Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Cascais icon-chevron-right Os melhores parques e jardins em Cascais
Jardim, Passeios, Actividades, Parque Marechal Carmona, Cascais
©Duarte Drago Parque Marechal Carmona

Os melhores parques e jardins em Cascais

Respirar ar puro, passear no meio das árvores e conhecer um dos segredos da longevidade dos cascalenses. Aqui apresentamos sete parques e jardins, um para cada dia da semana.

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Se houve lição aprendida com a pandemia foi a de que o nosso corpo precisa realmente de receber oxigénio puro. Se ele vier das árvores, tanto melhor. Passear em espaços verdes deixou de ser só um belo momento de descontracção: passou a ser igual a receber um bilhete premiado da lotaria. Cascais tem vindo a trabalhar na requalificação e abertura de diversos parques, a dotá-los de equipamentos de ginástica, atracções para os mais novos ou apenas zonas acessíveis para se esticar ao sol. De toda essa oferta, fizemos a nossa própria selecção dos melhores parques e jardins. Com um bónus: um que se divide entre Sintra e Cascais e permite ser explorado infinitamente. Verde mais verde… não há.

Recomendado: Comer, comprar e passear: as melhores coisas para fazer em Cascais

Os melhores parques e jardins em Cascais

Jardim, Passeios, Actividades, Parque Marechal Carmona, Cascais
Jardim, Passeios, Actividades, Parque Marechal Carmona, Cascais
©Duarte Drago

Parque Marechal Carmona

Atracções Parques e jardins

É considerado um dos pulmões de Cascais, criado nos anos 40, com a junção dos jardins do Palácio Condes de Castro Guimarães, cujo museu está ainda nas imediações do parque, e os terrenos do Visconde da Gandarinha. Trata-se de um parque com o seu quê de romântico, com vários recantos para namorar, mas também muito virado para famílias, com dois parques infantis (um para bebés, outro para mais crescidos), além de ter pavões, patos, galos, galinhas e um grande relvado para apanhar banhos de sol.

Abril a Outubro Seg-Dom 08.30-20.00, Novembro a Março Seg- Dom 08.30-18.00.

Parque, Jardim, Parque Palmela, Cascais
Parque, Jardim, Parque Palmela, Cascais
©Duarte Drago

Parque de Palmela

Atracções Parques e jardins

Se o Parque Marechal Carmona é um dos pulmões, o Parque de Palmela é o outro. Construído em 1870 pelos Duques de Palmela, tem um popular circuito de arborismo, adaptado para pessoas de todas as idades – para saber mais, vá até ao site da empresa Pedaços de Aventura – e uma sala de espectáculos, o Auditório Fernando Lopes-Graça, uma lembrança dos tempos em que a Duquesa de Palmela organizada grandes festas. E tem também um circuito de manutenção. Mais: não costuma ter grandes enchentes, por isso é perfeito para aqueles primeiros encontros amorosos que a relação se deve manter secreta.

Abril a Outubro Seg-Dom 08.30-20.00, Novembro a Março Seg-Dom 08.30-18.00.

Publicidade
Jardim, Estoril, Jardim Casino Estoril
Jardim, Estoril, Jardim Casino Estoril
©DR

Jardins do Casino

Atracções Parques e jardins

Ficam em frente ao Casino Estoril e estendem-se até à estação de comboios. Podem não ter o glamour da época em que foram construídos, há coisa de 100 anos, quando nasceu o grande projecto do Estoril, mas ainda são um bom sítio para um passeio, para levar os miúdos a andar de bicicleta – é ali que muitas crianças do Estoril largam as rodinhas – ou a ver os peixes nos lagos. Afinal, que miúdo não se encanta com uma carpa cor de laranja? Pode sempre passar do Deck Bar, um restaurante clássico da zona, e apanhar um croquete e uma imperial para beber sentado num dos bancos do jardim.

Parque Natural de Sintra-Cascais
Parque Natural de Sintra-Cascais
©PMSL/Luis Duarte

Parque Natural de Sintra-Cascais

Atracções Parques e jardins

Os números fornecidos pelo Município de Cascais não enganam. Em 14,583 hectares que formam este parque, em parte concelho de Sintra, em parte de Cascais, moram 33 mamíferos, mais de 160 aves, 12 espécies de anfíbios, 20 de répteis e 9 de peixes de água doce. E não, não se trata de um zoo, mas de um parque onde se pode perder entre trilhos, vista incríveis, pinhais e arribas. É o sítio certo para os verdadeiros apaixonados por caminhadas, com diferentes percursos que podem ser facilmente encontrados online.

Publicidade
Parque, Jardim, Cascais, Parque da Ribeira dos Mochos
Parque, Jardim, Cascais, Parque da Ribeira dos Mochos
©Duarte Drago

Parque da Ribeira dos Mochos

Atracções Parques e jardins

São 41 mil metros quadrados de verde, parte dele integrado na Rede Ecológica Nacional. Este parque urbano agrega (e deve o nome) a Ribeira dos Mochos, uma das principais linhas de água do Concelho de Cascais. Inaugurado em 2010, tem um parque infantil, uma pista de aventuras, zona para piqueniques e merendas e espaço para passeio – além do obrigatório circuito de manutenção.

Curiosidade: é também aqui que moram os Viveiros de Cascais, onde crescem as espécies que serão depois replantadas em diferentes zonas verdes do concelho.

Parque, Jardim, Estoril, Parque Urbano Bosque dos Gaios
Parque, Jardim, Estoril, Parque Urbano Bosque dos Gaios
©DR

Parque Urbano Bosque dos Gaios

Atracções Parques e jardins

Pistas para bicicletas, para levar os carrinhos de bebés, zonas para descansar e muito terreno para largar os mais novos em liberdade é aquilo que encontra no Parque Urbano do Bosque dos Gaios. Pede o nome emprestado a uma das aves que o habita, a par de coelhos e corujas – já está a ver como vai entreter a miudagem, certo? – e tem cerca de 2,5 hectares de verde para descobrir. Tem uma zona de merendas, um miradouro e, porque parque que se preze tem de o ter, um circuito de manutenção para os que preferem exercício gratuito e ao ar livre.

Publicidade
Jardim, Parque, Carcavelos, Parque Quinta da Alagoa
Jardim, Parque, Carcavelos, Parque Quinta da Alagoa
©DR

Parque Quinta da Alagoa

Atracções Parques e jardins

Pertenceu aos Jesuítas, foi zona de produção do mítico vinho de Carcavelos e hoje é um espaço urbano muito verde, ainda com parte da mata original, buxo – com interpretações de animais em buxo, mesmo – campos de ténis, parques infantis e uma lagoa. Pode lá ir ler o jornal, dormitar ou sol ou só passear sem propósito definido.

Mais coisas para fazer ao ar livre

Feiras, Feira da Boca do Inferno, Cascais
©Joana Freitas

As melhores feiras e mercados em Cascais

Coisas para fazer

A vila pode ser mais conhecida pelos mergulhos nas praias, os passeios ao ar livre e o peixinho fresco. Mas há mais, muito mais. Até porque também é preciso abastecer as despensas – ou as estantes lá de casa – e manter a economia a circular. Como? Com uma série de feiras e mercados para diferentes tipos de necessidades, que acontecem ora diariamente, ora semanalmente, ora uma vez ao ano. Seja para comprar os melhores frescos (lembre-se que Cascais é rodeado de verde e da região saloia vêm produtos de alta qualidade), seja para comprar um prato de loiça como souvenir da vila ou para viver a experiência de uma autêntica feira portuguesa, é, como se diz em bom português: à escolha do freguês.

Oitavos Dunes
©Oitavos Dunes

Os melhores campos de golfe em Cascais e arredores

Coisas para fazer

Cascais pertence ao núcleo designado por Lisbon Golf Coast, com mais de 20 campos de golfe, e já por duas vezes vencedor do prémio melhor destino de golfe da Europa, pela International Association of Golf Tour Operators (IAGTO). Cascais tem um quota parte de responsabilidade pelo prémio, aos quais se juntam outros campos nas redondezas. Falamos de sete, alguns mesmo no coração da zona, com incríveis vistas para o Atlântico, outros já virados para a Serra de Sintra, outro cenário idílico para a prática da modalidade que tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos em Portugal. Eis o mapa dos melhores campos de golfe em Cascais e arredores.

Publicidade
Férias, Praia, Conceição, Cascais
©Joana Freitas

As melhores praias da linha de Cascais

Coisas para fazer

A menos de uma hora de Lisboa – e à distância de um comboio – não faltam escolhas para estender a toalha na areia e dar um mergulho em Cascais. Com a devida segurança, claro está. Já sabe: está à vontade para levar régua e esquadro e educar o vizinho do lado com a etiqueta geométrica necessária. Mas vamos ao que interessa. De Carcavelos ao Guincho, partilhamos dez sugestões de praias da linha de Cascais. É isso mesmo, só tem de escolher onde ir fazer fotossíntese e molhar o corpinho. E quando a fome começar a apertar não se fique pela bola da praia: procure os restaurantes e bares abertos ao longo de todo o paredão.

Recomendado: Manual de sobrevivência para a época balnear

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade