķes de seguran√ßa ser√£o devidamente higienizados antes de cada sess√£o e os intervalos ser√£o evitados, ou reduzidos ao m√≠nimo indispens√°vel." + Nimas programa ciclo de filmes sobre racismo e escravatura

H√° uma nova varanda para o Tejo com pratos, petiscos e gelados. √Č L√° no Rio

H√° uma nova varanda para o Tejo com pratos, petiscos e gelados. √Č L√° no Rio

O dia, quente, pedia pouco mais do que um pouso √† sombra e um copo de qualquer coisa fresca ‚Äď um cocktail de frente para o rio talvez fosse a receita mais f√°cil de imaginar. Foi este um dos pontos de partida para que Miguel Caetano e Jos√© Maria Santana Lopes, da Deep Attitude, se unissem √† cozinha de Martim Fevereiro e ao restante grupo Lust In Rio e transformassem¬†a esplanada da discoteca num terra√ßo gastron√≥mico que √©, paralelamente, uma plataforma de eventos. "Este espa√ßo tinha a ambi√ß√£o a m√©dio prazo de ter um projecto que permitisse funcionar durante mais horas com outro tipo de oferta. E com tudo o que aconteceu este ano, percebemos que espa√ßos √† beira-rio n√£o eram muitos. Vimos a oportunidade de requalific√°-lo e rentabiliz√°-lo com uma oferta que a cidade precisava", diz Miguel Caetano. ¬† Fotografia: Manuel Manso ¬† Come√ßa assim a hist√≥ria do L√° no Rio, pensado "para¬†que as pessoas pudessem descontrair ao p√© do rio, com boa comida e boa oferta de bebida mas que tivesse tamb√©m um conjunto de actividades". S√£o, ao todo, tr√™s espa√ßos, entre restaurante, lounge e balcony, com ofertas distintas. Na zona de restaura√ß√£o, a carta √© mais elaborada: h√° petiscos como gyozas de frango agridoce (5‚ā¨/4uni), t√°rtaro de vitela com ovo de codorniz (7‚ā¨) ou ceviche de atum (7‚ā¨) para come√ßar. ¬† O t√°rtaro do L√° no Rio vem acompanhado de p√£o tostadoFotografia: Manuel Manso ¬† Segue-se depois para o bacalhau fresco, broa e farinheira com gratin dauphinois de batata doce e salada, ou o atum b

The best things in life are free.

Get our free newsletter ‚Äď it‚Äôs great.

Loading animation
Déjà vu! We already have this email. Try another?

ūüôĆ Awesome, you're subscribed!

Thanks for subscribing! Look out for your first newsletter in your inbox soon!